Traga uma amiga para a irmandade!

Espaço para mulheres discutirem o lado feminino do motociclismo

Moderadores: Moderadores, Colaboradores, Administradores

Responder
cros
Moderador
Mensagens: 10370
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

11 Ago 2014, 12:43

Lena_Kirara escreveu:Olá!
Sou nova aqui e tbm nova no mundo das motocicletas... (quase um ex garupa).
Desde de junho de 2014 comprei uma Virago 535 e não sei se foi uma boa idéia, pois não tenho muita prática de pilotagem (tirei carteira em 2010 - depois nunca mais pilotei).

Meu namorado disse que mesmo se eu vendesse esse virago e pegasse um intruder 125 eu teria o mesmo problema(medo de pilotar)... Será?!
De qualquer forma ela (infelizmente) está a venda... estou tentando criar coragem para voltar a pilotá-la... já tem 3 semanas que não piloto.
:cry: :cry: :cry:
Acho que é esse o problema, tu fez moto escola e lá eles não ensinam nada apenas te liberam para tirar carteira.
Tens que aprender essa questão de trocar a marcha, reduzir, não deixar apagar etc... acho que isso é aprendizagem, e demora um pouco, quem sabe um daqueles cursos de pilotagem?
Imagem
Hoje Falcon 2007
Avatar do usuário
Lena_Kirara
Mensagens: 11
Registrado em: 11 Ago 2014, 12:02
Localização: Goiânia

11 Ago 2014, 13:11

cros escreveu:
Acho que é esse o problema, tu fez moto escola e lá eles não ensinam nada apenas te liberam para tirar carteira.
Tens que aprender essa questão de trocar a marcha, reduzir, não deixar apagar etc... acho que isso é aprendizagem, e demora um pouco, quem sabe um daqueles cursos de pilotagem?

Há alguns meses atrás (antes de comprar a moto) eu tentei procurar alguma lugar que tenha essa aulas de pilotagem, mas infelizmente aqui em Goiânia não encontrei.
Aqui, mesmo se vc já tem a carta a aula é dada do mesmo jeito como se fosse tirar carta pela primeira vez. (cheguei a fazer 4 aulas - e não me ajudou muito) Achei muito estranho!!!
E por mais q as vezes apareça aqui no jornal campanha informando sobre essa falta de aprendizagem que tem por aqui, não se encontra nada q supra essa deficiência de ensino. Fica por isso mesmo... o novo habilitado q se lasque no transito, aprendendo na tora!!!
É triste isso!
Cheguei a pensar em trocar minha Virago 535 por uma Shadow 600 de um conhecido(já que a mesma tem o assento mais baixo e meu pé encosta todo no chão - achando que teria mais segurança de pilotagem - mas acho que seria mera ilusão - sei lá!).
Estou preocupada!!! Tenho uma moto boa nas mãos e não sei o que fazer... Tentar vencer o medo d ficar caindo nela a cada tranco de marcha ou deixá-la parada aguardando um comprador.
Segundo meu namorado: eu sei tudo que tem q fazer na moto... só falta é coragem para treinar... (cair e levantar...)
Antes de comprar a moto eu sabia que teria uma certa dificuldade, mas não ao ponto de querer desistir.
:(
cros
Moderador
Mensagens: 10370
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

11 Ago 2014, 13:25

Lena_Kirara escreveu: Há alguns meses atrás (antes de comprar a moto) eu tentei procurar alguma lugar que tenha essa aulas de pilotagem, mas infelizmente aqui em Goiânia não encontrei.
Aqui, mesmo se vc já tem a carta a aula é dada do mesmo jeito como se fosse tirar carta pela primeira vez. (cheguei a fazer 4 aulas - e não me ajudou muito) Achei muito estranho!!!
E por mais q as vezes apareça aqui no jornal campanha informando sobre essa falta de aprendizagem que tem por aqui, não se encontra nada q supra essa deficiência de ensino. Fica por isso mesmo... o novo habilitado q se lasque no transito, aprendendo na tora!!!
É triste isso!
Isso é assim até pra dirigir automóvel ou caminhão, essas auto-moto escola só tem como objetivo arrecadar o dinheiro. Cabe aos cursos (que são poucos) ensinar realmente as técnicas de direção.
Lena_Kirara escreveu: Cheguei a pensar em trocar minha Virago 535 por uma Shadow 600 de um conhecido(já que a mesma tem o assento mais baixo e meu pé encosta todo no chão - achando que teria mais segurança de pilotagem - mas acho que seria mera ilusão - sei lá!).
Estou preocupada!!! Tenho uma moto boa nas mãos e não sei o que fazer... Tentar vencer o medo d ficar caindo nela a cada tranco de marcha ou deixá-la parada aguardando um comprador.
Segundo meu namorado: eu sei tudo que tem q fazer na moto... só falta é coragem para treinar... (cair e levantar...)
Antes de comprar a moto eu sabia que teria uma certa dificuldade, mas não ao ponto de querer desistir.
:(
Precisa conversar com a Adriana (que criou esse tópico) ela vai servir como inspiração pra ti.

E acho até que a 535 é melhor que a Shadow para dirigir, assim como a Virago 250 ela (pra mim) parece mais confortável e mais na mão.
Imagem
Hoje Falcon 2007
Adriana Bunn
Mensagens: 157
Registrado em: 11 Nov 2009, 21:30
Localização: São José
Contato:

11 Ago 2014, 13:55

Oi Lena!

A opinião que vou te deixar é estritamente pessoal pois há muitos que discordam dela. Eu não só acho que o tamanho da moto influencia na aprendizagem, como já li algo sobre em sites de motociclismo dizendo que a moto tem que atender sim ao requisito "porte do piloto". Com o seu porte você pode pilotar a moto que tiver vontade e isso não tenha dúvida, o fato é que algumas são mais "confortáveis" para o tamanho da pessoa e outras não. Eu consigo pilotar a boulevard 1500 do meu namorado, mas se te dizer que é bom, legal, gostoso, prazeroso...não é.
Tendo passado por 3 motos de peso e porte diferentes te digo que começar numa grande você vai ter dois trabalhos, o de aprender a pilotar e o de dominar a moto, pra mim isso não serviria, posto que já sou toda estressada e atrapalhada. Se não quiser começar numa moto 125, faça um test drive numa mirage 250 que vc já vai sentir uma enorme diferença de peso, apesar do porte não ser tão diferente, e do manejo. Se gostar dela, vende a tua virago, compra a mirage, deixa a diferença rendendo um jurinho (enoooooooorme, mas ta valendo kkkk) e depois de aprender bem pega a moto que tu quiser. Se o medo for tão grande assim, encara a intruder 125 mesmo, pq ela é um doce de manejo e aprendendo bem, já sobe de categoria. Ou seja, primeiro pegue segurança e aprenda bem numa pequena, depois qualquer outra se tornará mais fácil.
Temos a Juju, que já saiu de cara numa shadow 600 e está se dando muito bem, mas a Juju né gente...como eu queria ter a tranquilidade que ela tem kkkkkkkkkk
O que eu falei não significa que você NÃO vai aprender a pilotar na sua moto, mas se vc tem tanta vontade e não gostaria de passar tanto trabalho como está passando, e aprender e ir ganhando segurança de uma forma mais gradual, considere, pois comecei assim e está dando super certo. Eu tenho 1,64, quando comecei a pilotar tinha 50 kg (hoje virei gente e tenho 60), e hoje, como não tenho um grande preparo físico e um monte de problema de "junta", tenho que andar com motos que me sejam práticas. Não me adiantaria hoje ter uma "moto dos sonhos" de 300 kg, com o joelho estourado, sendo que tenho que manobrar uma no dia a dia. Moto é meio que nem roupa, ela tem que te servir, se não deu com essa, tenta com outra, mas não abandona o sonho, tem muitas opções de modelo e tamanho para você se limitar a um unico. Espero ter ajudado em algo e estamos aí caso queira trocar uma ideia!
"Amar e mudar as coisas me interessa mais"

http://www.panicodeque.blogspot.com
Adriana Bunn
Mensagens: 157
Registrado em: 11 Nov 2009, 21:30
Localização: São José
Contato:

11 Ago 2014, 14:01

Ah e por favor, Lena
deleta o que teu namorado falou
:D
Ele "acha", quem sabe é você.

