Dafra: Lançamento & Novidades

Motos: Dafra Kansas 150, Dafra Kansas 250, Dafra Horizon 250

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Dafra

Responder
Jotace
Mensagens: 276
Registrado em: 01 Nov 2008, 17:54
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

04 Jul 2009, 09:57

marxluz escreveu:será que já não está na hora de uma iniciativa brasileira produzir suas próprias motos ?

assim teriamos motos com a cara dos brasileiros, e n com traços asiáticos. A exemplo da Troller, que é um dos meus sonhos de consumo, apesar que a Ford comprou ela, mas mostra que os Brasileiros são capazer de projetar e fabricar veículos com recursos próprios.

Imgina a Dafra produzindo e vendendo motos ao gosto nacional!
Isso já aconteceu. Veja o link:

http://www.motosantigas.com.br/fbm/MZ%2 ... %20FBM.htm

Acabou tudo no zero absoluto. :shock:
O importante é andar de moto.
Felipe garcia
Mensagens: 855
Registrado em: 21 Nov 2008, 20:29
Localização: São Paulo
Contato:

05 Jul 2009, 12:49

[quote="Jotace
Isso já aconteceu. Veja o link:

http://www.motosantigas.com.br/fbm/MZ%2 ... %20FBM.htm

Acabou tudo no zero absoluto. :shock:[/quote]

Muito show as motoquinhas. :D
Amazonas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Jotace
Mensagens: 276
Registrado em: 01 Nov 2008, 17:54
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

05 Jul 2009, 13:34

Felipe, de fato, pra época eram boas. Mas, sabe o que acho? Não "deixariam" um projeto nacional vingar.

Basta olharmos pras "fábricas" nacionais de carros. A única que seria genuinamente brasileira foi implodida, a GURGEL. De resto... :shock:
O importante é andar de moto.
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

05 Jul 2009, 13:54

Prá que produzir uma moto nacional se é muito mais fácil e rendoso importar uma Xing Ling?
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
Felipe garcia
Mensagens: 855
Registrado em: 21 Nov 2008, 20:29
Localização: São Paulo
Contato:

05 Jul 2009, 14:45

gildalfer escreveu:Prá que produzir uma moto nacional se é muito mais fácil e rendoso importar uma Xing Ling?
Concordo!!!! :?
Amazonas !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
CaioVSF
Mensagens: 117
Registrado em: 28 Ago 2008, 22:11
Localização: Feira de Santana
Contato:

06 Jul 2009, 18:28

Alô Alô amigos... :) um salve a todos!!!
gildalfer escreveu:Não me interessa se a TVS é a 1ª, 2ª ou 3ª maior fábrica de motos da Índia ou a Xing Ling é a maior da China e Xang Tang é a maior exportadora. O que eu quero é uma moto boa a um preço justo. O resto é conversa.
Concordo totalmente com o Gildalfer! Qualidade e preço é tudo!
Na minha humilde opinião o q devemos questionar é a qualidade dos produtos q dispomos no nosso mercado; claro q qualquer novidade no mercado nacional de motos traz consequencias positivas, como aumento de variedade e concorrência, mas cabe a nós consumidores aprovarmos ou ñ estas novidades.
Na minha opinião, em se tratando dessa associação Dafra - TVS devemos estar atentos ñ somente a design, mas também à tecnologia (ou, neste caso, falta de tecnologia) que a empresa indiana adota.
A exemplo da Flame 125cc, q provavelmente viria para o Brasil: Uma moto com design moderno, mas pesando 121Kg e com apenas 10 Cv :? ! Só a nível de comparação entre 125s nacionais:
FAN: 11,6Cv - 110Kg
YES: 13Cv - 112Kg
INTRUDER: 12,5Cv - 107Kg
YBR: 11,2Cv - 112Kg
MAX: 12,5Cv - 112Kg
(lembrando q tratam-se de motos de baixa cilindrada, onde 1Cv a + e 10Kg a menos faz muita diferença!)
Inj. Eletrônica nem em sonho! + uma vez, nada de inovação tecnológica; só maquiagem! :cry:

Minha singela opinião...
Abraço a todos!!!

:wink: :wink:
=*= 'K-10' =*=
Trudy Verde 08' / Montaria de um Guerreiro!
Galo
Mensagens: 526
Registrado em: 07 Jul 2009, 10:34
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

07 Jul 2009, 10:55

Primeiramente meu Olá a todos

Esse e meu primeiro recado, mas sou leitor do site a muito tempo já.

Sempre fui muito contra pré-conceitos,
mas oque o mercado de duas rodas do brasil acaba nos mostrando é que devemos sempre ficar receosos.

Buenas, uma parceria com uma grande Indiana ainda é uma parceria com uma Indiana, me corrijam se estiver errado, mas não possui nenhuma moto custom no site da TVS.

se as chinesas ainda não se ajeitaram por aqui e tão rebolando com a crise...

Cada vez mais vejo que a escalada do motociclista custom segura no Brasil se restringe a:
trudi 125cc,
mirage($$),
>750cc H-S-Y-HD ($$$$)
grandes H-S-HD ($$$$$$)
Colorado, Gaúcho e Motociclista
gildalfer
Mensagens: 2384
Registrado em: 22 Jul 2008, 00:23
Localização: Osório
Contato:

08 Jul 2009, 09:03

O Senador Arthur Virgilio (PSDB-AM), denunciou, à motonline, que a recente fusão da Dafra com o grupo TVS trará sérios prejuizos à indústria de motos no Brasil, tratando-se de um grupo de espertalhões, que faz negociatas, desonesto, com atraso tecnológico e conspiração contra empregos.
O negócio vai feder!!! :oops: :oops: :oops: :oops:


www.motonline.com.br
Tio Giba
O encanto de viajar está na própria viagem (M.Quintana)
Galo
Mensagens: 526
Registrado em: 07 Jul 2009, 10:34
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

08 Jul 2009, 09:10

O engraçado é que na matéria fala sobre Invasão Chinesa.

E a dafra começa uma fusão com uma indiana e falando em construir um laboratório de desenvolvimento de motor.

acredito que se encaixe mais na sundow/zoghpicaretas

Acho meio atrasada essa "revelação" de que as chinesas são montadadas e não fabricadas aqui.

Espero que isso não esteja acobertando apenas o protecionismo das grandes e sim que estimule um investimento sério na produção nacional
Colorado, Gaúcho e Motociclista
Arthur Cathiard
Mensagens: 62
Registrado em: 17 Mai 2009, 10:28
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

08 Jul 2009, 09:12

gildalfer escreveu:O Senador Arthur Virgilio (PSDB-AM), denunciou, à motonline, que a recente fusão da Dafra com o grupo TVS trará sérios prejuizos à indústria de motos no Brasil, tratando-se de um grupo de espertalhões, que faz negociatas, desonesto, com atraso tecnológico e conspiração contra empregos.
O negócio vai feder!!! :oops: :oops: :oops: :oops:


www.motonline.com.br
Ele já tinha falado isso antes.

Artigo do Senador:
17/08/2008
Diário do Amazonas - NEGOCISTAS CONTRA O EMPREGO
Arthur Virgílio Neto

Mais um escândalo para o rol interminável de delinqüências do governo Eduardo Braga: a Dafra Motos, chinesa, meramente maquiadora, está no Amazonas para concorrer deslealmente com a Moto Honda e demais empresas do fortíssimo pólo de duas rodas da Zona Franca de Manaus. Provocará desemprego, porque não vem para agregar valor econômico, tecnológico, industrial. Ensejará retorno a tempos ingratos, que expunham o PIM a críticas demolidoras da imprensa do Centro-Sul. Representará recuo nos investimentos saudáveis de quem produz de verdade, pelas dificuldades crescentes de competição com que apenas monta, com quem somente retira partes e peças dos caixotes para fingir produção e trabalho.
Estabeleceu-se na entrada do bairro de Santa Etelvina e exibe dezenas de milhões de reais investidos entre terreno e estoque. Em contraposição a isso, o contrato social de constituição da empresa Dafra da Amazônia Indústria e Comercio de Motocicletas Ltda. registra capital de apenas R$1 milhão divididos em um milhão de cotas, no valor nominal de R$1 cada uma, com 50% pertencentes a CGD Automóveis S/A e a outra metade a Liberdade Participações Societária Ltda.
A CGD apresenta como sócio-diretores o senhor Claudio Dahruj, residente e domiciliado em Campinas (SP) e a senhora Márcia Dahruj, estabelecida na capital paulista. A Liberdade Participações se faz representar pelos srs. Paulo Sérgio Moreira Franco e João Paulo Moreira Franco, ambos também residentes e domiciliados na cidade de São Paulo.
Um alto parente do governador me afirmou que os Dahruj representariam a parte chinesa, enquanto os Moreira Franco ficariam as vezes do verdadeiro dono brasileiro, a saber, o sr. Eduardo Braga, que já não é unanimidade sequer em seu próprio clã. O alto parente foi taxativo: “veja como a liberdade participações é a cara do Eduardo. É o mesmo método usado na sua holding Parintins Participações. Quase uma marca registrada”.
Parece ter razão esse Braga informante da Coluna. Afinal, no ápice da desfaçatez, a Parintins Veículos será a distribuidora das motocicletas ‘produzidas’ pela Dafra da Amazônia. Na mesma sede onde Eduardo Braga, longe ainda do governo estadual, vendia veículos da marca Renault, amargando dificuldades próprias de comerciantes que não têm nas mãos a gazua mágica arrombadoras de cofres públicos.
Cobro do Secretário de Planejamento do Estado dr. Denis Benchimol Minev que publique quadro comparativo dos incentivos concedidos à Moto Honda e à Dafra. A sociedade amazonense precisa conhecer esses dados com precisão e transparência, pois o quadro que se desenha e de extrema gravidade.
Importando partes e peças da China e meramente fazendo maquiagem em Manaus, a Dafra desempregará a média de mais de 1 trabalhador por motocicleta, exatamente o oposto do que opera a Honda, que optou por adensar sua cadeia produtiva, importando hoje apenas 5% do exterior para construir seu modelo mais vendido, que é o CG 150, composto por mais de 60% de componentes produzidos em Manaus e cerca de 35% no sudeste brasileiro.
Observem bem os leitores: 95% de nacionalização por parte da Honda, com 60% produzidos em Manaus, em oposição à importação de praticamente 100% da China pela Dafra, desempregando no Amazonas e no Brasil e significando estagnação tecnológica para nossa Indústria de duas rodas.
As projeções de mercado indicam que Manaus produzirá 2 milhões de motos, em 2008, 1.6 milhão dos quais sob os métodos da Honda. Os aventureiros da Dafra já lançarão às vendas algo em torno de 100 mil unidades, praticamente a segunda colocação do setor. Para 2009, espera-se incremento de 15% e, portanto, mais produtos maquiados prosseguirão gerando desempregos e ameaçando investimentos responsáveis e de boa produtividade
É preciso mudar as regras do Processo Produtivo Básico (PPB) que, atualmente, regem a fabricação de motocicletas no Pólo Industrial de Manaus. Os parâmetros devem ser exigentes quanto à nacionalização dos componentes, seguindo o padrão da gigantesca empresa japonesa que acreditou no Amazonas e não deve ser desestimulada pela ação de negociatas públicos e espertalhões privados.

Carlos Braga Filho

Tentam intrigar-me com o irmão do soba. Não sou de engravidar pelos ouvidos. Mas disseram-me – pessoas de muita proximidade do governador e sua família – que Braga Filho estaria promovendo “investigação” a meu respeito e que, aliás, teria encontrado referência à defesa que fiz, na CPI da Exploração Sexual Infantil, do vice-governador Omar Aziz. Defesa que fiz com convicção e da qual não me arrependo, diga-se de passagem, enquanto Braga e outros “amigos” de Omar se escondiam atrás de suas notórias pusilanimidades.
Disseram-me, também, que Braga Filho teria interesse direto na Dafra e na venda de remédios para o Estado, contrariando as regras mais comezinhas da moralidade pública. Disseram-me, que sua filha, dra. Martha Braga seria, de fato, a Secretária de Infra-Estrutura do Amazonas, com todas as conseqüências daí advindas, num governo do padrão desse que aí está.
Repito: não engravido pela audição e, assim, não creio em nenhuma dessas informações. Pelo menos neste momento.

Ódio

Um secretário de Estado assegurou-me que o governador amigo da Dafra ‘baba’ toda vez que menciona meu nome. Olhando suas fotos, vejo-o aparentemente mal dos hormônios. Para que ele não me odeie mais, devo fazer o quê? Não lhe denunciar as falcatruas? Não posso! Mesmo que sua baba vire mar e inunde o deserto do Saara.
Prefiro rezar por ele e enviar-lhe algumas caixas de lenço de presente.
Responder