Shineray - XY 250-5 - Especificações

Motos: Daelim, Kymco, Miza, Shineray, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Outras Marcas

Responder
telmocampos
Mensagens: 8
Registrado em: 23 Jan 2011, 13:07
Localização: Fortaleza
Contato:

24 Jan 2011, 11:57

Amelco,

Como está se comportando sua Xy???

Estou querendo comprar uma zero.
Telmo Campos
Amelco
Mensagens: 7
Registrado em: 16 Out 2010, 20:28
Localização: Mossoró
Contato:

24 Jan 2011, 13:18

telmocampos escreveu:Amelco,

Como está se comportando sua Xy???

Estou querendo comprar uma zero.
A moto está agora com 1518 Km. Já fiz uma viajem de 4 horas (270 Km) com ela e ela se comportou muito bem na estrada.

A única modificação que eu fiz nela, foi trocar o pinhão por um menor, pra aumentar a velocidade final. A velocidade máxima ficou em 100, quase 110 Km/h. Isso diminuiu muito a vibração.
Outra coisa que eu percebi é que depois dos 1000 Km, como realmente já falaram aqui no fórum, a moto também vibra menos.

Fora os vazamentos de combustível (problema aparentemente de fábrica da linha 2008), que foi consertado na concessionária logo após a verificação do problema, e algumas peças de plástico que ressecaram (resolvido com substituição), a moto não apresentou nenhum problema.

O motor da moto é muito bom. Basta ter os dois carburadores bem regulados. Estou muito satisfeito com ela e não me arrependo da compra.

Se você comprar uma zero, muito provavelmente não terá os mesmos problemas que eu, já que a fábrica deve ter corrigido esses problemas da linha 2008.
telmocampos
Mensagens: 8
Registrado em: 23 Jan 2011, 13:07
Localização: Fortaleza
Contato:

24 Jan 2011, 13:21

Amelco escreveu:
telmocampos escreveu:Amelco,

Como está se comportando sua Xy???

Estou querendo comprar uma zero.
A moto está agora com 1518 Km. Já fiz uma viajem de 4 horas (270 Km) com ela e ela se comportou muito bem na estrada.

A única modificação que eu fiz nela, foi trocar o pinhão por um menor, pra aumentar a velocidade final. A velocidade máxima ficou em 100, quase 110 Km/h. Isso diminuiu muito a vibração.
Outra coisa que eu percebi é que depois dos 1000 Km, como realmente já falaram aqui no fórum, a moto também vibra menos.

Fora os vazamentos de combustível (problema aparentemente de fábrica da linha 2008) e algumas peças de plástico que ressecaram (resolvido com substituição), a moto não apresentou nenhum problema.

O motor da moto é muito bom. Basta ter os dois carburadores bem regulados. Estou muito satisfeito com ela e não me arrependo da compra.

Se você comprar uma zero, muito provavelmente não terá os mesmos problemas que eu, já que a fábrica deve ter corrigidos esses problemas da linha 2008.
Muito obrigado Amelco, estou querendo comprar uma "O" sim.
Telmo Campos
Amelco
Mensagens: 7
Registrado em: 16 Out 2010, 20:28
Localização: Mossoró
Contato:

24 Jan 2011, 13:25

telmocampos escreveu:
Amelco escreveu:
telmocampos escreveu:Amelco,

Como está se comportando sua Xy???

Estou querendo comprar uma zero.
A moto está agora com 1518 Km. Já fiz uma viajem de 4 horas (270 Km) com ela e ela se comportou muito bem na estrada.

A única modificação que eu fiz nela, foi trocar o pinhão por um menor, pra aumentar a velocidade final. A velocidade máxima ficou em 100, quase 110 Km/h. Isso diminuiu muito a vibração.
Outra coisa que eu percebi é que depois dos 1000 Km, como realmente já falaram aqui no fórum, a moto também vibra menos.

Fora os vazamentos de combustível (problema aparentemente de fábrica da linha 2008) e algumas peças de plástico que ressecaram (resolvido com substituição), a moto não apresentou nenhum problema.

O motor da moto é muito bom. Basta ter os dois carburadores bem regulados. Estou muito satisfeito com ela e não me arrependo da compra.

