Radiador, Arrefecimento, Valvula etc

Ferramentas, peças e manutenção de motos

Moderadores: Colaboradores, Administradores, Moderadores

Responder
Avatar do usuário
rafaeladvogado
Desvirtuador
Mensagens: 4141
Registrado em: 23 Ago 2007, 09:33
Localização: Montenegro
Contato:

15 Jan 2008, 08:09

Radiador e arrefecimento

Código: Selecionar todos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O sistema de arrefecimento é o sistema que controla a temperatura do motor a combustão de um automóvel. Nos automóveis mais antigos existia somente a preocupação de se dissipar o calor gerado pelo motor, com o tempo os automóveis passaram a aproveitar a energia calorífica gerada pela combustão para seu desempenho e durabilidade, passando a dotar de um controle mais estável e preciso da temperatura sob variadas condições de uso, como temperatura ambiente e pressão atmosférica e carga do veículo. Nos automóveis sobretudo nos modernos dotados de gerenciamento eletrônico do motor qualquer mudança na sua temperatura é alterado a quantidade de combustível injetado e o ponto de ignição. Portanto quando o sistema de arrefecimento trabalha na temperatura ideal o motor terá maior durabilidade, menor desgaste e atrito, maior economia de combustível, menos manutenção, emitirá menos poluentes e aumentará seu desempenho.
Um sistema de arrefecimento funcionando corretamente, na temperatura ideal, só traz benefícios ao motor, que ganha em durabilidade, economia de combustível e desempenho e, consequentente, tem menor nível de emissões. Por isso, a troca do fluido de arrefecimento, uma mistura de água e aditivos específicos, é de extrema importância no check list da manutenção preventiva de um veículo.

A função do aditivo de arrefecimento é transformar a água num fluido adequado ao bom funcionamento e proteção do sistema de arrefecimento do motor de combustão interna. "O líquido faz a troca de calor, ganhando calor quando passa pelo motor e perdendo ao passar no radiador", explica Fernando Landulfo, instrutor do SENAI-Vila Leopoldina.

mais aqui: http://www.omecanico.com.br/modules/rev ... &topicid=2

Válvula termostática

O principal trabalho da válvula termostática é permitir que o motor chegue rapidamente à temperatura ideal e então mantê-la constante. Ele faz isto regulando a quantidade de água que atravessa o radiador. Em temperaturas baixas, essa passagem é completamente bloqueada, forçando todo o líquido arrefecedor contido no motor a circular somente dentro dele, com o que ele se aquece rapidamente.

Uma vez que a temperatura do líquido atinja de 80° C a 90° C, a válvula termostática começa a abrir, permitindo que o líquido seja enviador para o radiador. Quando o líquido chega a 93~103° C, a válvula está totalmente aberta.

Caso a combinação de baixa temperatura ambiente e pouca ou nenhuma utilização de potência faça o líquido arrefecedor esfriar demais, a válvula termostática se fecha, mantendo o motor em temperatura normal.

mais aqui
Imagem

Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10136
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

13 Ago 2014, 22:51

Imagem

Imagem
Imagem
Hoje Falcon 2007

Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10136
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

13 Ago 2014, 22:53

Imagem

Imagem
Imagem
Hoje Falcon 2007

Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10136
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

13 Ago 2014, 22:57

Sistema de Arrefecimento


Para proteger o motor, os fabricantes adotam diferentes soluções de arrefecimento, basicamente as motos populares são resfriadas através do próprio ar penetrando nas aletas localizadas no cilindro.
Para proteger o motor, os fabricantes adotam diferentes soluções de arrefecimento, basicamente as motos populares são resfriadas através do próprio ar penetrando nas aletas localizadas no cilindro.


By Biaggio Ferrari, Clique no nome do autor ao lado para comentar.

Sábado, 24 Outubro 2009

O motor de uma motocicleta é um gerador de calor podendo, no caso de uma motocicleta de 125cc atingir temperaturas superiores a 100º C com extrema facilidade. A temperatura do motor não pode prejudicar o seu funcionamento e as propriedades do óleo lubrificante.

Para proteger o motor, os fabricantes adotam diferentes soluções de arrefecimento, basicamente as motos populares são resfriadas através do próprio ar penetrando nas aletas localizadas no cilindro, mas para este método ser eficiente a motocicleta deve estar em movimento, ha ainda métodos que independem do movimento da motocicleta tal como arrefecimento líquido e a óleo encontrado em motocicletas de maior custo.

Além do próprio sistema de arrefecimento o motor conta ainda com o óleo, mistura rica (mais gasolina do que ar) e o cruzamento das válvulas para lhe auxiliar no resfriamento.

Óleo: O óleo circula por todas as partes do motor o que possibilita transportar o calor de uma região de alta temperatura (cabeçote) para regiões de baixa temperatura (sistema de embreagem) num eterno ciclo que é interrompido somente quando desliga-se o motor. Por este motivo a viscosidade do óleo a ser utilizado deve ser aquela recomendada pelo fabricante (observar manual do proprietário), lembrando que o óleo é multi-viscoso ou seja, suas propriedades funcionam em baixa e alta temperatura . O nível do óleo também deve ser observado em cada partida caso contrário o motor poderá travar por falta de lubrificação

Mistura rica: A mistura rica também contribui com o arrefecimento do motor devido à temperatura do vapor de gasolina ser muito mais baixa do que o ar. Lembrando que “mistura rica” é um termo que se utiliza quando se envia mais combustível do que a proporção ideal A/F (air/fuel – ar/combustível). Tanto o excesso de combustível como o excesso de ar são prejudiciais ao motor sendo que este ajuste deve ser feito pelo fabricante.

Cruzamento das válvulas: No momento que ocorre o cruzamento de válvulas, ou seja, ambas as válvulas (admissão e escape) estão propositalmente abertas simultaneamente, o vapor de combustível que está entrando no motor resfria uma parte dos gases que estão saindo.

Sistema de arrefecimento - líquido

O sistema mais eficiente de arrefecimento é o líquido, comumente encontrado em motos de alta performance. O calor é dissipado através de dutos contidos no motor (cilindro e cabeçote) por onde circula a água refrigerante. Este sistema possibilita o desenvolvimento de motores mais potentes pois certamente manterá adequada a sua temperatura ao contrário o sistema de refrigeração a ar que esta limitado as condições atmosféricas. Lembre-se que quando mais potente é um motor mais calor ele deve gerar. Outra vantagem deste sistema é que ele acaba diminuindo o ruído do motor, tornando-o mais silencioso. Em contra-partida aumenta a massa (“peso”) da motocicleta e requer componentes mais complexos e manutenção especializada.

Sistema de arrefecimento – ar

O sistema de arrefecimento a ar é muito útil em diversos tipos de motores e possui baixo custo de fabricação quando comparado com o sistema de arrefecimento líquido porém, é necessário movimento para se resfriar. O calor é dissipado através de aletas que tem a função de dissipar rapidamente o calor gerado pelo motor. Essas aletas certamente ficam localizadas no cilindro também podendo estar em outros lugares. O material que é confeccionado o motor também é muito importante para a condutividade do calor, por este motivo é utilizado uma liga de alumínio na maioria dos cilindros e cabeçotes.

Na próxima parte vamos detalhar o sistema de arrefecimento líquido.

Glossário:

Arrefecimento: é o controle do resfriamento
Cilindro: O cilindro do motor é a parte onde o pistão se desloca para cima e para baixo.

O objetivo de um sistema de arrefecimento líquido é manter a temperatura ideal do motor, ou seja, nem resfriar demais e nem aquecer excessivamente. Na realidade este é o objetivo de todos os sistemas porém não é possível tal controle num sistema resfriado a ar.

Bomba de água

Um bomba d’água é a responsável por fazer circular o líquido de arrefecimento. No momento em que o líquido circula dentro do motor ele absorve o calor que será transportado até o radiador mas, antes que o líquido chegue ao radiador, ele passa por um termostato e então, chega ao radiador. A elevada temperatura do líquido permite que a possibilidade de também circular pelos coletores de ar/combustível para elevar a temperatura da mistura e ocorrer um melhor aproveitamento do vapor do combustível.

Radiador

O radiador é estrategicamente posicionado na frente dos veículos devido o aproveitamento do ar para resfriar o líquido através de suas aletas de refrigeração. Quanto maior a superfície das aletas de refrigeração, maior será a capacidade de arrefecimento do radiador.

Ventilador de refrigeração (Ventoinha)

No caso da motocicleta parada porém com o motor em funcionamento, haverá uma natural elevação de temperatura e não haverá “ar” para resfriar. Neste momento a válvula termostática será acionada quando o líquido atingir um alta temperatura e a ventoinha do radiador é ativada e servirá de “exaustor” retirando o calor do líquido que passa no radiador.

Válvula termostática

Para o correto funcionamento do ventilador de refrigeração (ventoinha) dependerá da temperatura do líquido de arrefecimento. É através de uma válvula termostática que é detectada a temperatura do líquido e ligada e desligada a ventoinha.

Tampa do radiador

Quando a temperatura do líquido aumenta, sua pressão também aumenta. É função da tampa do radiador regular está pressão (mesma função da válvula de alívio da panela de pressão). Assim quando a pressão ultrapassa um determinado limite a válvula de pressão abre e permite a liberação do vapor do líquido arrefecimento para um tanque de expansão. Quando a temperatura retorna ao normal é devolvido ao sistema o líquido de arrefeciemnto (não é mais vapor).

Tanque de expansão

O tanque de expansão armazena provisoriamente o líquido de arrefecimento e auxilia a controlar o nível do líquido de arrefecimento no sistema de refrigeração.

Líquido de arrefecimento

Geralmente os fabricantes recomendam que o líquido de arrefecimento seja feito com água destilada e etileno glicol na mesma proporção. A função do etileno glicol é a de elevar o ponto de ebulição e diminuir o ponto de congelamento do líquido e também possui propriedades anti-corrosivas. Geralmente se compra o líquido pronto não necessitando realizar a misturar.


Biagio Ferrari

Biagio Ferrari trabalhou na engenharia experimental da Yamaha, foi instrutor da escola de mecânica de motos Meckinhg, atuou no pós-vendas da Kasinski, foi coordenador técnico da Miza Motos e atualmente é o responsável pelo desenvolvimento do treinamento comercial da Sundown.

Twitter: http://twitter.com/BiagioFerrari
Blog: http://biagio.blogs.sapo.pt/
Sobremotos
Imagem
Hoje Falcon 2007

Regispyder
Mensagens: 5
Registrado em: 15 Mai 2018, 19:50

16 Mai 2018, 14:34

boa tarde, alguém pode me ajudar no que se diz respeito de bomba D'agua. Tem alguma de outra moto que é compaivel?
tenho uma regal raptor 350 ano 2010.
minha motoca começou a vazar em baixo da bomba.

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante