Iniciante - Dicas sobre 1ª Custom

Assuntos diversos relacionados ao motociclismo

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores

Responder
Thiago Zico
Mensagens: 14
Registrado em: 11 Jan 2016, 16:25
Localização: Belo Horizonte
Contato:

24 Fev 2017, 13:18

hahahaha...
minha shadow tava com pedaleira no mata cachorro, como uso ela todo dia estava me atrasando demais e tirei as benditas, tirando isso fica tranquilo, claro que não é igual CG mas quando o trânsito da aquela agarrada me da uma alegria estar em 2 rodas...mas tbm só pego corredor com transito devagar (40km/h pra baixo)

OBS:se for vender a mirage me avisa porque minha garota está doida com uma.
Thiago Zico & Daenerys (Shadow 600)
caco_fa@hotmail.com
tor2
Mensagens: 98
Registrado em: 21 Jun 2016, 14:12
Localização: Londrina
Contato:

02 Mar 2017, 14:33

A Intruder 250 que uso está com comandos avançados e guidão seca sovaco.
Fica até mais fácil de entrar no corredor com ela do que com a Biz, por conta do guidãoXretrovisor.
Claro que a Intruder é uma das "Custom" mais magrinhas que existem, mas fica aqui o relato de qualquer forma.
SemControle
Mensagens: 1031
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

02 Mar 2017, 15:47

Thiago Zico escreveu:
24 Fev 2017, 13:18
hahahaha...
minha shadow tava com pedaleira no mata cachorro, como uso ela todo dia estava me atrasando demais e tirei as benditas, tirando isso fica tranquilo, claro que não é igual CG mas quando o trânsito da aquela agarrada me da uma alegria estar em 2 rodas...mas tbm só pego corredor com transito devagar (40km/h pra baixo)

OBS:se for vender a mirage me avisa porque minha garota está doida com uma.
quero vender o carro, por enquanto não quero me desfazer da mirage não, já tive muitos cuidados com ela, e o pessoal não paga nem o q vale a moto, qnt mais os bons cuidados....
se ela quiser o carro, ai da negocio :D :D fazemos um pacote carro e moto ;)
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14
Johnbrawn
Mensagens: 28
Registrado em: 01 Dez 2013, 12:12
Localização: Rio de Janeiro

20 Abr 2017, 10:43

Pessoal, bom dia....

Em 2013 iniciei minhas pesquisas, tiradas de dúvidas e encheção de saco da galera aqui do fórum pra me ajudar a escolher minha primeira custom... Comprei-a-a!! é uma Fat Boy branca.... Sei que talvez apenas um ou outro lembre desse nome de usuário mas, o fórum foi extremamente importante pra mim, então senti-me na obrigação de passar aqui pra agradecer. Grande Abç a todos.

Obs: Pra quem ainda está por ai pesquisando, a dica é CALMA
NCC1966
Mensagens: 12
Registrado em: 23 Jun 2017, 19:43

23 Jun 2017, 20:18

Amigos!

Minha curta história é a seguinte: tenho 51 anos, ando de moto desde os 15 mas tive apenas 3 motocicletas na vida (todas Yamaha RDZ-135). Sou habilitado e atualmente faz 15 anos desde que vendi minha última moto. Recentemente comecei a desenvolver um desejo de voltar a pilotar e a intenção é a de utilizar a moto apenas nos finais de semana, com minha esposa na garupa e pegar a estrada para viagens curtas (algo em torno de 200Km ida e volta). Depois de olhar daqui e dali, comparar streets, nakeds e carenadas concluí que não quero nenhum desses estilos e que desejo realmente uma moto confiável, estável, confortável para o piloto e o garupa, e com aquele jeito bem tiozão. Cheguei nas customs.

Como não sou rico e tenho tantas outras coisas na vida que preciso dividir o suado dinheirinho preciso ser realista e pensar em algo dentro das minhas possibilidades. Depois de alguma pesquisa na Webmotors fiquei literalmente assustado (no bom sentido) quando descobri que é possível adquirir uma custom 250cc bem bacana começando com valores na casa dos R$ 5 mil (Kasinski Mirage 2003 carburada) que eu particularmente acho bastante simpática. Depois dela não foi demorou muito para descobrir a Dafra Horizon que sai na faixa de R$ 10 mil para um modelo 2013.

