Futebol

Assuntos diversos, relacionados ou não ao motociclismo

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores

Responder
cros
Moderador
Mensagens: 10448
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

18 Jul 2012, 23:51

Será que o Galo apontou o caminho da roça pra galinha colorada?
Imagem
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

10 Ago 2012, 09:52

SE FOREM VERDADEIRO OS FATOS!!!!!!!!!



8 de Julho de 2012 11:08

Essa noticia é de enojar o estomago se for verdadeira!!!
Noticia que está no site PLANTÃODOFUTEBOL.COM<http://plantãodofutebol.com/
Talvez, isso explique a razão do jogador Riquelme ter declarado a
seguinte frase:
'"Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Libertadores de 2012,
ficariam enojadas!".
Todos os anti-corinthianos ficaram chocados e tristes por assistir a
maneira como o Boca perdeu a Libertadores. Não deveriam..

O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo
investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns
estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e a
VEJA e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas
e confirmarem os fatos.

Fato comprovado:

O Boca Juniors VENDEU a Copa Libertadores para o Corinthias. Os
jogadores titulares do Boca foram avisados, às 13:00 do dia 04 de
Julho (dia do jogo final), em uma reunião envolvendo o Sr.. Daniel
Angelici (na única vez que o pr esidente do BOCA compareceu a uma
preleção do time), o Técnico Julio César Falcioni, e o Sr. Chris
Kypriotis, diretor geral da Nike do Brasil.

Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou
no lobby do hotel.
A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o
sétimo titulo do campeonato Sulamericano por uma viagem para assistir
a copa do mundo no Brasil.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$140.000,00
para cada jogador, mais um bônus de US$800.000,00 para todos os
jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 46.000.000,00
quarenta e seis milhões de dólares) através da empresa Nike..

Além disso, os jogadores que aceitassem o contrato com a empresa Nike
nos próximos 4 anos teriam as mesmas bases de prêmios que os jogadores
de elite da empresa, como o Cristiano Ronaldo, Xavi da Espanha e
Neymar do Brasil.

Mesmo assim, Roncaglia se recusou a jogar, o que obrigou o técnico
Daniel Angelici a escalar o jogador Viatri, dizendo que Roncaglia
estava com problemas no joelho esquerdo (em primeira notícia divulgada
às 08:47 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o
prognóstico associando o fato a venda para FIORENTINA).

Assim, combinou-se que o Boca seria derrotado durante a prorrogação,
porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que
o Corinthians, marcasse, em duas falhas simples do time argentino.

Porque será que o Maradona NÃO VEIO ao Brasil, para apoiar o time com
toda a sua euforia???

Desde, já agradeço,
Um abraço.
Gunther Schweitzer
Central Globo de Jornalismo.
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

31 Mai 2013, 22:18

p*rra, mas que guri metido, vai levar uns cascudo FDP.
KKKKKKK....



Conversa entre Pai e Filho gremista, com aditivo.




Conversa entre pai e filho gremistas.


