Carburador: Como funciona?

Ferramentas, peças e manutenção de motos

Moderadores: Colaboradores, Administradores, Moderadores

Responder
Avatar do usuário
hellmann
Mensagens: 326
Registrado em: 04 Dez 2009, 21:08
Localização: Curitiba
Contato:

07 Ago 2010, 23:26

como funciona o carburador, essa peça que é o clímax do motor, cheio de regulagens e a querida desculpa do mecânico.
hoje vou colocar um modelo MUITO simples, outro dia faço ao continuação com os diafragmas, esguicho e tudo mais.
carburador HONDA 125
Imagem
este é um carburador visto pelo coletor de admissão, o lado do motor. o funcionamento principal dele é com um conjunto de peças composto por um cilindro (pistonete) e uma agulha, que se movimentam juntos, SÃO PRESOS UM NO OUTRO! na foto dá pra ver o pistonete, a peça que tá refletindo mais lá dentro do bura.
Imagem
aí ele tá acelerado. dá pra ver a agulha! o pistonete subiu, perceba que lá em cima, onde termina aquela 'torre' (que é a pista por onde o pistonete escorrega) tem um bagulho de plástico preto, onde vai o cabo. quando voce acelera ele puxa esses dois caras (agulha e pistonete) pra cima.

o grande segredo disso é que a agulha é cônica, levemente, ela quando tá lá embaixo encaixa e tampa um furo, que vai ligado na cuba (fotos adiante) de gasolina. quando ela sobe, ela fica 'folgada' nesse furo e a sucção do motor puxa gasolina pra fora por ali, e como o pistonete também subiu e permite passagem de ar, o motor acelera.
pistonete controla ar e agulha controla gasolina.

'existe aguma outra coisa que controle o ar?'
só uma: o afogador.
Imagem
vista do carburador pelo lado oposto, o do filtro de ar.
Imagem
afogador puxado, percebam que ele tem um pequeno furo embaixo a direita, não veda totalmente, senão o motor morre. como o vácuo do motor ainda é grande, ele puxa mais gasolina pelo buraco da agulha, já que não consegue puxar o ar.

'existe outra coisa que controle a gasolina?'
sim, muitas! todos os furos e tubos que aparecem no corredor por onde a mistura passa dentro do bura são saídas de gasolina. vamos mostrar elas aqui já já!

a lenta desse carburador é dada por esse parafuso aqui:Imagem
ele atravessa a 'torre' e cutuca uma parte do pistonete que é inclinada, já feita pra isso. quanto mais o parafuso entra, mais ele força o pistonete pra cima empurrando essa parede inclinada. apertei ele exageradamente e fotografei
Imagem
compare com a primeira foto do post pra ver a diferença (apontada pela seta verde). sem segredos.
agora, vamos desmontar!
Imagem
três parafusos que separam a cuba do resto do corpo do arburador
Imagem
esta é a cuba, ela tem esse pint* aí bem alto e fino que é um ladrão. se por acaso o mecanismo de entrada de gasolina não funcionar e entrar gasolina infinitamente na cuba, ela sobe até o nível do furo da ponta do ladrão, e desce por ele, saindo pelo fundo, por aqui:
Imagem
se voce tampar esse furo embaixo e esperar mais uns 15~30seg a gasolina começa a vazar pela boca do carburador, e por todos os oturos buracos, não faça isso só por preguiça de limpar a gasolina que tá escorrendo, voce vai ter ainda mais se tampar.

voltando a foto anterior, veja que no fundo do carburador, numa parte meio suja de vermelho tem umas formas complexas ali. aquele é outro ladrão, que na verdade é um furo com parafuso, visível na última foto. assim voce esvazia a cuba sem tirar o carburador.

Imagem
beleza, agora o bixo pegou!
o corpo do carburador.
essa coisa rosada pareçendo as bolas do saco são a bóia, que é articulada ali na direita da foto, é presa por um pino liso, apenas empurrado pro lugar certo com a bóia encaixada.
Imagem
aí está ela desmontada, vendo do lado de cima! ela segura espa peça escura, metálica com um cone de borracha no topo, a agulha, que tem como função abirir e fechar a entrada de gasolina na cuba. quando a gasolina é consumida, a bóia desce, essa agulha vai junto e destampa o furo de onde a gasolina vem, sem mistério. a agulha é encaixada na bóia por um trilho da bóia que engata num sulco da agulha, só empurrar pro lado. ela não cai no cuncionamento por que o cone apontado pro furo não permite.
Imagem
veja sem a bóia, o buraco grande ali na direita, perto da unha do meu dedão é onde a agulha tampa.

