AME-250 C1: Problemas e soluções

Moto: Amazonas AME

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Amazonas

Responder
Avatar do usuário
wdutra
Mensagens: 22
Registrado em: 03 Set 2008, 20:03
Localização: Cariacica
Contato:

13 Dez 2008, 20:23

Prezado py5cac,

seguindo sua recomendação, fui ao PROCON, eles me orientaram a acionar o juizado, pois a revenda se preveniu enviando uma carta para mim dizendo que a moto estava pronta, mas é claro, tenho testemunhas e gravações onde a atendente diz que a moto esta pronta para rodar, mas que a troca do tanque esta aguardando uma posição da Amazonas. Engraçado é que a revenda enviou uma carta dizendo que a moto estava pronta. Fui até a revenda e não tinham andado com a moto. Agora depois da moto pronta, a mesma aparece com quase 80km rodado.

Prezado zzosurfer,

ja tinha até decidido ficar com a moto, mas desanimei quando percebi que a revenda andou quase 80 km com a moto.

Meu tio tinha oficina de carro, já trabalhei com ele por muitos anos, ja prestamos serviços para muitas empresas e até a Polícia Militar e Cívil do ES e nunca fizemos isto com veículo de clientes. O máximo que rodava-mos para teste era uns 6 km.

A revenda justificou o uso da moto dizendo que era para ver onde estavam as vibrações que eu tinha relatado, porém, ja havia mostrado que eram nas lentes dos faroletes. Além disto, a rua de traz da revenda é de paralelepípedo, não era necessário ir longe para verificar isto.

Contribui também a falta de palavra da revenda. Eles entregaram uma moto com defeito na pintura do tanque, mostraram o defeito para mim no momento da entrega, se comprometeram em trocar na revisão de 500km, porém, agora colocam o dedo em cima do defeito e falam que não estão vendo nada. Isto é atitude de quem quer se dar bem em cima dos outros (pilantragem). Além disto, agora desconhecem o relatório de entrega e dizem para eu provar que peguei a moto assim.

Para contribuir, a Amazonas nunca retornou as ligações que se comprometeram em dar retorno. Creio que não estão nem aí também, pois se estivessem, ja teriam solicitado a revenda o relatório de entrega da moto.

Certamente se houvesse aqui uma empresa comprometida com o pós venda, seria um bom negócio ter uma Amazonas.

Irei entrar em contato novamente com a Amazonas nesta semana. Será a última tentativa, espero que eles resolvam meu problema, pois se não resolverem irei enviar para os jornais e postar na Internet cópias das OS, fotos, conversas gravadas e um link direto para os processos que a revenda ja respondeu e responde hoje na justiça.

Tudo dentro da legalidade e com a acessoria de meu advogado.

Perderão o tempo deles me processando por calúnia e se tentarem fazer alguma coisa comigo, ainda serão o primeiro a receber a visita da polícia.
Wallace Soares Dutra
ticaosp
Mensagens: 12
Registrado em: 07 Set 2008, 21:57
Localização: São Paulo
Contato:

13 Dez 2008, 23:29

zzosurfer escreveu:
ticaosp escreveu:
Gostaria de informar que tive o mesmo problema de falha/pipocos andando em regimes de 5000 a 6000 RPM, e o pior de tudo e' que descobri isso viajando com meu filho na garupa de SP-Capital para Itupeva, pouco mais de 60Km, que inclusive levaram 1:30 para serem percorridos, pois tinha que a cada 5 minutos parar no acostamento (que perigo!) porque o motor simplesmente nao respondia mais. O pior e' que a volta nao foi diferente e nao menos perigosa, pois tinha que ficar andando ao lado do agostamento, junto com os onibus e caminhoes, pois a qualquer momento o motor pipocava e nao respondia. O pior e' que estou utilizando a moto a 1 semana para ir trabalhar e este sintoma nao apareceu, uma vez que na cidade anda-se diferente do que na estrada. Como a moto esta com 505km terei que leva-la nesta segunda para a revisao e vamos ver no que da. Tambem reclamei quando peguei a moto sobre defeitos de pintura no tanque de combustivel e espero que o mesmo seja trocado. Tambem apresenta problemas de vazamento de combustivel, mesmo com o tanque pela metade, pois como ja tinha visto neste forum sobre problemas com vazamento, resolvi fazer mais visitas no posto e manter o tanque sempre pela metade para evitar estes vazamentos... mas infelizmente isso nao funcionou...
A moto ate os 300km apresentava uma grande dificuldade de engatar a 3, 4 e 5 marchar... agora melhorou um pouco, mas ainda nao esta 100%. Apresenta ainda o problema cronico da corrente que fica batendo na protecao.
Bom, sinceramente espero que apos esta revisao a moto fique em ordem... Senao vou partir para uma japonesa...
Caro Ticaosp,