Filho: Pai, eu vi no facebook algo sobre Mazembe Day, o que é isso?
Pai: hahaha, filho, esse é o maior fiasco do futebol, o Inter perdeu para um time do Congo na semifinal do mundial.
Filho: Ah pai, que engraçado, mas o Grêmio já jogou semifinal de mundial?
Pai: Bom, o Grêmio nunca jogou uma semifinal, mas ganhamos um intercontinental contra o Hamburgo que era apenas um jogo, em 1983, consideramos como um Mundial filho!
Filho: E como chega no mundial pai?
Pai: Ah filho, tem que ganhar uma Libertadores...
Filho: Então o Inter ganhou a libertadores pai?
Pai: Sim filho, duas, mas nós também!
Filho: Mas quando pai? Eu não vi...
Pai: Calma filho, eu tenho guardado aqui as fitas em VHS dos titulos do Imortal, eu te mostro quando chegarmos em casa.
Filho: O Inter também tem VHS dos titulos pai?
Pai: hehe... o Inter fez um DVD do bi campeonato da libertadores, mas não é grande coisa...
Filho: Mas pai, DVD é mais moderno, o Grêmio não tem DVD?
Pai: Claro que tem filho, a Batalha dos Aflitos!
Filho: Isso é na Libertadores pai?
Pai: (constrangimento)... Não é filho, é um jogo heróico com sete em campo pela Série B do brasileirão.
Filho: Série B pai? Como se classifica pra isso?
Pai: Assim filho, não se classifica, o time é rebaixado na verdade...
Filho: E como o Grêmio conseguiu isso pai?
Pai: Ah... é que o Grêmio teve fases ruins e foi rebaixado.... Tem que estar entre os piores do Campeonato Brasileiro para ser rebaixado...
Filho: Mas o Grêmio foi só uma né pai?
Pai: Não filho, foi rebaixado duas vezes...
Filho: Nossa pai, isso é ruim? Como o Grêmio fez pra voltar?
Pai: Ah, é um pouco ruim filho, mas a Batalha dos Aflitos foi heróica e fomos campeões da Série B e subimos! Sobe os melhores times! Normalmente os 2 ou os 4 melhores.
Filho: O Grêmio foi campeão duas vezes então pai? Pq ele caiu duas né?
Pai: Não filho... a primeira vez subimos em nono colocado.
Filho: Mas como isso pai? Não sobe apenas os melhores?
Pai: Ah filho.... Esquece isso... O que importa é que somos melhores que eles!
Filho: Quantas vitórias a mais em cima do Inter o Grêmio tem pai?
Pai: Bom filho... na verdade eles tem 22 vitórias a mais que nós... Mas eles nasceram em 2006!
Filho: E o Grêmio nasceu quando pai?
Pai: Em 1981 filho, fomos campeões do Campeonato Brasileiro! E fomos campeões de novo em 1996! Somos BI CAMPEÕES do Brasileiro filho!
Filho: Esses eu também não vi pai... Então o Inter não tem campeonato brasileiro?
Pai: Bom filho, tem... Foram campeões em 1975, 1976 e 1979...
Filho: Mas pai, então eles nasceram antes?
Pai: Tá filho, chega...
Filho: Pai, o Inter tem mais vitórias sobre a gente, nasceram antes, tem mais títulos que o Grêmio, nunca foram rebaixados... Pq eu devo ser gremista?
Pai: CHEGA FILHO! SOMOS GREMISTAS POR AMAR O GRÊMIO, TITULO NÃO IMPORTA, SOMOS IMORTAIS E TEMOS A ARENA, AGORA VAI FAZER TEUS TEMAS.

Para terminar pai, a Arena não é da OAS e nós não temos que pagar aluguel, que está cinco meses atrasado?

Mais uma pergunta filho e ter corto a mesada por um ano.
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
cros
Moderador
Mensagens: 10448
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

01 Jun 2013, 10:55

Até hoje ninguém entende porque o inter comemora 100 anos se apareceu pro mundo só apartir de 2006!!!
Imagem
cros
Moderador
Mensagens: 10448
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

08 Jun 2013, 13:06

<object width="560" height="315"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/nFcA2PKIcfQ?hl ... ram><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/nFcA2PKIcfQ?hl ... on=3&rel=0" type="application/x-shockwave-flash" width="560" height="315" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true"></embed></object>
Imagem
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

15 Jun 2013, 19:37

Publicado em 18/05/2013 às 19h16

Carta do Jornalista Cosme Rímoli


Carta aberta para a presidente Dilma Rousseff. De um pessimista de plantão. Que tem a certeza que ela entrará para a história por causa da Copa. Ninguém se esquecerá do Mundial mais caro de todos os tempos...

"Há um ano e meio atrás, diziam que não conseguiríamos. Mas hoje, estamos vendo estes estádios sendo construídos e entregues. E não é qualquer estádio. São modernos e de qualidade. É uma resposta aos pessimistas de plantão. Aqueles que diziam que não somos capazes."

O texto acima é parte do discurso feito hoje pela presidente do Brasil na inauguração da nova arena de Brasília.

Carta aberta do jornalista Cosme Rímoli para a presidente Dilma Rousseff.
Excelentíssima presidente Dilma Rousseff...

Esta é a primeira vez que escrevo para uma presidente. O motivo é nobre. Quero avisá-la que a senhora irá entrar para a história com a Copa do Mundo. Mas não da maneira que imagina.

Por mais que sua participação efetiva seja dar bicudas na bola... Fazer discursos eleitorais para políticos aliados que não vão poupar palmas... Derrubar Ricardo Teixeira... E delegar todo o controle do Mundial mais caro da história a Aldo Rebelo.
A senhora herdou esta Copa do seu mentor, o ex-presidente Lula. Esperto, ele vislumbrava o maior amor do Brasileiro. E, principalmente, o ano que o Mundial será disputado.

Não é uma beleza ele acontecer justo quando haverá eleição presidencial? Melhor impossível. O Brasil assegurou a Copa aqui em 30 de outubro de 2007.

Há quase seis anos. O anúncio oficial arrancou lágrimas de felicidade de Lula. E de várias construtoras e empreiteiras. A Fifa propôs e o governo de integração aceitou de imediato. Pela primeira vez desde 1930 haverá 12 sedes em um Mundial. O 'normal' eram oito. Mas aqui não.

Houve uma reunião governamental em 2010. Sim, três anos depois do anúncio do Mundial nesta terra. Com o propósito de elaborar, com o pomposo nome, A Matriz de Responsabilidades.

Ficou acertado que os estádios custariam no máximo R$ 5,4 bilhões. Pois três anos depois, as obras já passaram de R$ 7,1 bilhões. E vão aumentar, para que todas sejam entregues no prazo.

Cara Dilma, me permita a intimidade...

Sabia que quatro destes oito estádios são elefantes brancos? O de Manaus, Cuiabá, Natal e o que a senhora acaba de inaugurar? Onde ironizou, os como eu, pessimistas de plantão? Isso, o da cidade onde mora, presidente.

Onde ouviu o assanhado Aldo Rebelo chamar de Coliseu da nova Roma? Será que ele está prevendo como ficará daqui a alguns ano a arena?

Aos poucos a senhora entenderá o motivo pelo qual entrará na história. O estádio Mané Garrincha que acabou de inaugurar. Sem saber, teve a primazia de batizar o primeiro elefante branco do País. A arena custou um bilhão de reais. Tem capacidade para 75 mil pessoas, que beleza.

Sabe qual é a média de público do Campeonato Brasiliense? 844 pessoas. Com um detalhe muito interessante. Ingressos a R$ 1,00.

Vamos falar de Cuiabá. A nova arena custou até agora R$ 519 milhões. 43.600 pessoas poderão assistir grandes confrontos por lá. Isso se decidirem sair de casa. A média do Campeonato Mato-Grossense é de 612 pessoas. Mesmo com o incentivo governamental. Um quilo de comida vale um ingresso.

A arena das Dunas em Natal ficou linda, nos trinques. Cabe 45 mil pessoas. A senhora quer a média de público no Campeonato Potiguar? Com ou sem emoção, como perguntam os bugueiros de lá? O emocionante primeiro turno mostrou 1.041 pagantes.

Porém a mais confortável será a de Manaus. Ela custou baratinho: R$ 529 milhões. Caberão 44.310 pagantes. No poderoso Campeonato Amazonense será uma festa. Será possível acampar, jogar futebol nas arquibancadas. A média do torneio é de 588 pagantes.

Sim, presidente. Elefantes brancos anunciados antes mesmo de começarem as obras. Mas para que parar? Há de se ter uma solução. Talvez a criação do bolsa ingresso.
José Maria Marin tem uma solução. Lembrando o tempo da Ditadura Militar que o fez governador e discursar contra o Vlado, se recorda? Lógico que sim...

Pois bem, ele quer que os grandes clubes brasileiros ajudem na marra. Sejam obrigados a levar partidas como mandantes para estes estádios. Sem poder de barganha. Quer tornar isso uma prática normal no Campeonato Brasileiro. Por enquanto não anunciou oficialmente. Mas já está articulando. Haverá enormes conflitos e provável rebelião.

A senhora sabe, presidente, um efeito colateral destas arenas? O preço dos ingressos subiu em média 300% no país. A se fosse o nosso PIB, hein presidente? Mas não é.
As arenas estão elitizando o público. Na Copa então, será uma doideira. Futebol só na televisão ou nos telões de lanchonete.

A Fifa já começou a vender os ingressos para o Mundial. Vou mostrar para a senhora os preços dos caros. Os baratos só depois da Copa das Confederações. É para assustar, presidente. Tem direito a buffet, os melhores lugares.

Os jogos são da primeira fase, da Seleção Brasileira. No Itaquerão custam US$ 2.552, nada menos do que R$ 5.145. Em Fortaleza e Brasília será uma pechincha. US$ 1.595, R$ 3.190, em cada jogo.

Se a Seleção do Felipão se classificar à final, vou ficar muito feliz. E surpreso. Tanto assim que convido a senhora, eu pago. Faço questão. Desembolso US$ 4.543 ou R$ 9.086,00 para cada ingresso.

Não é por nada, não. Mas considero esses preços um ultraje para a população brasileira. E a senhora, não? Será que tem ideia, alguém lhe contou quanto custa ver um jogo na Copa?

Queria perguntar outra coisa. Por que muitas obras de mobilidade social ficaram no papel? A senhora por acaso sabe o caos que a torcida sofre para chegar ao Mineirão? Os tumultos no trânsito por onde há uma nova arena como a Fonte Nova e sua deprimente venda de ingressos, com a polícia dando tiros de borracha e soltando bombas nos torcedores?

Aquele estádio que a senhora inaugurou com o Carlinhos Brown. Onde chacoalhou a caxirola com a espevitada Marta Suplicy? Que custou a bobagem de R$ 2,2 bilhões. Sim, a obra saiu por R$ 591,7 milhões. Mas o consórcio que administrará o estádio foi ousado. Pediu como contrapartida R$ 103 milhões por 15 anos. Somados os valores se chega ao estádio mais caro da Copa. Em 2011, o Tribunal de Contas da União (TCU) criticou o modelo de negócio. Definiu a contrapartida como longa e cara.

Sim, presidente, R$ 2,2 bilhões, ninguém falou para a senhora? Segure seu queixo. Até a caxirola fará a alegria dos gringos. A empresa norte-americana que faz as embalagens do McDonald's tem a exclusividade sobre ela. E pretende faturar R$ 3 bilhões até a Copa. Não é mais um motivo de orgulho?

Quanto aos turistas, pode ficar aliviada. Eles não serão nem sombra do que se esperava. A Copa das Confederações já mostra isso, cara Dilma. A Fifa garante que vendeu mais de 588 mil ingressos. A senhora sabe a porcentagem de estrangeiros que os comprou? Menos de 3%.

Ainda bem que seu governo não remodelou os aeroportos. Para quê? Seu governo pode seguir o ritmo paquidérmico. Até os hooligans estão assustados e não querem vir para cá. Têm medo das nossas torcidas organizadas. Só invejam a nossa legislação frouxa que trata com carinho os torcedores brigões, assassinos. A violência urbana que domina o País está espantando os turistas. Bobagem, não é?

Assustadinhos, qual o problema de se sentir em uma guerrilha urbana? Estupros em ônibus acontecem em todos países civilizados. Dentistas queimadas por bandidos também. Pessoas mortas no roubo de celular acontece no mundo todo. Assim como assassinatos de policiais, monitorados através dos que estão na cadeia.

A farra dos menores delinquentes é até interessante, tadinhos. Muitos estão gostando tanto da história que falsificam suas identidades. Querem ficar mais jovens por dois ou três anos. Assim não podem ser julgados como maiores. Não são bonitinhos?

Cada um que fosse para a Fundação Casa deveria ganhar um fuleco. O Ronaldo não vai poder dar. Mesmo como membro do COL ele foi morar em Londres.

Essa história de arrastões em restaurantes pode ser divertida. O turista que vier para cá na Copa vai ter o que falar quando voltar. Se não reagir, lógico.

A procura de ingressos e hospedagem para o Mundial está muito abaixo do esperado. Tão menor que os números não estão sendo divulgados. Mas não importa, a Copa é nossa.
E daí que a legislação brasileira foi desrespeitada pela Fifa? O que interessa são as budweisers nas mãos dos torcedores. Cerveja para eles. O importante é todos estarem felizes em junho de 2014.

Quanto à mobilidade social, a saída foi brilhante. Aplaudo em pé. Para evitar trânsito, feriado nas cidades onde há jogos. Que importa a produção, o trabalho? Vale é o futebol. A Copa do Mundo é nossa. Me empolguei...

Perco a educação e faço o que a senhora não pode fazer. Dou uma banana para mim mesmo, sou pessimista, mas só faço uma ressalva, cara Dilma. Nunca duvidei que os estádios ficariam prontos. Ficaram como esperava, superfaturados. Com bilhões do dinheiro público envolvido.

Não havia acreditado no Ricardo Teixeira. Ele disse que todo o custo seria privado... Bela piada, sem o menor fundamento. É a população do seu país que está pagando a Copa. Mais caro que jamais qualquer outra nação.

O mundial vai passar. Chegarão as eleições presidenciais. E o clima de festa pode até valer a reeleição. A senhora é superfavorita. Cuidado só com seu mentor, que está com saudade do cargo.

Mas um dia, quando tiver tempo, procure se informar. Falar a sério sobre legado. O que esta Copa caríssima deixará de bom para o Brasil? O que o País fará com suas novas arenas? As danadas têm um custo mensal de manutenção que chegam a R$ 500 mil. Nada menos do que R$ 6 milhões por ano. Quem é que vai pagar por exemplo a de Brasília, Cuiabá, Manaus e Natal depois da Copa?

O custo total do Mundial até agora é de R$ 33 bilhões. É uma beleza, já que a previsão era de R$ 80 bilhões. A senhora economizou muito com a suspensão de várias obras de mobilidade social. Desistindo de promover reformas de verdade nos aeroportos brasileiros.

Só para lembrar: Cerca de 85% desses 33 bilhões são dinheiro público. Os danados da iniciativa privada só entraram com 15%. Os governos federal, estadual e municipal que estão pagando. Com o dinheiro arrecadado da população, não é?

Sim, presidente. É o povo brasileiro que vai pagar. A Fifa já anunciou que terá um lucro de R$ 10 bilhões. Que inveja, não é? A gente está organizando e promovendo a festa. Tirando o dinheiro de áreas como Saúde, Educação, Segurança. E os gringos ainda saem com o dinheiro.

Cara Dilma, eu não tenho a menor dúvida. A senhora ficará para sempre na história do Brasil. A Copa do Mundo de 2014 será uma marca registrada sua. Mais cara que a do Japão, da Alemanha e da África juntas. Que beleza!

Pode comemorar dando mais bicudas na inauguração de novas arenas. E discursar para políticos que aplaudem até sua tosse.

O tempo vai passar. E o legado do Mundial mais caro da história será seu. Quem pagará agora e depois será a população. Mas ela terá sua compensação. Ganhará caxirolas, a bola Cafusa e 12 bilionárias arenas.

Assim como os índios na chegada dos portugueses em 1500. Eles trocavam ouro e pedras preciosas por espelhinhos. E se divertiam muito olhando o seu reflexo. O sentimento do brasileiro será o mesmo dos antepassados indígenas.

Um abraço cordial, Dilma
.
Deste assumido pessimista de plantão que nunca duvidou da capacidade dos políticos brasileiros. Vocês são capazes de tudo. Ou não é o Marin que está ao seu lado na fotografia?
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
Conrado
Mensagens: 27
Registrado em: 11 Nov 2010, 14:51
Contato:

16 Jul 2013, 17:15

“Eu levo sempre comigo,
Em todo campo que eu for,
A bandeira do verde e branco,
Símbolo do torcedor.

Brinco de Ouro, a nossa taba,
Construído com devoção,
Nossa Família Bugrina,
Tem raça e tradição.

Refrão
Avante, avante meu bugre!
Com fibra e destemor!
A cada nova jornada,
Guarani é mais amor.

Avante, avante meu bugre!
Que nós vibramos por ti!
Na vitória ou na derrota,
Hoje e sempre, Guarani.”
cros
Moderador
Mensagens: 10448
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

24 Ago 2013, 17:23

Um flagrante exemplo de desrespeito e uso do espaço público em proveito do privado, já não basta os clubes de futebol não pagarem impostos, usarem a Policia Militar para proteger seus eventos e ainda fazem isso, só podia ser mesmo do remendão.

Beira-Rio avançará sobre calçada e pedestres passarão por baixo da cobertura

Imagem
Paulo Germano

paulo.germano@zerohora.com.br

Não importa se você é gremista ou colorado: a partir do ano que vem, ao caminhar pela calçada da Avenida Padre Cacique, em Porto Alegre, qualquer pedestre estará dentro do complexo do Beira-Rio.