voltando a foto do corpo, a peça da esquerda, apontada pela seta amarela é esta:
Imagem
é o parafuso de mistura, vendo o furo de onde saiu:
Imagem
ele tem essa parte mais esbelta (termo de mecânico de tornearia: peça esbelta=peça fina e comprida) na ponta, que tem como objetivo tampar (ou não) esse furo aqui:
Imagem
a medida que voce vai apertando ele, voce vai tampando o furo e sai menos gasolina. e vice versa.

voltando a foto do corpo, agora a peça da seta azul!
Imagem
esta é apenas uma tampinha, tem que tirar isso antes de tirar o resto. o nome é gicleur (se pronuncia giclê), um deles, o principal. logo na sequencia o pulverizador:
Imagem
pra entender o que isso faz, vamos olhar denovo o corpo do carburador, sem essas duas peças:
Imagem
o buraco de onde elas sairam está apontado pela seta verde.
repare que tem um brilho no meio do furo, aquilo é a ponta da agulha. então o pulverizador é o buraco que a agulha tampa e o gicleur regula a quantidade de gasolina que pode passar por ele, no máximo. a medida do gicleur é o tamanho do furo que ele tem, a quantidade de gasolina que ele deixa passar.

voltando a foto do corpo, a última peça é a da seta verde, entre o giclê principal e o parafuso da mistura.
Imagem
giclê da lenta, é MUITO mais fácil regular a quantidade de gasolina que entra na mistura na marcha lenta por um segundo parafuso que pela altura da agulha, como é fácil de imaginar.

e PRONTO. o carburador simples é isso aí, o funcionamento é este. agora alguns detalhes:
a agulha é presa no pistonete por uma peça que tem dois parafusos e uma mola que empura a agulha pra baixo, assim, a agulha não é fixa no pistonete de maneira RÍGIDA, portanto ela pode estar até um pouco desalinhada do pulverizador. e além disso, a altura da agulha em relação ao pistonete pode ser trocada, tem uma arruela de pressão que é o batente da agulha, ou seja, a mola empurra pra baixo até que essa arruela bata no fundo do pistonete. existem 4 sulcos onde voce pode encaixar esse anel.
ah, sim, para tirar o pistionete voce desrosqueia o chapéu da torre do pistonete, a tampa. não se assuste com a mola pulando, ela empurra o pistonete pra baixo. um engate bobo encaixa o cabo no pistonete.
por enquanto é isso. já tenho as fotos do carburador maior pra fazer a próxima parte, mas outro dia!
depois ainda posto problemas frequentes e seu motivo/solução.
abraço!
Avatar do usuário
hellmann
Mensagens: 326
Registrado em: 04 Dez 2009, 21:08
Localização: Curitiba
Contato:

07 Ago 2010, 23:45

problemas:

agulha da bóia suja:
ela não consegue fechar a entrada de gasolina e começa a vazar pelo ladrão

parede da torre do pistonete suja/riscada E/OU cabo engatando em algum lugar:
o pistonete trava na descida, e a moto trava acelerada, se seu carburador tiver uma peça que gira quando acelera, gire-a para trás quando a moto travar. se resolver, com certeza é isso. primeiro lubrifique o cabo e certifique-se que não está enroscando em nada, tire o cabo e veja se o pinho gira livre. abra e passe bombril na pista e lubrifique bem, procure por arranhados. existem pistonetes a venda seperadamente.

pista do pistonete gasta:
entrada de ar falsa, pelas laterais do pistoente

carburador mal preso:
entrada falsa de ar, motor fica acelerado por um tempo deopis a rotação cai, lentamente.

motor fumando:
PODE SER borra de gasolina que junta no fundo da cuba. abra o ladrão da cuba e a esvazie. depois disso, crie o hábito de as vezes fechar a torneira e consumir toda gasolina da cuba, aí a sujeira vai sendo consumida aos poucos.

a moto afoga e morre muito fácil quando eu acelero um pouco mais rápido, a não ser que eu volte todo o acelerador:
o diafragma do esguicho não está funcionando, (ainda não expliquei essa parte) existem paralelas, mas são difíceis de achar (pela diferença de no minimo 150 reais, numa peça de 10, vale a pena procurar)

a moto morre quando dou um pau com ela e logo depois puxo a embreagem e deixo ela na lenta:
provavelmente sua moto é de grande porte e com um único carburador. voce quando tava descendo o casset* consumiu muita gasolina da cuba, daí o nível da cuba desce, e não tem gasolina o suficiente pra manter o motor ligado. é normal. soluções: não puxe a embreagem; dê umas aceleradas quando a rotação estiver quase na lenta, assim o esguicho suprirá a necessidade de gasolina do motor, e o esguicho geralmente pega gasolina do fundo do carburador.

sintomas de mistura pobre:
*casos extremos: moto funciona melhor com o afogador puxado
*quando voce usa freio motor ela não pipoca o escapamento, nem embaralha nada
*pega difícil, mas se acelerar ela 2 ou 3 vezes até o talo antes de dar a partida resolve
*barulho característico
isso tem um risco muito grande por que mistura pobre sobre-aquece o motor de maneira violenta, se for moto de competição dá pra dar PT no motor em 10 minutos.


sintomas de mistura rica:
*consumo elevado
*quando voce pára de acelerar ela tem um comportamento bem caracteristico, ela tem um tempo e uma transição mais suave para o freio motor, ela faz um barulho como se voce estivesse imitando uma moto com a boca quase fechada e com as bochechas infladas (?????? QUE QUE É ISSO UAHUHAUHAUHAUHA)
*moto pipoca muito com freio motor
*cheiro de gasolina no escape
*muita fuligem no escape
Avatar do usuário
Tenmurilo
Mensagens: 98
Registrado em: 05 Dez 2009, 01:39
Localização: Araras
Contato:

08 Ago 2010, 11:07

Cara, parabéns. Uma aula e tanto de carburador. Para leigos como eu valeu muito.

Abs.
"A coragem é a primeira das qualidades, pois garante todas as outras"
Avatar do usuário
hellmann
Mensagens: 326
Registrado em: 04 Dez 2009, 21:08
Localização: Curitiba
Contato:

08 Ago 2010, 12:12

Tenmurilo escreveu:Cara, parabéns. Uma aula e tanto de carburador. Para leigos como eu valeu muito.

Abs.
valeu amigo! se eu falei algo confuso, se voce ainda tem alguma dúvida, dá um toque que eu edito e deixo certinho!
a mesma coisa se alguem achou alguma coisa errada!
sugestões e críticas à vontade!:idea:

valeus!!
Avatar do usuário
Jovi
Administrador
Mensagens: 7060
Registrado em: 17 Jun 2007, 12:46
Localização: São Paulo
Contato:

08 Ago 2010, 16:07

Bom tópico!!!! Meus parabéns! :P
Código de Trânsito Brasileiro, Art. 29, XII, § 2º. Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

[]´s Jovi
http://www.jovi.net.br
http://www.motoscustom.com.br
Avatar do usuário
Luan
Mensagens: 53
Registrado em: 24 Ago 2009, 11:22
Localização: Recife

08 Ago 2010, 21:49

"Aula" muito boa, e eu que nem sabia o que era um carburador ou para quê ele servia. :oops:
Tô precisando começar a aprender sobre motor... :lol:
Ainda sonhando com a primeira moto. :P
Avatar do usuário
L340
Moderador
Mensagens: 1329
Registrado em: 02 Jan 2009, 19:40
Localização: Guarulhos
Contato:

04 Out 2010, 19:46

hellmann escreveu: ...sintomas de mistura rica:...
*moto pipoca muito com freio motor
Cara, antes de levar a moto para os mechanicos da Dafra ela tinha esse comportamento, isso acontece só por esse motivo?
Enfim resolveram o problema, a moto não funciona mais, logo não pipoca mais.
Vinícius Melo
Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein
Avatar do usuário
L340
Moderador
Mensagens: 1329
Registrado em: 02 Jan 2009, 19:40
Localização: Guarulhos
Contato:

13 Out 2010, 20:12

hellmann escreveu:...
giclê da lenta, é MUITO mais fácil regular a quantidade de gasolina que entra na mistura na marcha lenta por um segundo parafuso que pela altura da agulha, como é fácil de imaginar.
Cara, deixa eu ver se entendi, esse giclê da lenta ajusta uma mistura diferenciada para quando a moto está em marcha lenta do que quando está em aceleração?
É isso?
Pergunto isso pq minha moto morre com freqüência na lenta. Um ajuste nesse giclê pode ajudar?
O lance de ajustar pela altura da agulha que você diz é aquele de tirar a agulha do pistonete e colocar mais para cima ou para baixo, não é?
Vinícius Melo
Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein
Avatar do usuário
hellmann
Mensagens: 326
Registrado em: 04 Dez 2009, 21:08
Localização: Curitiba
Contato:

