Dores, desconfortos e outros

Assuntos diversos relacionados ao motociclismo

Moderadores: Colaboradores, Administradores, Moderadores

Responder
Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10313
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

26 Ago 2013, 18:44

RenanSP escreveu: Meu receio é essa dor estar "camuflada" e aparecer pior lá na frente. Mas por enquanto tem resolvido.
Então, a dor é um sinal, no caso da lombar ou cervical pode ser apenas erro de postura, ou pode ser um aviso de hernia de disco, então sempre é bom aproveitar que ainda pode (plano de saúde pra quem tem) e fazer uma ressonancia. Pelo menos se livra de uma futura hernia de disco.
Imagem
Hoje Falcon 2007
Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10313
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

27 Ago 2013, 16:06

De-em uma olhada nisso retirei o link porque a empresa não se prestou a responder e-mail.
Vou encomendar um placa desse G p/ Vstrom (pela medidas) e usar no carro e ver como funciona...

Um problema dessa "empresa" é que é fraca no atendimento!
A compra parece que é feita por e-mail e não retorna contato!
Imagem
Hoje Falcon 2007
Avatar do usuário
jcfjunior
Mensagens: 781
Registrado em: 19 Ago 2008, 13:47
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

04 Out 2013, 20:17

Lionel Junior escreveu:Por acaso, alguém ai já ouviu falar da impossibilidade de andar de motocicleta tendo em vista hérnia na coluna cervical e o peso da capacete?

Há uns 3 meses descobri que tenho várias protusões na coluna cervical, de C3 a C7. Tenho feito acupuntura e RPG e parece que estou melhorando. Mas neste final de semana, sai para dar uma voltinha de moto e a dor voltou! Sinto que o capacete incomoda... troquei o capacete antigo HJC de mais de 1,5kg por um Marushin de 1,3kg. E toda a vez que posso saio com o Kraft aberto, bem levinho. Mas mesmo assim acho que as dores têm relação com o capacete, apesar de a dor não aparecer logo depois, só no dia seguinte mesmo.

Será que é isso mesmo? Alguma solução?!
Eu sinto que o capacete realmente me causa problemas por causa do peso extra. Apesar de usar um LS2 de 1200 g, tive problemas durante uma viagem do Rio de Janeiro para Bonito-MS. Tive muita dor na cervical acompanhada de tontura e zumbido no ouvido e acabei voltando de avião e deixei a moto em Dourados-MS.
Também tenho essas protusões de C3 a C7 e após uma rizotomia tive uma melhora significativa nas dores e estou fazendo exercicios e espero poder voltar a andar de moto em breve e finalmente resgatar a minha moto.
Também cheguei a conclusão que terei que trocar de categoria.
brunopms
Mensagens: 5
Registrado em: 25 Mar 2014, 18:37
Localização: Niterói

14 Out 2014, 12:24

Boa tarde, amigos!

Tenho sentido dores no antebraço esquerdo, muito provavelmente devido a manete da embreagem. Ainda não procurei um ortopedista para fazer o diagnóstico, mas como profissional de Educação Física, tenho quase certeza que se trata de tendinite em algum dos flexores dos dedos. Alguém já passou por isso? Quando a tendinite acontece devido ao acelerador, existe a possibilidade de instalar um desses apoios para a mão, reduzindo o desconforto. E em relação a embreagem? Será que existe alguma opção onde acionamento seja mais suave? Alguém teria alguma sugestão?

Agradeço desde já!

Absss
Avatar do usuário
CostaSR
Mensagens: 116
Registrado em: 27 Jan 2013, 20:30
Localização: São Paulo
Contato:

14 Out 2014, 13:57

brunopms escreveu:Boa tarde, amigos!

Tenho sentido dores no antebraço esquerdo, muito provavelmente devido a manete da embreagem. Ainda não procurei um ortopedista para fazer o diagnóstico, mas como profissional de Educação Física, tenho quase certeza que se trata de tendinite em algum dos flexores dos dedos. Alguém já passou por isso? Quando a tendinite acontece devido ao acelerador, existe a possibilidade de instalar um desses apoios para a mão, reduzindo o desconforto. E em relação a embreagem? Será que existe alguma opção onde acionamento seja mais suave? Alguém teria alguma sugestão?

Agradeço desde já!

Absss
Saudações, Bruno.

Eu começaria por trocar o cabo da embreagem, mas por um da Scherer, que costuma ter melhor qualidade. Além disso, veja se o cabo não está excessivamente curvado ou estrangulado em algum ponto, pois isso aumenta a resistência ao movimento. Outra opção seria lubrificar o cabo que já está instalado, mas nem sempre isso dá um bom resultado.

Raramente o problema é na embreagem em si. E se isso não der o resultado esperado, pelo menos o custo é baixo e ainda dá pra guardar o cabo antigo como reserva.

Abração!!
Silvio Costa

"Die with memories, not dreams"
Avatar do usuário
jirschik
Moderador
Mensagens: 5140
Registrado em: 17 Mar 2008, 18:12
Localização: São Paulo
Contato:

14 Out 2014, 16:37

Bruno, qual é a sua moto?
Siga a indicação do Silvio. Lubrificação de cabo ajuda muito, especialmente se for com óleo mais grosso, pois WD40 resolve rápido mas seca rápido também.
Motocicletas grandes, como a Kawasaki Nomad, tem embreagem hidráulica. Podes pensar em adaptação.
Imagem
brunopms
Mensagens: 5
Registrado em: 25 Mar 2014, 18:37
Localização: Niterói

17 Out 2014, 22:54

CostaSR e jirschik, agradeço a atenção!

Minha moto é uma Shadow 600cc ano 99.
Hj fiz a lubrificação do cabo com WD40, mas não notei muita diferença. Vou conversar com meu mecânico sobre a troca do cabo.

Grande abraço!
Avatar do usuário
RenanSP
Mensagens: 1063
Registrado em: 15 Jun 2011, 18:32
Localização: São Paulo
Contato:

20 Out 2014, 14:51

brunopms escreveu:CostaSR e jirschik, agradeço a atenção!

Minha moto é uma Shadow 600cc ano 99.
Hj fiz a lubrificação do cabo com WD40, mas não notei muita diferença. Vou conversar com meu mecânico sobre a troca do cabo.

Grande abraço!
Verifique mesmo quanto a necessidade da troca do cabo, pode ser que esteja perto do fim. O acionamento da embreagem da Shadow 600 é bem macio, mais até, do que minha antiga Mirage 250 e outras motos de mesmo porte ou cilindrada maior como a Boulevard 800.
"I wish not the doctrine of ignoble ease, but the doctrine of the strenuous life."
Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10313
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

12 Fev 2015, 09:50

Sete cuidados com a coluna durante uma viagem longa
Estudo indica que 80% da população já teve algum tipo de dor nas costas. Problema prevalece em idosos

Muito tempo na mesma posição não é muito agradável para a saúde da coluna. Um estudo britânico apontou que 80% da população mundial já sofreu com dores nas costas. Essa também é uma das reclamações da terceira idade. Com o passar dos anos, os músculos podem “encurtar” e, se não forem estimulados, a dor é um sinal de que as coisas não vão bem na região que sustenta o corpo.

Em viagens muito longas, é comum manter a mesma posição. Quando a pessoa levanta, a dor de alongar o corpo que estava encurtado é uma consequência.

Um dos problemas mais comuns entre os brasileiros é a hérnia de disco. No país, cerca de seis milhões de pessoas sofrem com o problema. No entanto, segundo o Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, a cirurgia é a solução para apenas 10% dos casos.

Saiba o que fazer antes e durante uma longa viagem para não sentir dores incômodas nas costas e curtir o feriado:

1. Quando for fazer as malas, não fique curvado por muito tempo.
2. Malas pesadas também podem fazer com que as costas acusem dor. É melhor dividir os pertences em duas malas do que sobrecarregar apenas uma. Isso facilita o transporte nos braços e costas.
3. Malas com rodas também são melhores do que aquelas que serão levadas nas costas ou nos ombros.
4. Alongue-se a cada uma hora. A cada duas horas, dê uma pausa na viagem e caminhe.
5. Uma almofada posicionada perto da lombar durante a viagem pode aliviar tensões e preservar a saúde da coluna. Colocar algo abaixo dos pés para mantê-los retos no chão também são boas opções para não forçar a musculatura.
6. Se a viagem for de ônibus ou avião, aproveite as paradas para caminhar. Caminhar no corredor também ajuda.
7. Se for dormir durante a viagem, use um apoio para o pescoço.

fonte
Imagem
Hoje Falcon 2007
Avatar do usuário
RenanSP
Mensagens: 1063
Registrado em: 15 Jun 2011, 18:32
Localização: São Paulo
Contato:

12 Fev 2015, 14:20

cros escreveu:
4. Alongue-se a cada uma hora. A cada duas horas, dê uma pausa na viagem e caminhe[/url]


Para quem viaja de moto e até mesmo de carro (pessoal acha que só moto da dor aqui e acolá) esta é uma das mais importantes, senão a mais importante.


Quando eu invento de "tocar direto" sem parar para alongamento, ou até mesmo caminhar, é dificil até descer da moto, fora a dor que parece "subir".

Os exercícios que procuro seguir antes de partir para uma viagem longa ou durante as paradas são mais ou menos parecidos com esses descritos aqui:

http://g1.globo.com/carros/dicas-de-mot ... -moto.html
"I wish not the doctrine of ignoble ease, but the doctrine of the strenuous life."
Responder