Se você comprar uma zero, muito provavelmente não terá os mesmos problemas que eu, já que a fábrica deve ter corrigidos esses problemas da linha 2008.
Muito obrigado Amelco, estou querendo comprar uma "O" sim.
Boa sorte, então! Tomara que dê tudo certo se você decidir mesmo comprar.
Qualquer dúvida, pode perguntar. Estamos aqui para nos ajudarmos.
Jband
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Fev 2011, 15:15

20 Fev 2011, 15:33

Olá a todos.
Recente proprietário de uma Shineray 250 Custom 2010/11.
Busco informações quanto ao desempenho da mesma para viagens.
Com apenas 200 km rodados, solicito informações quanto ao período de amaciamento do motor.
É fato ou não, que este motor de 250 tem a mesma arquitetura das antigas CB 400 Honda ?
Notei que esta ocorrendo uma diferença entre o odometro parcial e o total, enquanto o total aponta 200 km, o parcial esta a 500 ... Alguma orientação ?
Se possível, ajudem-me.
Abraços, Zé Band.
Amelco
Mensagens: 7
Registrado em: 16 Out 2010, 20:28
Localização: Mossoró
Contato:

20 Fev 2011, 22:14

Jband escreveu:Olá a todos.
Recente proprietário de uma Shineray 250 Custom 2010/11.
Busco informações quanto ao desempenho da mesma para viagens.
Com apenas 200 km rodados, solicito informações quanto ao período de amaciamento do motor.
É fato ou não, que este motor de 250 tem a mesma arquitetura das antigas CB 400 Honda ?
Notei que esta ocorrendo uma diferença entre o odometro parcial e o total, enquanto o total aponta 200 km, o parcial esta a 500 ... Alguma orientação ?
Se possível, ajudem-me.
Abraços, Zé Band.
Uma coisa sobre amaciamento do motor que é bem verdade é buscar não ficar numa mesma rotação por muito tempo, e tentar não ultrapassar 5000 rpm.
Quanto à questão da arquitetura do motor eu não sei te responder.
A diferença entre os odômetros não ocorre/ocorreu na minha (modelo 2008), leve-a para a concessionária que eles devem consertar ou trocar o odômetro. Faz parte da garantia.

Nas viagens elá é muito confortável e forte, te dando muita segurança nas ultrapassagens. O problema é que ela não é moto de corrida, chega a 110 Km/h no máximo. A não ser que sua relaçào coroa/pinhão seja diferente, será essa sua velocidade máxima.

Abraço e boas viagens.
Jband
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Fev 2011, 15:15

21 Fev 2011, 19:52

Amelco escreveu:
Jband escreveu:Olá a todos.
Recente proprietário de uma Shineray 250 Custom 2010/11.
Busco informações quanto ao desempenho da mesma para viagens.
Com apenas 200 km rodados, solicito informações quanto ao período de amaciamento do motor.
É fato ou não, que este motor de 250 tem a mesma arquitetura das antigas CB 400 Honda ?
Notei que esta ocorrendo uma diferença entre o odometro parcial e o total, enquanto o total aponta 200 km, o parcial esta a 500 ... Alguma orientação ?
Se possível, ajudem-me.
Abraços, Zé Band.
Uma coisa sobre amaciamento do motor que é bem verdade é buscar não ficar numa mesma rotação por muito tempo, e tentar não ultrapassar 5000 rpm.
Quanto à questão da arquitetura do motor eu não sei te responder.
A diferença entre os odômetros não ocorre/ocorreu na minha (modelo 2008), leve-a para a concessionária que eles devem consertar ou trocar o odômetro. Faz parte da garantia.

Nas viagens elá é muito confortável e forte, te dando muita segurança nas ultrapassagens. O problema é que ela não é moto de corrida, chega a 110 Km/h no máximo. A não ser que sua relaçào coroa/pinhão seja diferente, será essa sua velocidade máxima.

Abraço e boas viagens.
Prezado Companheiro.
Grato pela resposta.
Espero que a concessionaria resolva o problema do hodometro, como sugeriu.
Quanto a questão da velocidade, confesso que não tenho idade para brincar mais não. Adquiri ciente das limitações, mas o fato de ser completa confesso que pesou na decisão, estava entre a Kasinsky e a Shineray, somente me preocupa a questão da vibração que já me disseram tende a resultar um mal funcionamento dos retrovisores.
Li em uma resenha que a substituição do pinhão por um de 17 resolve, tem noticia disto?
Na medida do possível mantenho atualizada as últimas considerações.
Agora estou com intenção de extender o alarme para os bagageiros, penso em tentar um sensor amanhã.
Abraços e mais uma vez grato, Zé Band.
Amelco
Mensagens: 7
Registrado em: 16 Out 2010, 20:28
Localização: Mossoró
Contato:

22 Fev 2011, 01:44

Prezado Companheiro.
Grato pela resposta.
Espero que a concessionaria resolva o problema do hodometro, como sugeriu.
Quanto a questão da velocidade, confesso que não tenho idade para brincar mais não. Adquiri ciente das limitações, mas o fato de ser completa confesso que pesou na decisão, estava entre a Kasinsky e a Shineray, somente me preocupa a questão da vibração que já me disseram tende a resultar um mal funcionamento dos retrovisores.
Li em uma resenha que a substituição do pinhão por um de 17 resolve, tem noticia disto?
Na medida do possível mantenho atualizada as últimas considerações.
Agora estou com intenção de extender o alarme para os bagageiros, penso em tentar um sensor amanhã.
Abraços e mais uma vez grato, Zé Band.
Eu pensei que a shineray já tivesse resolvido esse problema da vibração nos modelos novos. Eu troquei o pinhão por um menor (não lembro se por um de 16 ou de 17 dentes) e a vibração caiu pela metade. Ela vibrava MUITO quando chegava por volta dos 80 Km/h. Agora, ela vibra um pouco a partir de 90, mas não como antes que não dava nem pra ver a imagem do retrovisor.
Outra coisa que me disseram sobre a vibração: motos custom vibram mesmo, mais que as esportivas. Mas nada que atrapalhe o funcionamento normal da moto.
Sem dúvida aconselho trocar o pinhão se sua moto vibra dessa forma como eu descrevi.
Essa foi oa única alteração que eu fiz na moto.
Mais um conselho: presta atenção nos carburadores. Como ela tem carburação dupla, vez por outra é necessário fazer a regulagem deles para eles ficarem funcionando no mesmo "tempo". Na verdade eles devem permitir a passagem da mesma quantidade de oxigenio para o pistão senão o motor fica "descompassado" com um pistão com uma mistura combustivel/oxigênio rica e o outro pobre, por exemplo. Tive problemas com isso, mas o mecânico (da Shineray) depois de umas 2 tentativas conseguiu resolver.
Jband
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Fev 2011, 15:15

24 Fev 2011, 10:48

Amelco escreveu:
Prezado Companheiro.
Grato pela resposta.
Espero que a concessionaria resolva o problema do hodometro, como sugeriu.
Quanto a questão da velocidade, confesso que não tenho idade para brincar mais não. Adquiri ciente das limitações, mas o fato de ser completa confesso que pesou na decisão, estava entre a Kasinsky e a Shineray, somente me preocupa a questão da vibração que já me disseram tende a resultar um mal funcionamento dos retrovisores.
Li em uma resenha que a substituição do pinhão por um de 17 resolve, tem noticia disto?
Na medida do possível mantenho atualizada as últimas considerações.
Agora estou com intenção de extender o alarme para os bagageiros, penso em tentar um sensor amanhã.
Abraços e mais uma vez grato, Zé Band.
Eu pensei que a shineray já tivesse resolvido esse problema da vibração nos modelos novos. Eu troquei o pinhão por um menor (não lembro se por um de 16 ou de 17 dentes) e a vibração caiu pela metade. Ela vibrava MUITO quando chegava por volta dos 80 Km/h. Agora, ela vibra um pouco a partir de 90, mas não como antes que não dava nem pra ver a imagem do retrovisor.
Outra coisa que me disseram sobre a vibração: motos custom vibram mesmo, mais que as esportivas. Mas nada que atrapalhe o funcionamento normal da moto.
Sem dúvida aconselho trocar o pinhão se sua moto vibra dessa forma como eu descrevi.
Essa foi oa única alteração que eu fiz na moto.
Mais um conselho: presta atenção nos carburadores. Como ela tem carburação dupla, vez por outra é necessário fazer a regulagem deles para eles ficarem funcionando no mesmo "tempo". Na verdade eles devem permitir a passagem da mesma quantidade de oxigenio para o pistão senão o motor fica "descompassado" com um pistão com uma mistura combustivel/oxigênio rica e o outro pobre, por exemplo. Tive problemas com isso, mas o mecânico (da Shineray) depois de umas 2 tentativas conseguiu resolver.
Pois bem.
De volta da concessionária, foi verificado que os carburadores não estão alinhados :-O
É uma pena que uma fábrica não tenha o devido compromisso com os clientes.
Fica aqui minha gratidão, pois se não fosse o aviso postado continuaria a usar o veículo em condições desfavoráveis.
Marquei a revisão para 2a feira, irá levar 1 dia para tal. Paciência.
Outro problema que enfrento foi que o baú central veio danificado na lateral e ainda não providenciaram a reposição.
A questão do hodometro foi detectada pelo mecânico e orientado a substituição, espero que seja efetuado no mesmo dia.
Infelizmente somos tratados como 'bucha-de-canhão' ao ouvir vendedores ponderarem sobre um 'ajuste' na peça ao inves de trocar a mesma; até mesmo 'um discontim' para ficar com o baú danificado.
Em suma mentalidade típica de empresas que atuam somente no segmento de 50tinhas...
Não sei como, mas gostaria de tentar um contato com a fábrica, na intenção de solicitar que a mesma procure se entender melhor com este segmento de clientes. O que pensa disto?
Alguma dica, escreva. Certo ?
Abraços, Zé Band
Amelco
Mensagens: 7
Registrado em: 16 Out 2010, 20:28
Localização: Mossoró
Contato:

24 Fev 2011, 11:51

Jband escreveu: Pois bem.
De volta da concessionária, foi verificado que os carburadores não estão alinhados :-O
É uma pena que uma fábrica não tenha o devido compromisso com os clientes.
Fica aqui minha gratidão, pois se não fosse o aviso postado continuaria a usar o veículo em condições desfavoráveis.
Marquei a revisão para 2a feira, irá levar 1 dia para tal. Paciência.
Outro problema que enfrento foi que o baú central veio danificado na lateral e ainda não providenciaram a reposição.
A questão do hodometro foi detectada pelo mecânico e orientado a substituição, espero que seja efetuado no mesmo dia.
Infelizmente somos tratados como 'bucha-de-canhão' ao ouvir vendedores ponderarem sobre um 'ajuste' na peça ao inves de trocar a mesma; até mesmo 'um discontim' para ficar com o baú danificado.
Em suma mentalidade típica de empresas que atuam somente no segmento de 50tinhas...
Não sei como, mas gostaria de tentar um contato com a fábrica, na intenção de solicitar que a mesma procure se entender melhor com este segmento de clientes. O que pensa disto?
Alguma dica, escreva. Certo ?
Abraços, Zé Band
É, esse tipo de comportamento muitas vezes não é o mesmo que o "aconselhado" pela marca, mas sim, devido à própria educação dos donos e funcionários da concessionária. Tenho certeza que a fábrica não admite esse tipo de comportamento em suas filiais. Pechinchar um desconto pra o cliente permanecer com um item danificado ao invés de trocar num novo, com a moto na garantia?? Inadmissível.
A concessionária aqui de onde moro não é as mil maravilhas, porém os mecânicos e a gerente estão sempre prontos a me atender e já fiz reposições de peças por conta da empresa, já que minha moto está na garantia. Claro que as peças não foram danificadas por mal uso, e sim, por qualidade baixa das mesmas.
Até mesmo na troca do pinhão, não me foi cobrado nada, nem o preço do pinhão (que custa uns R$ 17) nem a mão de obra, visto que o pinhão original estava provocando um mal funcionamento do veículo (vibração acima do normal) e, por isso, foi realizada a troca. Tudo por conta da garantia da moto.
O problema é que as motos chegam da fábrica "AS IS", ou seja, da mesma forma que saem da linha de produção: desmontadas, desreguladas, etc. Quem faz a montagem, regulagem, alinhamentos e coisas do tipo é a concessionária e, como você pode ver, umas fazem mais bem feito que outras. Deveria existir um padrão, e talvez até exista, mas não deve ser rigorosamente seguido devido a uma possível falta de fiscalização da própria fábrica.
Eu apóio sua iniciativa de entrar em contato com a fábrica (ela fica localizada em Pernambuco, se não me engano em Recife), explicar o acontecido pra ela e pedir que ela entre em contato com a concessionária. É o que você pode fazer, já que está insatisfeito com o serviço deles.
Aproveitando a revisão que você irá fazer na segunda feira, peça à eles que troquem o seu pinhão, e se eles quiserem te cobrar pela peça, pague, afinal esses R$ 17 reais será um bom investimento. Fale com o mecânico e peça pra ele te mostrar o pinhão, conte os dentes do pinhão original e compre um que tenha 1 dente a menos, foi isso o que eu fiz.

Desculpe pelo texto enorme, mas queria mostrar meu ponto de vista com relação ao acontecido.
Responder