Intruder 250: Troca do motor

Motos: Suzuki Intruder, Suzuki Boulevard, Suzuki Savage, Suzuki Marauder, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Suzuki

Avatar do usuário
Jovi
Administrador
Mensagens: 7051
Registrado em: 17 Jun 2007, 12:46
Localização: São Paulo
Contato:

03 Jun 2008, 15:37

Respondendo à consulta:

... ola.. sou novo no forum, possuo uma intruder 250cc,indo pros 50,000 Km,
ate agora fiz o de praxi.. oleo, transmissão, cabos, etc.
mas estou querendo adptar um motor de maior cilindrada nela, eu gosto da moto e gostaria de fazer algo diferente, transforma-la em uma moto mais customizada e com um motor mais potente.,...
a principio verifiquei as medidas de um motor de sahara, e deu certo, com pequenos ajustes,
minha ideia e por ou um de tornado, ou um de sahara, ou ainda um de falcon..
gostaria de saber se por acaso vc ja viu alguma moto assim nessa transformaçao, ou proximo disso, ou ainda com uma customizaçao show pra intruder 250
..agradeço atençao..


Nunca vi tal modificação até porque sou pouco conhecedor de Intruder, mas um motor de moto cross seria uma boa pedida numa custom???

Acho que Tornado por ser 250 não muda muita coisa... e se o problema for que a Intruder tenha um motor 250 muito fraco, então seria melhor tentar um motor de Twister... sei lá... :roll: :roll: :idea: :idea:
Código de Trânsito Brasileiro, Art. 29, XII, § 2º. Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

[]´s Jovi
http://www.jokermotorcycles.com.br
http://www.motoscustom.com.br

kekosam
Mensagens: 3
Registrado em: 20 Jun 2008, 11:51
Localização: Cuiabá

22 Ago 2008, 11:51

Bom, trocar o motor da Intruder por outro 250, mas notadamente da Honda, não vai trazer muito benefício não, além de aumentar o consumo de combustível. Caso queira tentar, sugiro o motor da Sahara... mas é por sua conta e risco, pois ele é mais pesado e poderia afetar a moto estruturalmente.

Avatar do usuário
Mickimba
Mensagens: 3226
Registrado em: 25 Jul 2008, 02:49
Localização: Sapiranga
Contato:

22 Ago 2008, 12:40

Nunca ouvi falar em troca de motor na Intruder 250.. Se você conseguir fazer, poste o resultado e se possível mostre as fotos.. Fiquei curioso.

:wink:
"Errar é humano. Colocar a culpa em alguém é estratégico."

Avatar do usuário
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

05 Out 2008, 15:54

Alô amigo. Vou dar uma dica: Siga o exemplo do Geraldo Tite Simões, que ao ser inquirido por um leitor que queria saber como fazer para sua 125 andar mais, respondeu: Compre uma 250. E é essa também a minha opinião> Se quiseres que a tua Intruder 250 ganhe mais potência, esqueça. Compre uma Shadow, uma Virago 535, ou uma DragStar 650. Fazer gambiarras nunca dá certo.
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)

Avatar do usuário
braulio89
Mensagens: 260
Registrado em: 11 Set 2008, 22:15
Localização: Betim
Contato:

05 Out 2008, 17:34

gildalfer escreveu:Fazer gambiarras nunca dá certo.




" Se voce quer uma moto custom, tem que comprar original de fabrica "



Tindi nada !!


Qual a diferença entre customizar e fazer gambiarras?

Túlio Souza
Mensagens: 64
Registrado em: 03 Nov 2008, 17:38
Localização: Porto Alegre
Contato:

13 Nov 2008, 17:05

"Qual a diferença entre customizar e fazer gambiarras?"


customizar: tem o sentido de adaptar os produtos e processos ao gosto pessoal, portanto é o processo de transformar algo com vista na satisfação individual. A origem da palavra está no inglês customer, que significa "cliente" (dai vem o tal atendimento personalizado...) – não tem nada a ver com "costume", como pode parecer à primeira vista ao falante de português.