Lendo agora as postagens do cros, também lembrei que tenho uma amiga exatamente com suas medidas em SP que se deu muito bem com uma viraguinho.

Se ajudar, dá uma olhada no meu blog, com o link aí abaixo pra ver que perrengue faz parte kkkkkkkkkkkkk
"Amar e mudar as coisas me interessa mais"

http://www.panicodeque.blogspot.com
cros
Moderador
Mensagens: 10370
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

11 Ago 2014, 14:24

Adriana Bunn escreveu:Oi Lena!

Tendo passado por 3 motos de peso e porte diferentes te digo que começar numa grande você vai ter dois trabalhos, o de aprender a pilotar e o de dominar a moto, pra mim isso não serviria, posto que já sou toda estressada e atrapalhada. Se não quiser começar numa moto 125, faça um test drive numa mirage 250 que vc já vai sentir uma enorme diferença de peso, apesar do porte não ser tão diferente, e do manejo. Se gostar dela, vende a tua virago, compra a mirage, deixa a diferença rendendo um jurinho (enoooooooorme, mas ta valendo kkkk) e depois de aprender bem pega a moto que tu quiser. Se o medo for tão grande assim, encara a intruder 125 mesmo, pq ela é um doce de manejo e aprendendo bem, já sobe de categoria. Ou seja, primeiro pegue segurança e aprenda bem numa pequena, depois qualquer outra se tornará mais fácil.
Sei não, acho que as Viragos (e demais Cruisers), são as mais maleáveis para se dirigir.
Imagem
Hoje Falcon 2007
Adriana Bunn
Mensagens: 157
Registrado em: 11 Nov 2009, 21:30
Localização: São José
Contato:

11 Ago 2014, 14:34

[/quote]

Sei não, acho que as Viragos (e demais Cruisers), são as mais maleáveis para se dirigir.[/quote]

Então, cros... eu realmente não botei a mão em nenhuma virago (qual seja a cilindrada) pra poder emitir uma opinião, e acredito que até sejam mesmo boas de pilotar, mas quando ela fala do peso da moto para segurar nas pernas, não ter firmeza, não ter segurança aí eu sei perfeitamente do que ela fala pq inclusive senti o mesmo a cada troca de moto, mas aí já sabendo pilotar era mais uma questão de costume do que de pilotagem. Em duas semanas o problema estava resolvido. Talvez até se a Lara conseguisse uma moto menor só para aprender um pouco melhor mesmo, talvez nem precisasse se desfazer da moto que gosta, é que sei que é algo um pouco mais difícil, mas algumas pessoas até tem um irmão gente boa com uma moto menor... essas coisas né? hehehehe
"Amar e mudar as coisas me interessa mais"

http://www.panicodeque.blogspot.com
Tulio666
Mensagens: 109
Registrado em: 23 Fev 2013, 19:25
Localização: Goiânia
Contato:

11 Ago 2014, 14:44

Adriana Bunn escreveu:Ah e por favor, Lena
deleta o que teu namorado falou
:D
Ele "acha", quem sabe é você.

Lendo agora as postagens do cros, também lembrei que tenho uma amiga exatamente com suas medidas em SP que se deu muito bem com uma viraguinho.