Eu tenho uma Mirage e um primo que queria comprar uma moto custom pra andar comigo mas não tinha grana pra pegar uma Kasinski, então passamos a fazer pesquisas pra ver dentro das possibilidades dele qual seria a melhor opção, pois bem o que nos levou a decidir pela AME C1 foi principalmente a motorização, pois ambos já tivemos Intruder 250 e sabíamos do que aquele motorzinho era capaz, além de durável.
Sabíamos no entanto que aquele monte de plásticos seriam um problema em potencial, mas pela beleza e pelo porte da moto achamos que valeria o risco.
Pois Bem, ele já pegou a moto na revsão e o problema foi sanado com a limpeza do carburador, portanto sorte ou não a parte elétrica com certeza não era.
A verdade é que a moto tá um "canhão" agora.
Quanto ao protetor de corrente, só conseguimos sanar depois que fizemos a adaptador de alumínio fazendo com que o protetor de corrente ficasse mais distante da corrente e o melhor, não foi necessário trocar o cobre corrente cromado pelo de ABS preto.
Quanto as marchas, também percebi a dificuldade com o cambio no princípio mas agora tá macio igual manteiga, saliento no entanto que o meu primo trabalha com a moto diariamente e já rodou 1500Km
Portanto meu camarada, não desanime da moto assim tão rápido, vai acertando os detalhes devagarinho que quando vc perceber ela vai estar perfeita.
Eu concordo com o Dutra no aspecto da total falta de preparo do pessoal das revendas, mas acredito que com o tempo isso vai melhorando, foi assim com a FYM e com a Kasinski também mas agora a gente já encontar gente boa no pedaço.

Boa Sorte Camarada,

Zzo
Peguei a motoca nesta última sexta (12/12/08) da revisão. Conversei com o mecanico e ele disso que trocou o elemente de ar e regulou o carburador para uma mistura mais rica. Realmente a moto está mais esperta, mas somente vou saber se o problema sumiu quando pegar uma estrada de novo. Quando isso acontecer, posto aqui o resultado.
Com relação ao tanque de combustível vazar, o pessoal de revenda disse que isso é resolvido com um anel de borracha que deve ser colocado e que eles não tinham no momento da revisão. Se alguém puder me informar onde eu acho, agradeço. Aliás gostaria de saber se é para trocar o anel ou colocar um novo junto.
Muito obrigado pelos conselhos, mas não pretendo desanimar não! Afinal esta é minha primeira motoca e estou adorando pilotá-la, mesmo com estes probleminhas.

Apenas como comentário, hoje levei um tombinho com ela quando tentei sair e esqueci de tirar o bendito cadeado do freio a disco... nada de grave, apenas com o orgulho ferido!

Abraço a todos.
AME C1 2007
telemoraes
Mensagens: 1
Registrado em: 14 Dez 2008, 15:45

14 Dez 2008, 16:29

Ola wdutra,

tenho acompanhado este tópico e não consegui mais ficar somente como visitante.

Como investigador da Polícia Civil no ES, devo lhe dizer que andar com o veículo de cliente é grave. Fazer testes, tudo bem, porém como você relatou, eles utilizaram o veículo após ja terem lhe notificado sobre a conclusão dos reparos.

Recomendo a você a procurar uma delegacia de polícia e registrar um boletim de ocorrência do fato. Isto lhe servirá também para se resguardar de eventuais delitos que possam ter sido feito utilizando sua moto. Se sua moto ja estava liberada, então para que finalidade ela foi utilizada pela revenda?

Eles terão que prestar depoimento e esclarecer o uso da moto. Caso tenham adulterado seu velocimêtro, então o fato é ainda mais grave. Adulterar velocimêtro é crime.

Recomendo também a tomar cuidado. Hoje as pessoas estão perdendo a cabeça e tentando encobrir seus próprios erros de forma violenta.

Esta revenda realmente esta agindo de ma fé com muita gente. Um amigo comprou uma destas C1. Na hora perguntou se era 2008. Falaram que era zero. Quando recebeu a moto, viu que foi enganado.

Eles estão vendendo as motos mas não querem atender casos de garantia.

Agora vai uma dica, como você ja deve ter percebido após ter feito sua compra, antes de comprar outra moto, verifique a empresa no http://www.tj.es.gov.br/, la estão os processos das empresas, por alí ja vai da pra sentir se terá problemas. No caso da Speed & Race, verá que você não foi o primeiro, eles tem vários processos.
ticaosp
Mensagens: 12
Registrado em: 07 Set 2008, 21:57
Localização: São Paulo
Contato:

15 Dez 2008, 10:17

ticaosp escreveu:
zzosurfer escreveu:
ticaosp escreveu:
Gostaria de informar que tive o mesmo problema de falha/pipocos andando em regimes de 5000 a 6000 RPM, e o pior de tudo e' que descobri isso viajando com meu filho na garupa de SP-Capital para Itupeva, pouco mais de 60Km, que inclusive levaram 1:30 para serem percorridos, pois tinha que a cada 5 minutos parar no acostamento (que perigo!) porque o motor simplesmente nao respondia mais. O pior e' que a volta nao foi diferente e nao menos perigosa, pois tinha que ficar andando ao lado do agostamento, junto com os onibus e caminhoes, pois a qualquer momento o motor pipocava e nao respondia. O pior e' que estou utilizando a moto a 1 semana para ir trabalhar e este sintoma nao apareceu, uma vez que na cidade anda-se diferente do que na estrada. Como a moto esta com 505km terei que leva-la nesta segunda para a revisao e vamos ver no que da. Tambem reclamei quando peguei a moto sobre defeitos de pintura no tanque de combustivel e espero que o mesmo seja trocado. Tambem apresenta problemas de vazamento de combustivel, mesmo com o tanque pela metade, pois como ja tinha visto neste forum sobre problemas com vazamento, resolvi fazer mais visitas no posto e manter o tanque sempre pela metade para evitar estes vazamentos... mas infelizmente isso nao funcionou...
A moto ate os 300km apresentava uma grande dificuldade de engatar a 3, 4 e 5 marchar... agora melhorou um pouco, mas ainda nao esta 100%. Apresenta ainda o problema cronico da corrente que fica batendo na protecao.
Bom, sinceramente espero que apos esta revisao a moto fique em ordem... Senao vou partir para uma japonesa...
Caro Ticaosp,

Eu tenho uma Mirage e um primo que queria comprar uma moto custom pra andar comigo mas não tinha grana pra pegar uma Kasinski, então passamos a fazer pesquisas pra ver dentro das possibilidades dele qual seria a melhor opção, pois bem o que nos levou a decidir pela AME C1 foi principalmente a motorização, pois ambos já tivemos Intruder 250 e sabíamos do que aquele motorzinho era capaz, além de durável.
Sabíamos no entanto que aquele monte de plásticos seriam um problema em potencial, mas pela beleza e pelo porte da moto achamos que valeria o risco.
Pois Bem, ele já pegou a moto na revsão e o problema foi sanado com a limpeza do carburador, portanto sorte ou não a parte elétrica com certeza não era.
A verdade é que a moto tá um "canhão" agora.
Quanto ao protetor de corrente, só conseguimos sanar depois que fizemos a adaptador de alumínio fazendo com que o protetor de corrente ficasse mais distante da corrente e o melhor, não foi necessário trocar o cobre corrente cromado pelo de ABS preto.
Quanto as marchas, também percebi a dificuldade com o cambio no princípio mas agora tá macio igual manteiga, saliento no entanto que o meu primo trabalha com a moto diariamente e já rodou 1500Km
Portanto meu camarada, não desanime da moto assim tão rápido, vai acertando os detalhes devagarinho que quando vc perceber ela vai estar perfeita.
Eu concordo com o Dutra no aspecto da total falta de preparo do pessoal das revendas, mas acredito que com o tempo isso vai melhorando, foi assim com a FYM e com a Kasinski também mas agora a gente já encontar gente boa no pedaço.

Boa Sorte Camarada,

Zzo
Peguei a motoca nesta última sexta (12/12/08) da revisão. Conversei com o mecanico e ele disso que trocou o elemente de ar e regulou o carburador para uma mistura mais rica. Realmente a moto está mais esperta, mas somente vou saber se o problema sumiu quando pegar uma estrada de novo. Quando isso acontecer, posto aqui o resultado.
Com relação ao tanque de combustível vazar, o pessoal de revenda disse que isso é resolvido com um anel de borracha que deve ser colocado e que eles não tinham no momento da revisão. Se alguém puder me informar onde eu acho, agradeço. Aliás gostaria de saber se é para trocar o anel ou colocar um novo junto.
Muito obrigado pelos conselhos, mas não pretendo desanimar não! Afinal esta é minha primeira motoca e estou adorando pilotá-la, mesmo com estes probleminhas.

Apenas como comentário, hoje levei um tombinho com ela quando tentei sair e esqueci de tirar o bendito cadeado do freio a disco... nada de grave, apenas com o orgulho ferido!

Abraço a todos.
Pessoal, infelizmente o problema persiste e fiquei na mão enquanto estava indo para a Serra da Cantareira, numa estrada de aproximadamente 6 KM e que nem acostamento tem. Passei sufoco de novo, e agora com minha patroa na garupa! Hoje vindo para o trabalho pela Marginal Tiete, de novo a moto parou, sempre quando mantenho regines constantes de RPM e velocidade (5000 a 6000 e 80 a 90 km/h). O pior é que entrei em contato com revenda que fez a revisão dos 500km e estão sem braço pra me atender. Liguei pra outra de Osasco e me disseram que se precisar pedir peça pra fábrica, vai demorar de 10 a 15 dias úteis, porque a AME está fazendo inventário (...espero que não seja para abrir falência, e seja apenas para mudar a fábrica de lugar como informaram...)!!!!. Se alguém puder me ajudar ou teve este sintoma, pois é muito estranho que depois de 3 a 5 minutos parado ela volte a funcionar normalmente (...acho que é alguma peça que esquenta, e depois que esfria, volta a funcionar normalmente de novo...).
Estou pensando seriamente em levar em um mecânico qualquer pra dar pelo menos um diagnóstico e se precisar trocar alguma peça, solicitar pra AMAZONAS.
Estou começando a ficar muito put. com estes problemas e o pior é que não dá nem pra passar a moto pra frente deste jeito!!! :x :x :x
AME C1 2007
Avatar do usuário
ZZO
Mensagens: 737
Registrado em: 23 Ago 2008, 18:31
Localização: São Bernardo do Campo
Contato:

15 Dez 2008, 19:02

Po Ticão, que chato cara...
Confesso que quando vi no indice do forum que vc tinha postado um comentário, achei que vc teria boas noticias pra dividir com a gente... pena que foi o contrario... Sinto muito brother!!!
Parece uma put* falta de sorte, pois temnho visto varias AME C1 nos passeios da Irmandade e não escuto críticas.
Pelo que vc descreve me parece que a alimentação de combustível está sendo cortada subitamente e normalmante este tipo de defeito intermitente é algo chato de resolver, mas na maioria das vezes é algo "besta" quando a gente finalmente acha e resolve.
Te aconselho a trazer a moto aqui na revenda do ABC (onde meu primo comprou a dele) pois o pessoal me pareceu bem profissional, se tiver interesse me passe uma MP e eu te passo mel cel. e me proponho a ir contigo lá.

Grande Abraço

Zzo
Família
VIRU'S

"...Mais vale um c* na mão do que dois no asfalto..."
ticaosp
Mensagens: 12
Registrado em: 07 Set 2008, 21:57
Localização: São Paulo
Contato:

15 Dez 2008, 21:54

zzosurfer escreveu:Po Ticão, que chato cara...
Confesso que quando vi no indice do forum que vc tinha postado um comentário, achei que vc teria boas noticias pra dividir com a gente... pena que foi o contrario... Sinto muito brother!!!
Parece uma p*ta falta de sorte, pois temnho visto varias AME C1 nos passeios da Irmandade e não escuto críticas.
Pelo que vc descreve me parece que a alimentação de combustível está sendo cortada subitamente e normalmante este tipo de defeito intermitente é algo chato de resolver, mas na maioria das vezes é algo "besta" quando a gente finalmente acha e resolve.
Te aconselho a trazer a moto aqui na revenda do ABC (onde meu primo comprou a dele) pois o pessoal me pareceu bem profissional, se tiver interesse me passe uma MP e eu te passo mel cel. e me proponho a ir contigo lá.

Grande Abraço

Zzo
Cara, obrigado mas ainda vou tentar levar a moto pra uma revenda um pouco mais perto de onde moro. Tinha marcado hoje mas nao consegui sair do trabalho antes do horario pra levar. Acho que amanha consigo.

Abraco.
AME C1 2007
ticaosp
Mensagens: 12
Registrado em: 07 Set 2008, 21:57
Localização: São Paulo
Contato:

16 Dez 2008, 23:28

ticaosp escreveu:
zzosurfer escreveu:Po Ticão, que chato cara...
Confesso que quando vi no indice do forum que vc tinha postado um comentário, achei que vc teria boas noticias pra dividir com a gente... pena que foi o contrario... Sinto muito brother!!!
Parece uma p*ta falta de sorte, pois temnho visto varias AME C1 nos passeios da Irmandade e não escuto críticas.
Pelo que vc descreve me parece que a alimentação de combustível está sendo cortada subitamente e normalmante este tipo de defeito intermitente é algo chato de resolver, mas na maioria das vezes é algo "besta" quando a gente finalmente acha e resolve.
Te aconselho a trazer a moto aqui na revenda do ABC (onde meu primo comprou a dele) pois o pessoal me pareceu bem profissional, se tiver interesse me passe uma MP e eu te passo mel cel. e me proponho a ir contigo lá.

Grande Abraço

Zzo
Cara, obrigado mas ainda vou tentar levar a moto pra uma revenda um pouco mais perto de onde moro. Tinha marcado hoje mas nao consegui sair do trabalho antes do horario pra levar. Acho que amanha consigo.

Abraco.
Mais uma: hoje a moto comecou a fazer um barulho infernal... quando parei e olhei o que estava acontecendo, percebi que o protetor da corrente tinha quebrado!!! Quanto a levar na autorizada, como estou usando ela todo o dia para ir trabalhar, somente quando for fazer a revisao dos 1000km. Acho que ate antes do ano novo ela atinge esta km.
Abracos.
AME C1 2007
CHICOBOY
Mensagens: 35
Registrado em: 05 Set 2008, 19:49

09 Jan 2009, 17:02

ticaosp: pelo que VC relatou, posso te dar algumas dicas quanto aos pipocos e cortes de funcionamento do motor, obviamente estou dando um pequeno chute, pois pra ter certeza, eu precisaria estar com o veículo em mãos, mas no caso que VC relata ao verificar a tua moto eu apostaria inicialmente em falha elétrica, pode ser um CDI danificado que corta a faísca a uma certa temperatura, ainda pode ser o sensor de pulso (ou ponto) lá no gabinete do volante do magneto também danificado, indo mais a fundo ainda, se nada disso resolver, a substituição do estator, retificador e até mesmo da bobina de ignição não seriam descartados a princípio, pois falamos de um defeito intermitente, é muito mais fácil a ocorrência de defeitos intermitentes em aparatos eletro-eletrônicos do que em aparatos mecânicos, mas como falei, to dando um pequeno "chut" pode ser uma outra coisa nada haver com o que eu falei, uma vez uma XL350 que eu tinha acontecia meio similar a isso, nela era o fio de aterramento partido dentro do chicote, bem na parte próxima da mesa inferior da suspensão dianteira, de tanto virar o guidon pra lá e pra cá e ptanto o chicote que por ali passava, o dito fio acabou partindo, conforme a moto andava, dava contato, acelerava, ela vibrava e pronto, danava com tudo e eu ficava na mão hehehehehe, alicate e fita isolante resolveram o problema, depois de muito sofrimento hehehehehe...
Quanto ao anel na tampa do tanque, VC pode usar um anel "O"ring, compra em casas especializadas, algumas que vendem rolamentos também vendem esses anéis, tem de diversas medidas, na minha moto fiz uma adaptação mais caseira, pode até me chingar, mas ficou 100% perfeito; cortei um anel de plástico com a tesoura, tirado de uma embalagem de óleo Motul 20W-50, e coloquei por debaixo da borracha original da tampa, isso aumenta a pressão da mesma contra o gargalo do tanque e o vazamento pára, no caso de usar o anel, faz o mesmo, compra um mais fino e coloca ele por baixo da borracha original, tb resolve

telemoraes
Agradeço a tua dica do site do poder judiciário, foi ótima, eu nem fazia idéia que era possível consultar isso pela Net, brigadum...

