Shadow 750: Tanque, Consumo e Autonomia

Motos: Honda Shadow 750, Honda VT 600, Honda VLX 600, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Honda

Responder
Avatar do usuário
JoaoYYZ
Mensagens: 113
Registrado em: 26 Abr 2015, 20:36
Localização: Rio de Janeiro

02 Set 2015, 23:36

Pessoal,
Li MUITO no forum, e com os relatos da galera, sou mais um feliz proprietário de uma Shadow 750. Peguei ela com 15.100km.

No 1o tanque fiz 18,6km/l. Acho que o consumo foi justo, porque eu não conhecia o torque e a hora certa das marchas, puxando demais enquanto poderia economizar.

Fiz revisão, troquei as 4 velas, óleo e o filtro de ar. Verificação geral, fluidos ok, levei para casa.
Saindo da Honda... notei a moto "áspera". Ela não tá suave e forte, mas tá seca. Tá forte... mas parece que um tiquinho menos forte que antes, especialmente em alto giro.
Obs: apesar de pouco tempo com motos, tenho bastante sensibilidade com motores, e uma mudança de marca de combustível eu já sinto a diferença em carros, e também com as motos.

Enchi o tanque, hodômetro zerado, passei a seguir TODAS as dicas da galera do fórum, em busca dos 21km/l. Marchas altas em velocidades mais baixas (não forçando para ganhar velocidade, lógico)... galera... TUDO imaginável. Medi hoje... PIOROU!
Antes da revisão e sem experiência em 750cc: 18,6km/l
Após revisão e com tocada econômica: 17,7km/l

Peças trocadas: velas, filtros (óleo e ar).
ACHO que pode ser: distância dos eletrodos das velas; velas erradas (sei lá né); fora de ponto (como tá áspera e mais fraca, acho que pode estar ocorrendo alguma detonação); meu coroa ouviu ela e achou ela um pouquinho acelerada, mas como é injetada eu disse que é esclerose dele :P

Alguma dica?

Galera do RJ, especialmente Jonir: alguém de confiança para dar uma olhada nela? Moro na Tijuca, mas vou onde tiver que ir pra ter um bom mecânico.

Abraços a todos!
Boulevard M800
As Ex: Honda Shadow Spirit, Dafra Horizon 250
Avatar do usuário
Raulz
Mensagens: 57
Registrado em: 30 Ago 2012, 08:39
Localização: Caraguatatuba
Contato:

09 Set 2015, 08:33

Caro JoaoYYZ,

primeira coisa, se vc levou na Honda, eles provavelmente colocaram o óleo Honda que é 10w30, não serve pra Shadow, que no manual tá 20w50. Recomendo essa leitura http://minhaprimeiramoto.blogspot.com.b ... etico.html

Eu tive a mesma impressão que vc quando cometi o mesmo erro que vc, peguei minha moto e levei na Honda.

Essa revisão que vc fez lá, vc pode fazer em casa, é td muito simples, sai mais barato e vc tem certeza que o serviço foi bem feito. E antes que vc pense que eu sou um mecânico profissional, essa é minha primeira moto e tenho ela a pouco mais de um ano. Fica a dica :wink:

Quanto ao consumo, tenho acompanhado o da minha e há algum tempo tenho usado um app que se chama Carango, nos 3659km que usei ele minha média é de 18,84km/l. Essa média só melhora quando rodo exclusivamente na estrada, ai chega a 22, fiz até 28 já.
Sempre rodo com alforges, tenho filtro e escapamento esportivo, velas de iridium e seca suvaco, nada disso mudou o consumo significativamente.

Na minha opinião seu consumo está na média, troca esse óleo, rode mais uns tanques pra ter uma ideia melhor da real média de consumo da moto.
"Freedom is a full tank"
Avatar do usuário
JoaoYYZ
Mensagens: 113
Registrado em: 26 Abr 2015, 20:36
Localização: Rio de Janeiro

09 Set 2015, 22:02

Raulz escreveu:Caro JoaoYYZ,

primeira coisa, se vc levou na Honda, eles provavelmente colocaram o óleo Honda que é 10w30, não serve pra Shadow, que no manual tá 20w50. Recomendo essa leitura http://minhaprimeiramoto.blogspot.com.b ... etico.html

Eu tive a mesma impressão que vc quando cometi o mesmo erro que vc, peguei minha moto e levei na Honda.

