Shineray - XY 250-5 - Especificações

Motos: Daelim, Kymco, Miza, Shineray, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Outras Marcas

Responder
Jband
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Fev 2011, 15:15

16 Mar 2011, 10:38

Amelco escreveu:
Jband escreveu: Pois bem.
De volta da concessionária, foi verificado que os carburadores não estão alinhados :-O
É uma pena que uma fábrica não tenha o devido compromisso com os clientes.
Fica aqui minha gratidão, pois se não fosse o aviso postado continuaria a usar o veículo em condições desfavoráveis.
Marquei a revisão para 2a feira, irá levar 1 dia para tal. Paciência.
Outro problema que enfrento foi que o baú central veio danificado na lateral e ainda não providenciaram a reposição.
A questão do hodometro foi detectada pelo mecânico e orientado a substituição, espero que seja efetuado no mesmo dia.
Infelizmente somos tratados como 'bucha-de-canhão' ao ouvir vendedores ponderarem sobre um 'ajuste' na peça ao inves de trocar a mesma; até mesmo 'um discontim' para ficar com o baú danificado.
Em suma mentalidade típica de empresas que atuam somente no segmento de 50tinhas...
Não sei como, mas gostaria de tentar um contato com a fábrica, na intenção de solicitar que a mesma procure se entender melhor com este segmento de clientes. O que pensa disto?
Alguma dica, escreva. Certo ?
Abraços, Zé Band
É, esse tipo de comportamento muitas vezes não é o mesmo que o "aconselhado" pela marca, mas sim, devido à própria educação dos donos e funcionários da concessionária. Tenho certeza que a fábrica não admite esse tipo de comportamento em suas filiais. Pechinchar um desconto pra o cliente permanecer com um item danificado ao invés de trocar num novo, com a moto na garantia?? Inadmissível.
A concessionária aqui de onde moro não é as mil maravilhas, porém os mecânicos e a gerente estão sempre prontos a me atender e já fiz reposições de peças por conta da empresa, já que minha moto está na garantia. Claro que as peças não foram danificadas por mal uso, e sim, por qualidade baixa das mesmas.
Até mesmo na troca do pinhão, não me foi cobrado nada, nem o preço do pinhão (que custa uns R$ 17) nem a mão de obra, visto que o pinhão original estava provocando um mal funcionamento do veículo (vibração acima do normal) e, por isso, foi realizada a troca. Tudo por conta da garantia da moto.
O problema é que as motos chegam da fábrica "AS IS", ou seja, da mesma forma que saem da linha de produção: desmontadas, desreguladas, etc. Quem faz a montagem, regulagem, alinhamentos e coisas do tipo é a concessionária e, como você pode ver, umas fazem mais bem feito que outras. Deveria existir um padrão, e talvez até exista, mas não deve ser rigorosamente seguido devido a uma possível falta de fiscalização da própria fábrica.
Eu apóio sua iniciativa de entrar em contato com a fábrica (ela fica localizada em Pernambuco, se não me engano em Recife), explicar o acontecido pra ela e pedir que ela entre em contato com a concessionária. É o que você pode fazer, já que está insatisfeito com o serviço deles.
Aproveitando a revisão que você irá fazer na segunda feira, peça à eles que troquem o seu pinhão, e se eles quiserem te cobrar pela peça, pague, afinal esses R$ 17 reais será um bom investimento. Fale com o mecânico e peça pra ele te mostrar o pinhão, conte os dentes do pinhão original e compre um que tenha 1 dente a menos, foi isso o que eu fiz.

Desculpe pelo texto enorme, mas queria mostrar meu ponto de vista com relação ao acontecido.
Pois bem, Bom dia a todos.
Após mais de uma semana utilizando o veículo sinto informar que problemas ainda persistem...
Foi feita a troca do pinhão para um de 17 dentes e resultou uma melhora na estabilidade dos retrovisores. Embora não tenha testado em velocidade de cruzeiro. Solicitei uma regulagem mais alta do pedal do freio traseiro, pois veio de fábrica muito baixo, resultando um esforço para freiar. Ficou muito bom, agora é só tocar de leve e o freio responde.
No entanto ainda não tenho solução para uma folga no pedal da transmição. resultando em várias vezes a falsa impressão de engate da segunda marcha que me leva a situações embaraçosas no transito ...
Ponderei se fosse algo no trambulador, mas a folga situa-se no encaixe do pedal ao eixo de marchas. Me indicaram a possibilidade de procuar um torneiro para tentar um embuchamento, mas receio em fazer alterações que me levem a perder a garantia...
O baú traseiro pricipal ainda não foi substituido, informaram que é peça importada e não está disponível na fábrica ... Considero estranho, não ?
Outro detalhe foi a precária cromatização de algumas partes, parafusos do guidão e painel, que estão perdendo a camada e dando uma aparência deteriorada no conjunto ...
Consegui acabar com os barulhos das tampas dos baús adicionando uma pequena borracha de encaixe na borda dos mesmos. Uma solução banal e que não custa 10 $, penso que seria algo a ser oferecido pela fábrica, não ?
Mencionando a fábrica, enviei uma correspondência ,pelo site, apontado a necessidade de um canal de interatividade com o comsumidor mas até agora nada de resposta ...
É triste notar que os fabricantes daqui não tenham a dimensão do que uma atuação on-line pode resultar em benefício da marca.
Em todo mundo as montadoras usam o expediente de Googlar os produtos para ter um feed-back em tempo real a fim de aperfeiçoar, mas infelizmente aqui ....
Típico de cultura subdesenvolvida ...
Se fosse possivel, gostaria de obter dados quanto ao consumo urbano e rodoviário.
Mais uma coisa, o hodometro não foi substituido, ainda ...
Em suma, tenho me divertido com o veículo, satisfeito estou, mas com resalvas ...
Algo que me orientaram em um shoping é que este veículo, por ser considerado de grande porte, pode ocupar vaga de automóvel. Bom, não ?
É isso.
Se alguém tiver um canal de contato com a fábrica, por favor informe, ok ?
Abraços, J band.
Jband
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Fev 2011, 15:15

16 Mar 2011, 10:39

Amelco escreveu:
Jband escreveu: Pois bem.
De volta da concessionária, foi verificado que os carburadores não estão alinhados :-O
É uma pena que uma fábrica não tenha o devido compromisso com os clientes.
Fica aqui minha gratidão, pois se não fosse o aviso postado continuaria a usar o veículo em condições desfavoráveis.
Marquei a revisão para 2a feira, irá levar 1 dia para tal. Paciência.
Outro problema que enfrento foi que o baú central veio danificado na lateral e ainda não providenciaram a reposição.
A questão do hodometro foi detectada pelo mecânico e orientado a substituição, espero que seja efetuado no mesmo dia.
Infelizmente somos tratados como 'bucha-de-canhão' ao ouvir vendedores ponderarem sobre um 'ajuste' na peça ao inves de trocar a mesma; até mesmo 'um discontim' para ficar com o baú danificado.
Em suma mentalidade típica de empresas que atuam somente no segmento de 50tinhas...
Não sei como, mas gostaria de tentar um contato com a fábrica, na intenção de solicitar que a mesma procure se entender melhor com este segmento de clientes. O que pensa disto?
Alguma dica, escreva. Certo ?
Abraços, Zé Band
É, esse tipo de comportamento muitas vezes não é o mesmo que o "aconselhado" pela marca, mas sim, devido à própria educação dos donos e funcionários da concessionária. Tenho certeza que a fábrica não admite esse tipo de comportamento em suas filiais. Pechinchar um desconto pra o cliente permanecer com um item danificado ao invés de trocar num novo, com a moto na garantia?? Inadmissível.
A concessionária aqui de onde moro não é as mil maravilhas, porém os mecânicos e a gerente estão sempre prontos a me atender e já fiz reposições de peças por conta da empresa, já que minha moto está na garantia. Claro que as peças não foram danificadas por mal uso, e sim, por qualidade baixa das mesmas.
Até mesmo na troca do pinhão, não me foi cobrado nada, nem o preço do pinhão (que custa uns R$ 17) nem a mão de obra, visto que o pinhão original estava provocando um mal funcionamento do veículo (vibração acima do normal) e, por isso, foi realizada a troca. Tudo por conta da garantia da moto.
O problema é que as motos chegam da fábrica "AS IS", ou seja, da mesma forma que saem da linha de produção: desmontadas, desreguladas, etc. Quem faz a montagem, regulagem, alinhamentos e coisas do tipo é a concessionária e, como você pode ver, umas fazem mais bem feito que outras. Deveria existir um padrão, e talvez até exista, mas não deve ser rigorosamente seguido devido a uma possível falta de fiscalização da própria fábrica.
Eu apóio sua iniciativa de entrar em contato com a fábrica (ela fica localizada em Pernambuco, se não me engano em Recife), explicar o acontecido pra ela e pedir que ela entre em contato com a concessionária. É o que você pode fazer, já que está insatisfeito com o serviço deles.
Aproveitando a revisão que você irá fazer na segunda feira, peça à eles que troquem o seu pinhão, e se eles quiserem te cobrar pela peça, pague, afinal esses R$ 17 reais será um bom investimento. Fale com o mecânico e peça pra ele te mostrar o pinhão, conte os dentes do pinhão original e compre um que tenha 1 dente a menos, foi isso o que eu fiz.

Desculpe pelo texto enorme, mas queria mostrar meu ponto de vista com relação ao acontecido.
Thiago Costa
Mensagens: 10
Registrado em: 24 Out 2009, 12:39
Contato:

22 Mar 2011, 10:51

Cara, tenho uma XY 250, que já comprei usada, e eu costumava fazer as revisões na CC da Shineray aqui em Natal, até que a um tempo atrás o reservatório do óleo de freio vazou pelo mostrador do nível de óleo. O cara da Shineray me disse que eu teria que trocar, mas não vendiam o reservatório sozinho e eu ia ter que comprar o sistema todo, foi aí que eu saí atrás de um mecânico que pudesse me orientar em uma gambiarra, echei um cara que resolveu o problema para mim de graça e passei a fazer as revisões da moto com ele, FOI A MELHOR COISA QUE EU FIZ, ABANDONAR A CONCESSIONÁRIA DA SHINERAY, logo nas primeiras revisóes o cara já foi me mostrando como o serviço da cc era porco e como os caras só maqueavam os problemas da moto. Hoje a moto está um aço, com apenas um problema, devido as revisôes mal feitas e a falta de atenção da cc o embuchamento da balança já está desgastado e eu estou procurando um similar no mercado, já que a cc não tem a peça em estoque.

Quanto ao problema do vazamento o óleo de freio, pelo que eu vi, é um problema que se você ainda não teve, vai ter. O óleo de freio corrói o mostrador de acrilico, enquanto eu procurava um oficina que resolvesse meu problema vi que ele também é comum nas outras marcas chinesas e não é difícil resolver, é só achar um vidraceiro que faça um circulo do tamanho do mostrador - dois vidraceiros me disseram que não faziam porquê era um circulo muito pequeno pra cortar no vidro - e colocar no lugar do mostrador antigo com araldite ou durepoxi.
luis henrique nascimento
Mensagens: 2
Registrado em: 01 Jan 2011, 09:37
Localização: Tramandaí
Contato:

22 Abr 2011, 22:38

joviman escreveu:Modelo: Custom XY
Motor: 250-5 cc
Fab / Modelo: 07/08
Cor: Prata
Combustível: Gasolina
Placa: 0 KM
Opcionais: 2 Cilindros com Dupla Carburação / Dupla Escapamento / Partida Elétrica / Rodas de Liga Leve / Suspensão Traseira Prolink / Freio Dianteiro a Disco com Válvula de Pressão ABS / Painel Completo

Imagem

Imagem

Imagem
      Jovi
      Administrador
      Mensagens: 7064
      Registrado em: 17 Jun 2007, 12:46
      Localização: São Paulo
      Contato:

      27 Abr 2011, 21:51

      Atualizei o primeiro post com as especificações... :wink:
      Código de Trânsito Brasileiro, Art. 29, XII, § 2º. Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

      []´s Jovi
      http://www.jovi.net.br
      http://www.motoscustom.com.br
      Renato Ivankio
      Mensagens: 1
      Registrado em: 04 Abr 2010, 00:53
      Contato:

      06 Jun 2011, 00:04

      Comprei minha custon Shineray em novembro de 2009, veio de fabrica com o encosto do carona e uma dobradiça quebrada e antes dos 1000kms, começou apresentar ferrugem nos parafusos, rachaduras na bolha, quebrou a capa do cabo de embreagem, cairam as tampinhas das fechaduras dos bauletes, marcação incorreta do combustível e velocímetro oscilava de 80 a 120 eu estando em aprox.80/h e vbrava como uma britadeira. Passou dois dias na revisão e só foi modificada a pane do velocímetro. Aos 80/h no GPS a indicação estava correta mas a medida que aumentava a velocidade o marcador marcava para menos, quando cheguei aos 100 a indicação era 50/h.
      Dias depois a moto foi para a assistência técnica Colombo, após 15 dias ela retornou com quase todos os problemas, somente foi trocada a descarga e a bieleta que liga o pedal de mudança de marchas com a caixa, que por sinal caiu em uma avenida movimentada me deixando em perigo.
      Em 18 de outubro ela retornou para a Colombo para novo conserto pois além dos já citados surgiram bolhas de ferrugem no tanque. Em dezembro disseram que estava pronta, fui busca-la, o cabo de embreagem e a bolha foram trocadas, nada foi feito em relação ao vazamento de óleo, pois estava pingando óleo. Não foram trocadasa as fechaduras e a dobradiça. As ferrugens dos cromados foram pintadas com tinta alumínio que ainda estava fresca. O tanque só foi pintado, e muito mal por sinal, no lado das ferrugens. Os emblemas foram substituídos por um adesivo de papel alumínio. O manete direito estava quase caindo e a moto estava muito mais suja do que quando a deixei para conserto.
      Após várias reclamações inclusive para a Shineray, esta me respondeu que a moto estaria pronta em 16 de março de 2011, porém até hoje nem sinal da moto. Já são quase 8 meses de manutenção.
      A pouco mais de um mês entrei com uma ação judicial, não quero mais esta moto, quero meu dinheiro de volta. Perdi a confiança na marca e completamente decepcionado com a representante pela falta de respeito para com o cliente.
      kleberz
      Mensagens: 21
      Registrado em: 23 Set 2011, 11:46
      Localização: Guarulhos
      Contato:

      08 Nov 2011, 13:01

      davidagostini escreveu:Moro perto da Av. Rio das Pedras , qual número aprox. é ??

      Queria ir conhecer esta motoca pessoalmente
      Eu tenho um outro modelo tenho a nova racing 200, muito boa moto ja rodei 1800 km e vija 300 km nos fins de seman e tá firminha

      Comprei a minha na gatão vifigal em fente o portão 3 do ceasa
      www.borbagatomotos.com.br

      Mas tem tb na av são miguel
      www.flamotos.com.br

      São as duas concessionárias shineray que conheço em sampa.
      Kleberz é nóis na asa do albatrozzzz
      kleberz
      Mensagens: 21
      Registrado em: 23 Set 2011, 11:46
      Localização: Guarulhos
      Contato:

      08 Nov 2011, 13:14

      Jband escreveu:
      Amelco escreveu:
      Jband escreveu: Pois bem.
      De volta da concessionária, foi verificado que os carburadores não estão alinhados :-O
      É uma pena que uma fábrica não tenha o devido compromisso com os clientes.
      Fica aqui minha gratidão, pois se não fosse o aviso postado continuaria a usar o veículo em condições desfavoráveis.
      Marquei a revisão para 2a feira, irá levar 1 dia para tal. Paciência.
      Outro problema que enfrento foi que o baú central veio danificado na lateral e ainda não providenciaram a reposição.
      A questão do hodometro foi detectada pelo mecânico e orientado a substituição, espero que seja efetuado no mesmo dia.
      Infelizmente somos tratados como 'bucha-de-canhão' ao ouvir vendedores ponderarem sobre um 'ajuste' na peça ao inves de trocar a mesma; até mesmo 'um discontim' para ficar com o baú danificado.
      Em suma mentalidade típica de empresas que atuam somente no segmento de 50tinhas...
      Não sei como, mas gostaria de tentar um contato com a fábrica, na intenção de solicitar que a mesma procure se entender melhor com este segmento de clientes. O que pensa disto?
      Alguma dica, escreva. Certo ?
      Abraços, Zé Band
      É, esse tipo de comportamento muitas vezes não é o mesmo que o "aconselhado" pela marca, mas sim, devido à própria educação dos donos e funcionários da concessionária. Tenho certeza que a fábrica não admite esse tipo de comportamento em suas filiais. Pechinchar um desconto pra o cliente permanecer com um item danificado ao invés de trocar num novo, com a moto na garantia?? Inadmissível.
      A concessionária aqui de onde moro não é as mil maravilhas, porém os mecânicos e a gerente estão sempre prontos a me atender e já fiz reposições de peças por conta da empresa, já que minha moto está na garantia. Claro que as peças não foram danificadas por mal uso, e sim, por qualidade baixa das mesmas.
      Até mesmo na troca do pinhão, não me foi cobrado nada, nem o preço do pinhão (que custa uns R$ 17) nem a mão de obra, visto que o pinhão original estava provocando um mal funcionamento do veículo (vibração acima do normal) e, por isso, foi realizada a troca. Tudo por conta da garantia da moto.
      O problema é que as motos chegam da fábrica "AS IS", ou seja, da mesma forma que saem da linha de produção: desmontadas, desreguladas, etc. Quem faz a montagem, regulagem, alinhamentos e coisas do tipo é a concessionária e, como você pode ver, umas fazem mais bem feito que outras. Deveria existir um padrão, e talvez até exista, mas não deve ser rigorosamente seguido devido a uma possível falta de fiscalização da própria fábrica.
      Eu apóio sua iniciativa de entrar em contato com a fábrica (ela fica localizada em Pernambuco, se não me engano em Recife), explicar o acontecido pra ela e pedir que ela entre em contato com a concessionária. É o que você pode fazer, já que está insatisfeito com o serviço deles.
      Aproveitando a revisão que você irá fazer na segunda feira, peça à eles que troquem o seu pinhão, e se eles quiserem te cobrar pela peça, pague, afinal esses R$ 17 reais será um bom investimento. Fale com o mecânico e peça pra ele te mostrar o pinhão, conte os dentes do pinhão original e compre um que tenha 1 dente a menos, foi isso o que eu fiz.

      Desculpe pelo texto enorme, mas queria mostrar meu ponto de vista com relação ao acontecido.
      Pois bem, Bom dia a todos.
      Após mais de uma semana utilizando o veículo sinto informar que problemas ainda persistem...
      Foi feita a troca do pinhão para um de 17 dentes e resultou uma melhora na estabilidade dos retrovisores. Embora não tenha testado em velocidade de cruzeiro. Solicitei uma regulagem mais alta do pedal do freio traseiro, pois veio de fábrica muito baixo, resultando um esforço para freiar. Ficou muito bom, agora é só tocar de leve e o freio responde.
      No entanto ainda não tenho solução para uma folga no pedal da transmição. resultando em várias vezes a falsa impressão de engate da segunda marcha que me leva a situações embaraçosas no transito ...
      Ponderei se fosse algo no trambulador, mas a folga situa-se no encaixe do pedal ao eixo de marchas. Me indicaram a possibilidade de procuar um torneiro para tentar um embuchamento, mas receio em fazer alterações que me levem a perder a garantia...
      O baú traseiro pricipal ainda não foi substituido, informaram que é peça importada e não está disponível na fábrica ... Considero estranho, não ?
      Outro detalhe foi a precária cromatização de algumas partes, parafusos do guidão e painel, que estão perdendo a camada e dando uma aparência deteriorada no conjunto ...
      Consegui acabar com os barulhos das tampas dos baús adicionando uma pequena borracha de encaixe na borda dos mesmos. Uma solução banal e que não custa 10 $, penso que seria algo a ser oferecido pela fábrica, não ?
      Mencionando a fábrica, enviei uma correspondência ,pelo site, apontado a necessidade de um canal de interatividade com o comsumidor mas até agora nada de resposta ...
      É triste notar que os fabricantes daqui não tenham a dimensão do que uma atuação on-line pode resultar em benefício da marca.
      Em todo mundo as montadoras usam o expediente de Googlar os produtos para ter um feed-back em tempo real a fim de aperfeiçoar, mas infelizmente aqui ....
      Típico de cultura subdesenvolvida ...
      Se fosse possivel, gostaria de obter dados quanto ao consumo urbano e rodoviário.
      Mais uma coisa, o hodometro não foi substituido, ainda ...
      Em suma, tenho me divertido com o veículo, satisfeito estou, mas com resalvas ...
      Algo que me orientaram em um shoping é que este veículo, por ser considerado de grande porte, pode ocupar vaga de automóvel. Bom, não ?
      É isso.
      Se alguém tiver um canal de contato com a fábrica, por favor informe, ok ?
      Abraços, J band.
      cara eu tenho feito reclamaççoes e acompanhado a shineray pelo facebook, é legal que vc reclama ali e todos vão saber, fica todo dia postando sua insatisfação, tem também o site reclame aqui.

      Comigo eu reclamei da concessionária tb.
      Quer queria me cobrar a primeira revisão que é gratis.
      Kleberz é nóis na asa do albatrozzzz
      Michel
      Mensagens: 219
      Registrado em: 16 Mar 2011, 07:04
      Localização: Belford Roxo
      Contato:

      27 Nov 2011, 09:14

      Pô, tem coisas que só acontecem em terra tupiniquins mesmo !!!
      Abriu uma Shineray aqui pertinho, em Nova iguaçu - RJ, pensei: Epa !!! Mais uma opção em custons. Descobri por acaso, estava voltando da casa de um amigo, resolvi parar e conferir, olha a surpresa.
      Ninguém na concercionária da Shineray sabia da existência de uma custom entre os modelos da marca, que dirá então da xy 250 !!! Eles queriam era empurrar a GY 150, uma que é igualzinha a Honda Bros, pô não tenho nada contra, até gosto muito do modelo mas, a desinformação já me deixou alerta para problemas sérios com a marca, como pode você querer trabalhar com um produto/marca que não conhece ?

      Um braço galera !
      Michel Figueira, FRC
      kleberz
      Mensagens: 21
      Registrado em: 23 Set 2011, 11:46
      Localização: Guarulhos
      Contato:

      28 Nov 2011, 08:05

      Michel escreveu:Pô, tem coisas que só acontecem em terra tupiniquins mesmo !!!
      Abriu uma Shineray aqui pertinho, em Nova iguaçu - RJ, pensei: Epa !!! Mais uma opção em custons. Descobri por acaso, estava voltando da casa de um amigo, resolvi parar e conferir, olha a surpresa.
      Ninguém na concercionária da Shineray sabia da existência de uma custom entre os modelos da marca, que dirá então da xy 250 !!! Eles queriam era empurrar a GY 150, uma que é igualzinha a Honda Bros, pô não tenho nada contra, até gosto muito do modelo mas, a desinformação já me deixou alerta para problemas sérios com a marca, como pode você querer trabalhar com um produto/marca que não conhece ?

      Um braço galera !
      Eles estão pegando apenas os novos modelos pra vender, gy 150, rcing 200, eu 150 pareceida com a titan 150 cc
      Kleberz é nóis na asa do albatrozzzz
      Responder