14 Out 2010, 19:41

L340 escreveu:
hellmann escreveu:...
giclê da lenta, é MUITO mais fácil regular a quantidade de gasolina que entra na mistura na marcha lenta por um segundo parafuso que pela altura da agulha, como é fácil de imaginar.
Cara, deixa eu ver se entendi, esse giclê da lenta ajusta uma mistura diferenciada para quando a moto está em marcha lenta do que quando está em aceleração?
É isso?
Pergunto isso pq minha moto morre com freqüência na lenta. Um ajuste nesse giclê pode ajudar?
O lance de ajustar pela altura da agulha que você diz é aquele de tirar a agulha do pistonete e colocar mais para cima ou para baixo, não é?
isso, naquelas 3 ou 4 posições pré defindidas! mas isso é muito violento, esse parafuso da mistura é o lugar mais fácil de mecher mesmo, se faz com o carb montado e tudo.
o giclê faz exatamente isso, não que ele deixe de funcionar com a moto acelerada, mas é irrelevante. mudando ele, voce muda a quantidade de gasolina quando o motor está na lenta, mas a moto morrer muito não é necessariamente sinal de mistura, pode apenas ser a regulagem do parafuso da lenta, que deixa a moto mais acelerada, quando voce solta o acelerador.
voce disse que sua moto pipoca muito, então provavelmente seja mistura rica sim, mas se na oficina disseram não ser, então não sei. o parafuso da lenta geralmente é o parafuso mais exposto do carburador, apontado pra fora, pare em um mecanico qualquer e peça pra ele só lhe mostrar qual é. em casa, pegue uma chave philips e fuçe nele. um quarto de volta já faz uma diferença relevante, quanto mais alta a rotação na lenta, menos chance de morrer :idea:
Avatar do usuário
L340
Moderador
Mensagens: 1329
Registrado em: 02 Jan 2009, 19:40
Localização: Guarulhos
Contato:

17 Out 2010, 11:11

Meu, muito obrigado pelas explicações.
O que acontece com minha moto é o seguinte, depois da última revisão, a moto ficou um lixo e desde então eu estou mexendo nela por conta própria.
Se continuar assim vou largar TI e estudar mecânica hehehehe.
hellmann escreveu: isso, naquelas 3 ou 4 posições pré defindidas! mas isso é muito violento, esse parafuso da mistura é o lugar mais fácil de mecher mesmo, se faz com o carb montado e tudo.
Eu segui o esquema de regulagem da CG que vi numa matéria de limpeza do site motonline, a moto está pegando bem mais fácil agora, aliás, ela liga até com partida elétrica, coisa que antes levava mais de meia hora pedalando pq a bateria ia para o brejo.
Link da matéria: http://www.motonline.com.br/forum/forum ... =9181&PN=2
Por problema na torneira de combustível ainda não medi o consumo atual.
hellmann escreveu: ...mas a moto morrer muito não é necessariamente sinal de mistura, pode apenas ser a regulagem do parafuso da lenta, que deixa a moto mais acelerada, quando voce solta o acelerador.
O lance da lenta eu aumentei e ela não morre mais, mas acho que está alta demais.
Como a Kansas não tem conta giros, não sei dizer o quanto está alta e pra ser sincero, pode ser até uma cisma minha, pq a Kansas é beeeeem mais barulhenta que a Intruder.
hellmann escreveu: ...voce disse que sua moto pipoca muito, então provavelmente seja mistura rica sim, mas se na oficina disseram não ser, então não sei.
Cara, tudo o que a oficina da Dafra diz eu desconfio, pelos seus posts aqui eu confio infinitamente mais em uma coisa que você ache que numa coisa que os Dafrianos me digam com convicção.
Disseram que a moto estava 100% e eu estou tendo que arrumar rs .
Ela não pipocou mais depois do ajuste no parafuso da mistura, dei umas reduzidas seguidas aqui perto do trabalho e ela se comportou bem.
Só estou encucado com o lance da lenta agora.
Cara, esse post aqui me ajudou pra caramba, pq quando eu desmontei o carburdor eu não entendia nada das peças dele.
Vinícius Melo
Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein
Responder