Certo. Eu estava então totalmente convencido que para o meu bico era o que eu deveria manter como objetivo. Uma Mirage ou uma Horizon 250cc. Mas olha daqui e dali e acabei fazendo a "triste" descoberta que existem bem mais opções disponíveis do que apenas essas dentro da minha expectativa de investimento inicial (digamos algo em torno dos 10 mil) e que seriam em tese motos muito mais robustas e até com mais pedigree. Por exemplo, eu descobri que com os mesmos 10 mil que eu compraria a Dafra Horizon 250 ano 2013 eu poderia adquirir uma Kawasaki Vulcan 750 ano 1995. Vi que existem também outros modelos custom de outras marcas alcançáveis nessa faixa de preço. É óbvio que dá o que pensar. Mas é óbvio também que eu não sou um completo idiota e sei que que uma moto com quase duas décadas a mais nas costas já carrega um certo cansaço e que até mesmo pela marca e tamanho do motor o preço das peças é diferente.

De repente me lembrei de um amigo que sonhava ter uma Mercedes esportiva conversível e tanto fez que comprou uma. Isso quase uns 20 anos atrás. Lindo carro, interior todo de couro e madeira, uma verdadeira jóia. O sonho durou até o dia em que ele caiu com o carro numa vala e quebrou a caixa de direção. Foi azar? Foi. Mas acontece. Na época, só a peça custava uns 10 mil Reais, tinha que mandar vir da Alemanha e não tinha nem previsão de chegada. Isso fora a mão-de-obra. Nem sei como ele resolveu a situação (ou se não resolveu) pois pouco depois me mudei para outro estado (vim de Niterói-RJ para o interior de SP) e nunca mais nos falamos — mas me ficou essa história assustadora na memória.

A pergunta que não quer calar é: vale a pena se meter numa encrenca dessas, quer dizer, pegar uma custom de renome mais antiga por um valor inferior ou isso é realmente uma "roubada" do calibre da história da Mercedes e no meu caso é mais seguro mesmo baixar a bola e ficar numa Kasinski/Dafra?

Ah, e existe o fato de eu morar em Campos do Jordão (interior), ou seja, não tenho o mesmo acesso à oficinas e lojas de peças como alguém que mora na capital.

PS: Minha expectativa é comprar uma moto em um futuro próximo, dentro dos próximos 6-12 meses.

:?
SemControle
Mensagens: 1031
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

25 Jun 2017, 16:22

vou falar pelo q tenho.....
sempre q fui atrás de moto, procurei as injetadas pra não ter dor de cabeça de limpar regular carburador todo dia.....minha historia é recente, uso motos desde 2012
hj tenho uma mirage 250 12/13, injetada, show de bola, a maioria dos problemas q vc vai ser sobre a mirage são elétricos, mas eu cuido pessoalmente da elétrica da minha e não tenho problemas...até mesmo alarme q vai ver o pessoal condenando aqui a minha tem, fiz a instalação sem cortar nenhum fio, e assim vai.....
peças, se acha muita peça por aqui ainda, inclusive de outras motos q servem, outras peças apenas importando, a mesma historia da mercedinha.....

sobre comprar motos q estão em linha de produção ainda, q consegue peças no balcão da autorizada, tenho uma triste historia de 2012 ainda, qnd comprei a minha primeira moto, 0kms por não conhecer nada, pensando q estaria assegurado, quebrei uma carenagem da moto e fui até a honda, tive q pagar metade da peça e aguardar os 10 dias, q virou mês, dois, completando o terceiro mês, falei com um amigo advogado q entrou em contato c a honda, no outro dia me ligaram q a peça estava disponível, la fui eu, não era a minha peça a cor era diferente, mas sem problemas, pro dia seguinte tiraram sabe la de onde a peça, sei q apareceu a dita peça.....montadoras ou não tem mais estoque, ou fazem o cliente de idiota, estou mais c a segunda opção pq se não tem estoque não tinha como surgir a peça de um dia pro outro e depois a peça correta tmb de um dia pro outro....
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14
tor2
Mensagens: 98
Registrado em: 21 Jun 2016, 14:12
Localização: Londrina
Contato:

26 Jun 2017, 13:48

Boa tarde NCC,

Essa sua dúvida passa pela cabeça de muitos de nós.

O relato do SemControle é muito válido, porém gostaria de complementar algumas coisas.

Se você não faz questão do estilo Custom, lembre-se que este estilo de moto não oferece tanto conforto como aparenta. Em geral a coluna sofre.

Se você não pretende por a mão na massa na manutenção da sua moto (como é o meu caso) sugiro que use o mecânico que mexerá na sua moto como o filtro para reduzir as opções da sua busca. Ele pode te ajudar a entender quais terão menos dificuldade de peças, e dificuldades mecânicas na sua região.
Aqui, durante a minha busca eu consultei 3 mecânicos, o que tem uma oficina renomada de motos custom, o que eu levo a minha Biz e um q é membro de um moto clube, e atende o pessoal numa oficina menorzinha. Os 3 concordaram que a Virago 250 é boa opção, no resto os 3 discodaram. Os 2 mais familiarizados com Custom até recomendaram a Mirage 250 e adoraram a minha opção pela Intruder, já o acostumado a motos comuns, disse q Mirage não encostaria, e só mexerá na minha Intruder se eu me responsabilizar por correr atrás das peças.

Todas as motos tem prós e contras, no mundo das Customs essa afirmação se agrava, pois as marcas que estão no mercado atualmente (dafra, Shineray, etc) tem alto grau de rejeição, e as marcas "respeitáveis" (Yamaha, suzuki, etc) deixaram de produzir motos acessíveis desse estilo faz tempo.

Talvez por você já ter história com a Yamaha, e ser a Virago 250 uma moto relativamente fácil de manter, esta seja a indicação ideal para você. Mas uma 250, na serra com garupa... pode não ser a solução ideal.

Eu tenho uma Intruder 250 1998 a quase um ano... peças só achei pela Internet, mas tem sido fácil e barato mantê-la rodando.

Boa sorte na sua busca!
NCC1966
Mensagens: 12
Registrado em: 23 Jun 2017, 19:43

26 Jun 2017, 17:26

SemControle escreveu:
25 Jun 2017, 16:22
vou falar pelo q tenho.....
sempre q fui atrás de moto, procurei as injetadas pra não ter dor de cabeça de limpar regular carburador todo dia.....minha historia é recente, uso motos desde 2012
hj tenho uma mirage 250 12/13, injetada, show de bola, a maioria dos problemas q vc vai ser sobre a mirage são elétricos, mas eu cuido pessoalmente da elétrica da minha e não tenho problemas...até mesmo alarme q vai ver o pessoal condenando aqui a minha tem, fiz a instalação sem cortar nenhum fio, e assim vai.....
peças, se acha muita peça por aqui ainda, inclusive de outras motos q servem, outras peças apenas importando, a mesma historia da mercedinha.....

sobre comprar motos q estão em linha de produção ainda, q consegue peças no balcão da autorizada, tenho uma triste historia de 2012 ainda, qnd comprei a minha primeira moto, 0kms por não conhecer nada, pensando q estaria assegurado, quebrei uma carenagem da moto e fui até a honda, tive q pagar metade da peça e aguardar os 10 dias, q virou mês, dois, completando o terceiro mês, falei com um amigo advogado q entrou em contato c a honda, no outro dia me ligaram q a peça estava disponível, la fui eu, não era a minha peça a cor era diferente, mas sem problemas, pro dia seguinte tiraram sabe la de onde a peça, sei q apareceu a dita peça.....montadoras ou não tem mais estoque, ou fazem o cliente de idiota, estou mais c a segunda opção pq se não tem estoque não tinha como surgir a peça de um dia pro outro e depois a peça correta tmb de um dia pro outro....
Que legal que você está se divertindo com sua moto!!!

:D

Limpar carburador todo dia!!!... Rsrsrsrs... Isso é sem dúvida um exagero porque não se limpa carburador com tanta frequência — eu pelo menos tenho um Gol carburado e só mexo no carburador dele (aliás eu não mexo nunca, quem mexe é o mecânico) uma vez a cada 2 anos por aí. Tudo bem que eu rodo pouco, uns 4 mil quilômetros por ano, mas mesmo assim. Tudo bem que eu sou relaxado e realmente demorar quase 10 mil Km para limpar carburador seja demais, mas vá lá que seja a cada 5 mil... ainda assim nem é tanto. Além disso até onde eu sei, corpo e bicos de injeção também se limpa!!! Mas voltando aos carburadores, minhas motos carburadas eu não me lembro de NUNCA ter levado nenhuma delas para limpar. Aliás, minto, a minha RDZ 1989 uma vez um colega meu desmontou e limpou o carburador por conta e ideia dele, eu não tinha pedido nada. Rs... Mas o que quero dizer é que não existe isso de carburador dar mais manutenção que injeção. Acho mais fácil ser o contrário! Sério!

:lol:

No meu caso — e talvez porque eu seja da "velha guarda" — pessoalmente eu tenho um medo que me pelo todo de injeção eletrônica pois é o tipo de coisa que quando pifa só guincho resolve. Já carburador QUALQUER mecânico de fundo de quintal lá do interior da Caixa Prego da roça mais roça que você puder imaginar vai conseguir dar um jeito nem que seja uma gambiarra com arame e durepóxi suficiente pra você chegar em casa. Experiência própria. E detalhe, pode ser um carburador de um motor que o cara nunca tenha visto na vida, porque o princípio de funcionamento é sempre o mesmo. Quer dizer, esse é o tipo de coisa que querendo ou não acaba transmitindo alguma segurança. No caso da Mirage, cara, eu tenho uma simpatia imensa por essa moto mas... o que me assusta muto é o fato de ouvir muita gente falando que a injeção dela é problemática e somando-se ao fato que já não se encontra peças e nem mecânicos especializados para mexer, isso realmente dá um frio na barriga. Foi isso que eu quis dizer e é por isso que eu realmente eu preferiria uma Mirage das mais antigas e carburadas pois sei que qualquer adaptação ou modificação é muito mais simples. A não ser, é claro, que alguém já tenha descoberto algum sistema de injeção da Honda ou Yamaha que consiga substituir o dela inteiro (tipo tirar um e colocar outro no lugar) pois daí é só levar até numa autorizada das marcas citadas quando precisar mexer... rs... mas não sei se isso é possível, até porque não entendo nada disso...

:lol:

Mas assim, como eu rodo muito pouco acredito que a probabilidade de uma moto pifar na minha mão seja relativamente pequena, mas é aquilo... a gente sabe que qualquer coisa que funciona está sujeita a dar pane sem aviso prévio... e eu confesso que fico temeroso de comprar um modelo de motocicleta que já tenha fama de ser pifa-pifa, especialmente em se tratando da eletrônica embarcada que todo mundo já está careca de saber que qualquer problema mais sério nessa parte pode ser capaz de deixar um veículo PARADO na garagem por tempo indeterminado. Da última vez que levei meu carro na auto-elétrica tinha lá um Peugeot de um modelo que eu nunca tinha visto. Carro grande, acho que 6 cilindros, super-luxuoso, lindo. O rapaz falou que o carro tinha passado por uma enchente, já estava parado lá há uns 8 meses, já tinham feito de tudo mas ninguém conseguia fazer o carro funcionar de jeito nenhum. Se fosse um carro carburado já estava andando faz tempo. E é esse tipo de coisa que apavora, afinal eu pretendo comprar uma moto para me divertir e não para ter dor de cabeça. Enfim, é por isso que contrariando as tendências eu realmente confio mais no bom e velho carburador...

:P
NCC1966
Mensagens: 12
Registrado em: 23 Jun 2017, 19:43

26 Jun 2017, 17:30

tor2 escreveu:
26 Jun 2017, 13:48
Boa tarde NCC,

Essa sua dúvida passa pela cabeça de muitos de nós.

O relato do SemControle é muito válido, porém gostaria de complementar algumas coisas.

Se você não faz questão do estilo Custom, lembre-se que este estilo de moto não oferece tanto conforto como aparenta. Em geral a coluna sofre.

Se você não pretende por a mão na massa na manutenção da sua moto (como é o meu caso) sugiro que use o mecânico que mexerá na sua moto como o filtro para reduzir as opções da sua busca. Ele pode te ajudar a entender quais terão menos dificuldade de peças, e dificuldades mecânicas na sua região.
Aqui, durante a minha busca eu consultei 3 mecânicos, o que tem uma oficina renomada de motos custom, o que eu levo a minha Biz e um q é membro de um moto clube, e atende o pessoal numa oficina menorzinha. Os 3 concordaram que a Virago 250 é boa opção, no resto os 3 discodaram. Os 2 mais familiarizados com Custom até recomendaram a Mirage 250 e adoraram a minha opção pela Intruder, já o acostumado a motos comuns, disse q Mirage não encostaria, e só mexerá na minha Intruder se eu me responsabilizar por correr atrás das peças.

Todas as motos tem prós e contras, no mundo das Customs essa afirmação se agrava, pois as marcas que estão no mercado atualmente (dafra, Shineray, etc) tem alto grau de rejeição, e as marcas "respeitáveis" (Yamaha, suzuki, etc) deixaram de produzir motos acessíveis desse estilo faz tempo.

Talvez por você já ter história com a Yamaha, e ser a Virago 250 uma moto relativamente fácil de manter, esta seja a indicação ideal para você. Mas uma 250, na serra com garupa... pode não ser a solução ideal.

Eu tenho uma Intruder 250 1998 a quase um ano... peças só achei pela Internet, mas tem sido fácil e barato mantê-la rodando.

Boa sorte na sua busca!
Para falar a verdade não costumo ser fiel à marca de nada pois não acredito muito nisso. O fato de ter tido três Yamahas do mesmo modelo foi só porque eu gostava de motores 2T e vamos combinar que nos anos 1990 não tinha lá muitas opções de moto pequena decente no Brasil. Naquele tempo você tinha RD/RDZ da Yamaha e CG/ML da Honda. E só isso!

:roll:

Quanto à questão de ter uma 250cc morando na serra, qual é o ponto exatamente? Você acha que ela é fraca e não dá conta de subir? Esse fim de semana recebemos um casal aqui em casa e que veio lá de Resende (RJ) numa Bros 150 e subiram de boa a serra, e rodaram tudo por aqui sem problemas — tanto que andei até considerando pegar uma Horizon 150! Sei lá, será que uma subidinha de nada incomoda tanto a ponto de ser algo a se considerar para quem pretende rodar uns 200Km ou menos e apenas nos fins de semana?

:shock:

Algo que eu preciso confessar é que eu não tenho o perfil de quem mexe na própria moto. Não entendo e não gosto, ou seja, se der algum problema eu vou ter que levar no "mexânico". Também não sou aquele tipo de proprietário que cuida muito do veículo e que faz manutenção preventiva... eu sou mais no estilo cupim mesmo (colocar gasolina e andar) e não é raro passar do ponto de fazer a troca de óleo. Rs... Eu sou daquelas pessoas que só leva carro ou moto no mecânico quando quebra alguma coisa, mas por outro lado (e modéstia à parte) eu dirijo bem e costumo poupar o veículo na condução tanto que raramente QUEBRA alguma coisa e normalmente eu só vou à oficina quando um componente se desgasta. Só pra ter noção, toda vez que eu preciso levar meu carro no mecânico eu quase sempre levo em uma oficina nova pois a que eu levei da última vez já fechou e não existe mais... Kkkkk!

:lol:

Isso pra você ver como meus veículos vão pouco ao mecânico! E olha que meu carro é VELHO (um Gol quadrado 1995 que eu já tenho há 11 anos). E mesmo rodando pouco eu vou pra todo lado com ele, agora no fim do ano vamos pro Rio passar o Natal com a família.

:)

Enfim, mas o que realmente me espantou em tudo o que você falou foi quando você disse que esse tipo de moto não é confortável. Eu nunca andei em uma Custom mas tenho observado que é quase unanimidade que elas são as motos mais confortáveis que existem e esse foi um dos motivos que me levaram a querer uma Custom. Fiquei meio bolado porque minha coluna não é lá essas coisas, e se uma Custom que deixa a gente sentado ereto não é confortável então eu estou perdido pois todas as outras motos possuem posição menos favorável, não é? Será que na realidade talvez seja melhor então eu desistir dessa ideia de voltar a andar de moto??? Será que na minha idade e já com a coluna meio ruinzinha já passou do tempo pra mim????

:?
tor2
Mensagens: 98
Registrado em: 21 Jun 2016, 14:12
Localização: Londrina
Contato:

27 Jun 2017, 08:06

Bom dia NCC,

"Quanto à questão de ter uma 250cc morando na serra, qual é o ponto exatamente?"

Tem muita gente que roda todo esse Brasil de 125, ao mesmo tempo há muita gente que nem considera moto menor que 600cc para estrada.
A colocação foi justamente para trazer à mente este alerta. Se você já avaliou esse ponto, e para você não é algo preocupante. ótimo!

"você falou foi quando você disse que esse tipo de moto não é confortável"

As motos custom em geral tem a posição de dirigir de tal forma que as pernas ficam para a frente, dificultando apoiar nas pernas para aliviar a coluna de algum impacto. Há diversos relatos de dores e desconforto relacionado às Custom. Eu atestei isso com a minha, ela é deliciosa de pilotar, mas na buraqueira a coluna sente. Neste fórum há muita informação sobre esse tema.
Novamente a colocação foi para trazer à mente esse alerta. Muitas pessoas rodam diariamente de Custom e não pensam em trocar. Mas existem motos mais confortáveis no mercado.
Responder