Se ajudar, dá uma olhada no meu blog, com o link aí abaixo pra ver que perrengue faz parte kkkkkkkkkkkkk
¬¬
O namorado dela está lendo também! Rsrs...
Mas você está certa, eu falei que se ela pegasse uma maior iria ter um trabalho maior, porém não é algo que impossibilitaria a própria em aprender. Independende da moto que ela pegar os problemas serão os mesmo e/ou maiores que são o caso. Tranco na moto é dificul pra qualquer um, pode ser uma mobilete ou uma Big Trail. Dependendo de como estiver a moto irá ao chão. Algumas vezes poderá segura, e outra não.
Procuramos por motos 150 (Kansas) e Virago 250, mas estavam pedindo o valor que não vale, pelo estado ou pelo motor.
A diferente de peso de uma Virago 250 (147kg seco) para uma 535 (182kg seco) não é tão grande e uma Intruder 125 (107kg seco) também não tem uma diferença de peso que ela possa pensar: "No é como uma pena!". Eu que tenho uma M800 (247kg seco) a intruder é uma bicicleta.
Eu não implico com a moto que a Lena quer, pra isso é indiferente. Eu e meu amigo demos a ideia de pegar uma maior, devido a qual motivo? As virago 250, kansas 150 e mirage 250, não estavam valendo o preço, pois teriamos que além de pagar o valor da moto a mecânica seria outro assunto.
Encontramos a 535 por um valor ÓTIMO, mecânica ótima, estado ótimo e outros... Pagamos uma pechincha por ela. Pensava e MUITO ela. Porém, eu deixa na escolha dela de compra ou não. Não obriguei ninguém. Como ele comprou, eu informou que se não adaptasse à moto poderia vender e comprar outra.
Adriana Bunn
Mensagens: 157
Registrado em: 11 Nov 2009, 21:30
Localização: São José
Contato:

11 Ago 2014, 15:03

Certo, Tulio

Quando postei isso, imaginei que a sua fala deve ser no sentido de protegê-la (que ela teria uma mesma dificuldade em uma moto menor por causa da insegurança), não sei se é o caso, mas te digo por vivência mesmo, no dia a dia, sentido na pele, que para quem já tem medo, é uma fala que tem peso.
Lógico que compreendo que vocês vivem um processo e que aqui para nós chega uma parte dele, e formulamos esse juízo em cima daquilo que nos chega. Minha intenção depois de ter aprendido a pilotar em meio a um tratamento de síndrome do pânico, com todos os problemas e todas as deficiências e todos os perrengues que eu possa ter passado e hoje piloto, foi dar força para ela e não te criticar, e pela sua fala, também vi que você não levou para esse lado. O que quis dizer é que o aspecto psicológico tem sim um peso imenso, quando aprendi, tinha um companheiro que cada vez que eu jogava a chave da moto pro alto e dava um chilique e dizia que ia desistir, ele dizia para eu parar com aquilo porque eu sabia pilotar. A fala era essa: "para, você sabe, só tem que praticar!" Muitas vezes foi dali que veio a minha força, agora, claro, no fundo eu sabia que era uma verdade, e que eu tinha que ser forte e encarar aquilo ali se eu realmente quisesse andar de moto. Olha... foi um parto, foi sofrido, mas foi compensado.
Então quando sugiro moto menor, é uma opinião pessoal de quem tem que brigar não só com o técnico mas com o "psicotécnico" (que aí não sei se é o caso da Lara ou não, e tomara que não seja) e aí te digo que isso pode sim dar uma segurança maior, porque a gente se sente dominando a máquina. Mais uma vez reforço que minha intenção foi dar aquela força ao estilo "clube da luluzinha" para uma colega em apuros kkkkkkkkkkkkkkk
"Amar e mudar as coisas me interessa mais"

http://www.panicodeque.blogspot.com
Adriana Bunn
Mensagens: 157
Registrado em: 11 Nov 2009, 21:30
Localização: São José
Contato:

11 Ago 2014, 15:10

Complementando:
(maldita síndrome de ser rápida no "enter") kkkkkkkkkkkkkkkkk
Se a moto tá legal e foi encontrada nessas condições que vc disse tb seria um pecado se desfazer né... ahnnn situação dificil viu, mas ainda acho que ajudaria a Lara aprender numa moto que ela se sinta mais segura, ela poderia tentar testar outras e ver se ela se sente melhor em alguma outra, pode parecer engraçado dizer (agora o namorado dela me mata de vez) mas com a moto tem que rolar aquele sentimento ahauahuahauhauhauahuahauhauah
"Amar e mudar as coisas me interessa mais"

http://www.panicodeque.blogspot.com
Responder