wdutra
fico muito triste e indignado ao continuar lendo os teus relatos amigo, nunca imaginei que as coisas pudessem chegar a tal ponto no teu caso específico, inclusive isso que VC falou quanto ao fato de terem rodado 80Km com a sua moto sem autorização, se realmente for verdade, no mínimo causa a indignação não só minha, mas de toda e qualquer pessoa que esteja acompanhando os acontecimentos que VC relata, mesmo na minha própria oficina a pleno vapor quando estava aberta ao público em geral, eu sempre pedia para que o próprio cliente testasse a moto antes de pagar meus honorários, e se isso não fosse possível, eu mesmo testava, mediante a liberação prévia do cliente, sempre usei desse bom senso, pelo simples fato da maioria das vezes o cliente nunca deixar os documentos do veículo com o mecãnico, aí já viu, vai que saio pra fazer um teste e acabam me parando numa Blitz, obviamente só dá transtorno, sem contar as inúmeras outras possibilidades, a começar de motoristas "NOBs" (hehehehe) que poluem as ruas do nosso País e não tem muito respeito pelos motociclistas e as vezes causam acidentes....
Avatar do usuário
wdutra
Mensagens: 22
Registrado em: 03 Set 2008, 20:03
Localização: Cariacica
Contato:

09 Jan 2009, 19:38

Pesssoal, peguei minha moto no dia 12/12/2009 e no dia 13/12/2008 a mesma queimou o farol.

Quanto aos reparos, fiquei com o paralama recuperado e a pintura do tanque a revenda informou que a fábrica não autorizou o reparo.

O barulho quando anda com a moto a 20 km/h continua, parece um carrinho de mão. Esta semana irei retirar a roda trazeira, pois creio que a mesma foi montada sem nenhuma lubrificação no retentor.

Ja os demais reparos, percebi que fizeram tudo e muito mais que ainda não tinha solicitado.

Acho que agora a revenda esta mais focada na satisfação do cliente e não em empurrar os problemas para frente.

Infelizmente tive que retornar com a moto no dia 02/01/2009. Aproveitei para trocar o óleo e filtro, além de pedir o reparo do farol queimado e do protetor de corrente que apesar de terem tentado corrigir, o mesmo ainda estava batendo muito, aproveitei também para pedir novamente uma solução para algumas vibrações que ainda ficaram, além do barulho que continua ao rodar perto dos 20 km/h.

Corrigiram o protetor que agora ficou ótimo, a vibração que tinha na frente da moto e o painel do tanque que havia entrado água, porém o barulho ainda continua e o farol não pode ser trocado devido a revenda não ter a lampada. Por outro lado, percebi que fizeram algumas lubrificações e ajustes, pois a moto ficou muito macia.

Como nem tudo são flores, estou aguardando uma posição da revenda sobre o farol, pois é a segunda vez que o mesmo queima.

Pude ver que a revenda melhorou o atendimento de forma nunca visto em nenhuma empresa.

Agora, além de satisfeito com a moto, também estou com o atendimento da revenda.

Estou quase indicando para os colegas...
Wallace Soares Dutra
CHICOBOY
Mensagens: 35
Registrado em: 05 Set 2008, 19:49

12 Jan 2009, 12:11

Amigo; folgo ao ler seu relato agora, e fico muito feliz, e pelo que vejo ao que tudo indica está havendo um relativo acerto entre as partes, o que sem dúvidas só traz a acrescentar para os dois lados envolvidos, e também para o lado dos outros membros do Motos Custon, que com certeza estão acompanhando os acontecimentos deste tópico por todo o Brasil, e com muita atenção, quero aproveitar a ocasião também para agradecer a todo o Staff deste portal, por manterem este tópico ativo e desbloqueado por todo este tempo, inclusive dando a oportunidade para tantos poderem registrar aqui publicamente seus descontentamentos, observações ou elogios, isso é muito bom, e que continuem descendo os "replyes", agora que voltei de férias, entrarei aqui com mais frequencia, Abraços a todos.
Responder