gambiarra: Segundo o dicionário Hoauiss, o termo gambiarra tem etimologia de origem "contraditória e duvidosa". Nos principais dicionários brasileiros, a primeira acepção para o termo gambiarra é "uma ramificação ou extensão de luzes". Apesar do evidente e difundido uso informal do termo, visto como uma forma de "improvisação", nenhum destes dicionários inclui qualquer acepção que se refira precisamente a este significado. O termo é utilizado em diversas áreas profissionais como informática, programação, eletrônica, engenharia civil, cinema, teatro, artes plásticas, arquitetura, design, geralmente se referindo a soluções improvisadas, adaptações, ajustes, muitas vezes como uma solução que não se utiliza de métodos, plano ou projeto. A gambiarra é muitas vezes entendida de forma pejorativa como algo em condições precárias, provisório, transitório, mal-acabado ou rústico como por exemplo uma Suzuki Intruder com motor de Sahara ou Strada ou Twister ou qualquer outro motor não original...

por exemplo, tu achas que uma Honda ML 1983 com motor de Strada 200cc é uma custom?
Quem prova de uma Suzuki, não troca por mais nada.

Avatar do usuário
intrudeiro
Mensagens: 7
Registrado em: 12 Jan 2009, 09:41
Localização: Fortaleza
Contato:

12 Jan 2009, 10:28

tambem já pensei em trocar o motor da minha, tam bem pelo da sahar,
mas será que vale a pena?

quanto vai sair para comprar o motor e adaptar?
as relações de potemcia podem ser adptadas pela relação coroa pinhão, a distancia e posição podem ser ajustadas...

o motor da sua intruder pifou?
sai mais barato comprar outro que consertar?

veja se o custo pra trocar não sai melhor vender e comprar uma 535 ou savage?

mas se sua opção for trocar o motor já tiver um, escolha um bom mecanico, e guarde as peças velhas...

existe tambem um kit de aumento de cilindrada pra twister que vai para 280cc, aumenta uns 10% a potencia, troca camisa, usina o cilindro, troca pistão, sai mais em conta que trocar o motor...

mas se já trocou mande fotos...

Avatar do usuário
intrudeiro
Mensagens: 7
Registrado em: 12 Jan 2009, 09:41
Localização: Fortaleza
Contato:

12 Jan 2009, 10:34

mais uma coisa gambiarra é improviso, e customização é planejada e pensada,

se pego uma harley e coloco peças originais é customização, mas se as peças não forem compra das da grife harley é gambiarra?
ao trocar a cais de cinco original por uma de seis na consecionaria é customização e em outra oficina é gambiarra?, o importante é a satisfação do motociclista...
troque e seja feliz...

ps mande fotos...

exemplo uso amortecedores de CB 500 e não acho que seja gambiarra, pois cumprem muito bem sua função, ficou esteticamente bom e funcionelmente melhor ainda...

não tem porque não deixarmos a moto ao nosso gosto, é a tendencia do mercado...


ps mande fotos...

Avatar do usuário
Hacontroversias
Mensagens: 370
Registrado em: 04 Fev 2009, 17:56
Localização: Campinas
Contato:

05 Fev 2009, 12:04

O importante é planejar... assim como você está fazendo, vendo o tamanho e se as adaptações não serão muito agresivas.

Por isso meu conselho é planejar e planejar. Se possivel veja como fica virtualmente.

Veja as peças, olhe o quadro, pense no ganho. E finalmente, no custo beneficio, quanto vai custar isso e se não é melhor como já recomendado aqui, vender a sua e comprar outra de cilindrada maior...

É isso meu camarada...
Estou estudando para me tornar um biologo... espero me formar antes do homem F*d*r tudo.

Avatar do usuário
hvidal
Mensagens: 36
Registrado em: 03 Set 2008, 15:34
Localização: Niterói
Contato:

06 Fev 2009, 12:10

Pô assim vcs estão me sacaneando, eu tinha uma HD 79 com motor de XLX350 e tenho uma Daelim (que fugiu do país) com motor de CBX 200. E vou falar, nenhuma das duas fazem feio não. A minha Daelim roda todo dia e toda a mecânica e elétrica são da CBX 200 (soda que na epoca eu achei que não dava a da 250).
Melhor coisa nesse caso é pegar uma no leilão e transplantar o que precisa, mas antes planejar e ver se vai precisar adaptações bruscas. No meu caso não adaptei nada na Daelim, o berço é o mesmo.
SUZUKI Boulevard M800
Honda SoMbRa 600 (Patroa)
Ex: Daelim VC 125 200cc Extra-Custom

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitante