Ecologia, Sustentabilidade e outras conversas fiadas verdes

Assuntos diversos, relacionados ou não ao motociclismo

Moderadores: Moderadores, Colaboradores, Administradores

Responder
Jovi
Administrador
Mensagens: 7064
Registrado em: 17 Jun 2007, 12:46
Localização: São Paulo
Contato:

08 Mai 2011, 19:17

Coletivo Consciente? Ecologia?

Confesso que pra mim essa coisa toda de ecologia me parece uma oportunidade pura de fazer mais negócios, e o coletivo achando que esta consciente esta apoiando... mas no fundo é uma oportunidade.

Existe uma comunidade no Facebook que chama "Coletivo Consciente", a maior parte do conteúdo postado fala sobre a maconha. Acho que me eu não percebi que a questão da maconha seria uma solução para os problemas da sociedade...

Gosto de reggae, não fumo maconha, mas também não sou contra, por mim poderiam legalizar, claro que isso seria mais uma oportunidade de negócios...para quem estiver esperto!

Mas acho que naquele espaço se fala muito de reggae e maconha e no fim das contas o resto não tem tanta importância assim...

O mercado é muito mais esperto, e precisa ser mesmo, mas na minha opinião enquanto se discute ecologia como se fosse um poema bonitinho o mercado domina o assunto e usa todo mundo.

Hoje por uma coincidência passei no supermercado Pão de Açucar, cheguei estacionei o carro e fiz minhas compras, quando cheguei ao caixa a moça me perguntou como eu iria levar as compras. Como assim? Claro que em sacolas... ela sorriu e disse que a sacola retornável custava R$2,90 e que a sacolinha biodegradável custava R$0,20 cada uma. Em nome da ecologia o super mercado esta me vendendo sacolas?

Acharam outro produto para incluir nas vendas, as sacolas. Além disso vendiam caixas de plástico biodegradável e mais um monte de coisas.

Desculpe mas não vou comprar sacolas... ela então ficou com uma cara de sem opções e pediu para alguém me arrumar uma caixa de papelão vazia... assim colocaram minhas compras.

Muito louvável a atitude da empresa, exceto que as batatas que comprei, vieram em saquinhos, os tomates vieram em saquinhos, os pães em saquinhos, todos os produtos vieram em embalagens plásticas... então qual a diferença dos saquinhos? Simples, redução dos custos operacionais do supermercado. Agora o custo de operação de venda é meu, por que eu pago pelos saquinhos.

Isso não quer dizer que o mercado não produza saquinhos para as demais operações que poluem do mesmo jeito... qual o próximo passo? Os fabricantes vão começar a fornecer ao mercado à granel e vamos ter de levar nossos recipientes para comprar? Levamos potes para comprar iogurte, salsichas, pão, azeite, tudo será vendido à granel e colocaremos nos recipientes que levarmos?

Falando em sociedade e coisas públicas, outro dia fui visitar um amigo, e ele me disse como ponto de referência para entrar na primeira à direita depois da Rua Hipermercado Extra(do mesmo grupo). Como assim? Empresas privadas agora ganham nomes de vias públicas? Já não bastava nomearem as ruas com nomes de políticos corruptos? Google Maps: http://maps.google.com.br/maps?f=q&sour ... 16&iwloc=A

Estive reparando também em como a poluição dos caminhões à serviço da prefeitura e dos ônibus dos transportes públicos são absurdas! Um caminhão a serviço da prefeitura passou por mim e a fumaça era tão densa que parecia uma parede... no entanto pagamos R$60,00 por veículo na inspeção do controlar que é feita por uma empresa que tem o MONOPOLIO do serviço para retirarmos do ar a carga de gases nocivos, muito bonito, mas meu carro ou minha moto por exemplo circula bem menos que os ônibus de linham que circulam o dia todo... resolver esse problema seria retirar os ônibus das ruas e aumentar ainda mais as tarifas e isso ninguém quer... nem você preocupado com a ecologia que anda de ônibus e nem a prefeitura... então chegamos ao ponto da hipocrisia.

Aonde a Maconha entra em tudo isso?

Bom, vi várias postagens essa semana em comunidades online como Orkut e Facebook, sobre a "marcha da maconha" e fiquei me perguntando e onde estão as outras marchas em relação a todo o resto? Quem vai fazer a marcha para tirar das ruas os ônibus e caminhões que poluem dez vezes mais que qualquer carro desregulado...A marcha contra a Controlar? Tenho certeza mais que absoluta que ninguém vai... Pague a mesalidade do Green Peace e deixem que eles se preocupem com isso... enquanto isso vamos falar de ecologia na internet sentados no próprio rabo... ou na próxima reunião da sua empresa podem levar a idéia de vender sacolinhas!!!!

Desculpem o desabafo... tô de saco cheio das mesmas idéias ecológicas de meia tigela que só fazem mais conta para pagar... :idea: :idea:
Código de Trânsito Brasileiro, Art. 29, XII, § 2º. Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

[]´s Jovi
http://www.jovi.net.br
http://www.motoscustom.com.br
cros
Moderador
Mensagens: 10422
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

08 Mai 2011, 23:30

Não vão esquecer desse!!!

viewtopic.php?t=826
Leoloster
Mensagens: 277
Registrado em: 18 Out 2010, 23:39
Localização: Fortaleza
Contato:

09 Mai 2011, 11:25

kra, muda esse título do tópico. Parece justamente o contrário: tu ta se f*dendo pra sustentabilidade.
cros
Moderador
Mensagens: 10422
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

09 Mai 2011, 15:45

Um dos custos dos produtos são as embalagens, caixa de sapato, sacolas de papelão, caixa de dentifricio etc... alguns anos vi um daqueles documentários da Transtel que na europa alguns fabricantes estavam vendendo pasta de dente sem a caixa de papel, ora, normalmente a primeira coisa que se joga fora, e pagamos por ela, pois está imbutido no custo do produto.