Essa revisão que vc fez lá, vc pode fazer em casa, é td muito simples, sai mais barato e vc tem certeza que o serviço foi bem feito. E antes que vc pense que eu sou um mecânico profissional, essa é minha primeira moto e tenho ela a pouco mais de um ano. Fica a dica :wink:

Quanto ao consumo, tenho acompanhado o da minha e há algum tempo tenho usado um app que se chama Carango, nos 3659km que usei ele minha média é de 18,84km/l. Essa média só melhora quando rodo exclusivamente na estrada, ai chega a 22, fiz até 28 já.
Sempre rodo com alforges, tenho filtro e escapamento esportivo, velas de iridium e seca suvaco, nada disso mudou o consumo significativamente.

Na minha opinião seu consumo está na média, troca esse óleo, rode mais uns tanques pra ter uma ideia melhor da real média de consumo da moto.
Boa noite Raul,
Obrigado pela resposta! No final de semana chuvoso aqui no RJ, a ventoinha ligava a todo instante... realmente tinha algo errado.
Retornei ontem à Honda e de cara veio o mecânico que mexeu nela. Comentei e dei uma de "João sem braço" pedindo para ele rever se as velas trocadas estão com a especificação certa, para ver também a abertura dos eletrodos, ver se havia alguma obstrução no filtro de ar... ou seja... se algo foi feito de má fé (como colocar velas usadas), dei a chance de se redimir.
A moto ficou pronta à tarde e fui buscar. Ele disse que as velas estavam com os eletrodos longe da especificação, e as 4 velas estavam com aberturas diferentes.
Quando liguei já senti que era outra, com o ronco mais suave. Quando saí, consegui dar umas esticadas... e o motor não está áspero como antes, e ela está mais forte. Melhorou bastante! Vou medir o consumo... mas está bem diferente. Certamente ela tava dando detonação com as velas com aberturas erradas.

Sobre o consumo, eu uso o Fuelly. Só não ativei na assinatura do meu perfil porque não estava gostando do consumo. Mas valeu a dica! Vou testar o que você recomendou :D

Quanto ao óleo... cara... obrigado por colar o link. Li TODO, e se me permite, te dou uma outra visão. Acho que a pessoa do site tem que ter calma. "Clodoaldo Rodrigues" foi muito feliz nos comentários dele alertando da confusão que o autor fez, e o cara do site está bastante equivocado ou ludibriado por algo que não é bem por ali. Não sei quem é o autor do texto, mas sou engenheiro mecânico e justo da área de óleo e gás. As siglas 10w30 e 20w50 indicam a viscosidade a determinada temperatura. Estes números que aparecem nas embalagens dos lubrificantes (30, 40, 20W/40, etc.) correspondem à classificação da SAE (Society of Automotive Engineers), que se baseia na viscosidade dos óleos a 100ºC, apresentando duas escalas: uma de baixa temperatura (de 0W até 25W) e outra de alta temperatura (de 20 a 60). A letra "W" significa "Winter" (inverno, em inglês) e ela faz parte do primeiro número, como complemento para identificação. Quanto maior o número, maior a viscosidade, para o óleo suportar maiores temperaturas. Graus menores suportam baixas temperaturas sem se solidificar ou prejudicar a bombeabilidade.
Os óleos na Europa são no máximo 5W/alguma coisa, para não solidificarem (não congelarem). Esses óleos são desnecessários aqui no Brasil. Mas no RS e SC, um óleo 10W/alguma coisa é imperativo para evitar congelamento. Nem pensar em usar 20w/qualquer coisa no Sul, ainda mais no inverno.
A 2a parte da numeração é sobre alta temperatura. Bem... nossos motores são para rodar mais de 100.000km, então eles não são como motores de competição que trabalham a temperaturas altíssimas chegando a ficar incandescentes, e mal duram poucos milhares de km. Então não precisamos de algo muuuuuuito alto. Podemos usar? SIM. Custo x benefício: ZERO. Caro demais pra temperaturas que nunca vamos atingir com esses motores em seu funcionamento normal (até 6.000rpm).

Não sei se leu até agora ou se aborreceu por eu ter "retrucado" (na verdade estou tentando esclarecer)... mas um óleo que é muito respeitado (e acho que mais utilizado) para as motos é o Motul. Já viu no site da própria Motul o que eles recomendam para a Shadow 750? Joguei o seguinte:
Tipo : VT 750 C2 Shadow Spirit (2007 - ) <<-- (é a minha. Mas a sua 2010 é o mesmo motor)
Resultado do site da própria Motul:
Uso : Normal
Intervalos : Mudar 12000 km / 12 meses
Produtos : 7100 4T 10W-30 (clima temperado)
: 5100 4T 10W-30 (clima temperado)
: 3000 4T 10W-30 (clima temperado)