Em uma integração inédita da cidade com um estádio de futebol, o passeio público passará embaixo da imponente cobertura da casa colorada. Como não haverá nenhuma cerca ou parede separando o pátio do Inter da rua, autoridades de trânsito revelam apreensão com riscos de atropelamentos.

Para o teto do estádio avançar sobre a calçada, a prefeitura precisou alterar o projeto original de alargamento da Padre Cacique. O engenheiro José Dallaqua, da CBJ Engenharia, empresa contratada pelo governo municipal, explica que o traçado da avenida sofrerá um pequeno desvio em frente ao Beira-Rio. Em um trecho de cerca de 200 metros, a via será recuada para contornar a cobertura (veja no desenho abaixo).

Ao circular pela calçada coberta, com nove metros de largura, os pedestres enxergarão de um lado as lojas e lancherias situadas ao longo da fachada do estádio. Do outro, verão os pedestais de sustentação das estruturas que compõem a cobertura. O pedestal mais próximo da Padre Cacique ficará a apenas 1m30cm de distância do meio-fio. A previsão do Inter e da prefeitura é de que até o final de dezembro o passeio público já esteja liberado.

Imagem
Diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari afirma que o órgão providenciará estudos para avaliar a dimensão de riscos a pedestres. Afinal, não existirá no estádio reformado uma área delimitada, com muros ou cercas, para os torcedores se reunirem nos dias de jogos. A ideia é que a multidão transite no entorno do Beira-Rio e na calçada como se tudo fosse a mesma área.

— O que nos preocupa é a possibilidade dos torcedores invadirem com frequência a avenida. Se identificarmos problemas, vamos solicitar ao proprietário (o Inter) medidas para melhorar a segurança. Se constatarmos a necessidade de uma cerca, faremos esta demanda — adianta Cappellari, lembrando que a lombada eletrônica retornará à Padre Cacique após o alargamento da via, permitindo velocidade máxima de 40 km/h nas proximidades do estádio.

A vice-presidente colorada Diana Oliveira, responsável pelas obras, concorda que será necessária uma "conduta social" diferenciada para sustentar essa proposta de integração entre o empreendimento e o espaço público.

— Em princípio, não haverá demarcações entre o público e o privado. Só que isso vai depender das experiências que surgirem. Teremos um forte esquema de vigilância com câmeras. Mas, se o estádio sofrer ataques frequentes, por exemplo, infelizmente vamos precisar de uma separação — pondera Diana.

Para construir o teto metálico avançando sobre a calçada, o Inter obteve em junho de 2010 uma autorização da Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento de Projetos Especiais (Cauge), que reúne integrantes de oito órgãos municipais, entre eles as secretarias de Urbanismo, Obras e Viação, Meio Ambiente e a própria EPTC.
Imagem
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

06 Set 2013, 23:01

Para quem viveu nos anos 50 e conheceu o estádio do Grêmio Esportivo Renner, campeão gaúcho de 1954,cujos jogadores eram, na sua maioria, funcionários das lojas Renner, como por exemplo, Enio Andrade, o técnico que foi campeão invicto treinando o Internacional em 1979; o goleiro Valdir, que por muitos anos defendeu o Palmeiras e por aí a fora.

Pois bem. o estádio ficava na Av.Farrapos, uma das mais movimentadas de Porto Alegre, esquina com a Av.Sertório. Era um estádio pequeno e o detalhe é que as arquibancadas das "Gerais" avançavam, não só na calçada da Av. Farrapos mas também sobre parte do leito da rua, lógico, numa altura considerável.

É que naquele tempo ninguém dava bola para esse tipo de coisa já que não prejudicava ninguém.
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
cros
Moderador
Mensagens: 10448
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

07 Set 2013, 10:25

gildalfer escreveu: É que naquele tempo ninguém dava bola para esse tipo de coisa já que não prejudicava ninguém.

Naquele tempo era outro tempo, nem gente passando nas ruas tinha, e ali mesmo nas imediações, tem calçadas com 1 metro de largura, vai construir uma casa na periferia com uma calçada de 3 metros pra ver se a prefeitura PMPA autoriza (tem que ter 5 metros).
Imagem
Responder