A questão das sacolas plasticas era para ser um transtorno aos supermercados mas alguns estão lucrando pelo visto, seria bom quem sabe voltar ao tempo dos cartuchos (saco de papel) que ao menos é reciclavel.

Aqui, no supermercado que vou eles oferecem, eu sempre peço, caixas de papelão que sobram, assim eles ao mesmo tempo se livram do entulho.

Se as frutas e verduras não virão mais em sacos plasticos, melhor pegar a velha sacola da vovó e ir a feira. Ainda sai mais barto.
jirschik
Moderador
Mensagens: 5140
Registrado em: 17 Mar 2008, 18:12
Localização: São Paulo
Contato:

09 Mai 2011, 16:52

Os sacos de papel aparecem ainda hoje até nos filmes americanos. Por mim, deveriam voltar, pois o mercado cobrar pelas sacolinhas é um abuso. Deviam ao menos "disfarçar" e embutir o preço nas mercadorias, pois isso já deve ser feito com as sacolas plásticas que hoje estão à caminho da proibição.
O cara do mercado que transformou o problema da sacola plástica em solução para ganhar mais dinheiro, deve ter recebido um prêmio do dono do mercado! Isso é o que costuma acontecer nessas empresas.
Mas "saquinho de papel" era solução para os mercadinhos de bairro. Já pensou em comprar arroz à granel em um hipermercado? Ovos à granel? Vai parecer um retrocesso tecnológico.
Acho que deveriam investir mais em coleta seletiva para reciclagem. Para mim isso é mais produtivo e também contribui para o meio-ambiente. Se já existem sacolinhas plásticas bio-degradáveis, então que sejam substituídas e que o custo seja passado para o cliente, assim como já temos pago pelas antigas sacolinhas poluentes.
Imagem
cros
Moderador
Mensagens: 10422
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

09 Mai 2011, 18:26

jirschik escreveu: Acho que deveriam investir mais em coleta seletiva para reciclagem.
Lembre-se, aqui é terra brasilis, onde em se plantando tudo dá... terra do desperdicio, enquanto na europa e japão o despercio é quase crime...
Jovi
Administrador
Mensagens: 7064
Registrado em: 17 Jun 2007, 12:46
Localização: São Paulo
Contato:

09 Mai 2011, 22:01

Leoloster escreveu:kra, muda esse título do tópico. Parece justamente o contrário: tu ta se f*dendo pra sustentabilidade.
É mais ou menos... fiquei revoltado... rsrsrsrsrsr :twisted: :twisted: :twisted:
Código de Trânsito Brasileiro, Art. 29, XII, § 2º. Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

[]´s Jovi
http://www.jovi.net.br
http://www.motoscustom.com.br
cros
Moderador
Mensagens: 10422
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

11 Mai 2011, 11:28

Imagem

O plástico sujo, sem valor comercial, que antes virava lixo e tinha o aterro como destino passou a ser transformado em Estância Velha (RS). As duas toneladas produzidas diariamente no município passam agora a ganhar forma em um processo de transformação do plástico em uma tábua ecológica para as paradas de ônibus da cidade.

As floreiras e as lixeiras ao redor delas também. Na semana passada, prefeitura de Estância Velha, Braskem e Suzuki Recicladora assinaram um protocolo de intenções com a expectativa de que a iniciativa vire modelo para todo o Estado.

No processo, o governo municipal pretende trocar as 500 paradas de ônibus construídas com estrutura de concreto e telhas de amianto por produtos de plástico reciclado que imitam a madeira. Dois protótipos já foram inaugurados na praça central da cidade.

- Queremos mostrar que nossos resíduos serão usados adequadamente, não mais aterrados ou jogados em arroios - avisa o prefeito José Waldir Dilkin (PSDB).

Secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Rudi Müller explica que a durabilidade dos produtos será maior:

- Um material que não termina, pode durar 400 anos.

A madeira de plástico, produzida com o uso de resíduos reciclados, imita ripas em cortes rústicos. O que era lixo passa a ser insumo que reverte em benefícios para a comunidade.

- A Braskem como parte produtora tem o objetivo de incentivar. Com essa iniciativa, podemos reciclar qualquer tipo de plástico. Hoje, o lixo é um valor. Tudo pode ser reaproveitado e gerar renda - afirma Daniel Fleischer, analista de Relações Institucionais da Braskem.
Kenny
Mensagens: 549
Registrado em: 18 Fev 2009, 11:33
Localização: Maceió
Contato:

11 Mai 2011, 12:28

Já é uma boa iniciativa. Gostei, vamos ver se o modelo se desenvolve pra outros locais.
Kenny
******
Leia o manifesto "Veja uma moto, salve um motociclista"
http://ow.ly/2TnSj
Avatar do usuário
Edson Agostini
Mensagens: 1595
Registrado em: 16 Nov 2009, 12:46
Localização: Ibiúna
Contato:

11 Mai 2011, 12:53

Imagem
SUSTENTABILIDADE?

Imagem
SIM, SUSTENTABILIDADE. POIS, SEM ELA, A NATUREZA ESTARÁ POR UM FIO
ON THE ROAD AGAIN
Responder