O 7100 é o sintético, 5100 o semi e o 3000 o mineral. Mas sempre 10w30 para o nosso CLIMA (não pra nossa MOTO).
Nosso clima é temperado, e no nosso país (considerando não SP e RJ, mas pensando no RS até Norte e Nordeste), chega-se à conclusão que o ideal é 10w30. Esse é o ponto que você tem que pensar... temperatura do motor frio ao ligar a moto (10w), e temperatura máxima de operação do motor (o "30"), e a respectiva viscosidade a cada temperatura.
Poderíamos por segurança usar 5w40 por exemplo? SIM. Porque a uma baixíssima temperatura ele não congelaria, iria lubrificar, e a uma temperatura bem alta, ele não viraria água de tão fino. Nesse caso, o melhor óleo do mundo seria um 0W60... mas qual o uso disso senão no deserto do Saara num Rali Paris-Dakar? :)

(...eu sei... digito pra caramba e o post tá chato, mas espero ajudar)

Mais uma coisa sobre viscosidade: sabe por que naquele Chevette velho (ou Fusca, ou Kombi velha) o mecânico berra: "tem que botar um óleo mais grosso!!"? Porque os pistões estão com desgaste acentuado e folga, e o óleo grosso acaba formando uma camada como uma capa envolvendo o pistão e reduzindo a folga. Então já viu carro velho ligando o motor e batendo biela? Bota um óleo grosso que a coisa melhora! E muito! (e é assim que muita gente vende carro com o motor batendo sem dar UM indício, e o novo dono troca o óleo, bota o recomendado e... gasta 4.000,00 pra fazer motor).

Mas... por outro lado... bota um óleo grosso em um motor novinho??? Rapaz... vai bater em breve! Porque ele precisa da viscosidade certa para funcionar bem justo. Mas se você puser algo muito grosso, os pistões novos em folha e com folga mínima vão funcionar forçados literalmente raspando nas camisas, jogando a compressão lá em cima... e quando você subir o giro... não vai ser legal o que vai acontecer.

Ainda no site... ele compara coisas distintas. Câmbio de carro funciona numa temperatura completamente diferente do motor de carro. A comparação dele não procede, tanto que é OUTRO tipo de óleo que vai no câmbio. Então não dá para comparar banana com maçã. Óleo de câmbio é o de câmbio, assim como o do motor, freios e o da direção hidráulica. Não são comparáveis, nem intercambiáveis. Fluido de freio então, nem se fala, que é um fluido de REFRIGERAÇÃO, para resfriar o sistema de freio quando em alta temperatura (o pessoal da velocidade sabe bem a diferença de um DOT3 pra um DOT 5.1 e a diferença de "fading" que cada fluido dá).


Galera e Raul... me desculpem pelo post gigante. Perdi um tempão digitando tudo isso. Sabe pq? Pq vc se importou no melhor pra minha moto, assim como quero tentar acrescentar algo para o melhor da sua moto, da minha moto e da galera toda que tanto me ensina no forum.
É isso. Forte abraço!
Boulevard M800
As Ex: Honda Shadow Spirit, Dafra Horizon 250
Avatar do usuário
Raulz
Mensagens: 57
Registrado em: 30 Ago 2012, 08:39
Localização: Caraguatatuba
Contato:

11 Set 2015, 05:43

Kra, que bom que sua Sombra tá melhor! O que seria essa abertura das velas, a distancia do eletrodo? Pq na minha só troquei as velas e não me atentei a isso :shock:

Que aula, só tenho a agradecer por dedicar seu tempo pra passar esse conhecimento, é sempre bom aprender mais e posso dizer que aprendi muito com seu texto.

Só uma coisa, o Motul 3000 que eu geralmente uso é o 20w50, não sabia que tinha com outras especificações. Pra mim atende bem, e achei que a moto rodou melhor do que com o da honda. Como aqui, onde moro, faz quase sempre calor, acho ok usar o 20w50. Não sei bem se o Brasil pode se considerar de clima temperado, tá mais pra tropical ou sub-tropical, a não ser no sul e em regiões alta que temos o temperado de altitude. Mas isso é detalhe, o importante é q entendi o que vc quis dizer.

Agora uma dúvida, isso de mudar o óleo de semi-sintético pra mineral dá problema realmente? Pq pode ter sido isso que achei estranho na minha moto.
"Freedom is a full tank"
Avatar do usuário
JoaoYYZ
Mensagens: 113
Registrado em: 26 Abr 2015, 20:36
Localização: Rio de Janeiro

11 Set 2015, 15:51

Raulz escreveu:Kra, que bom que sua Sombra tá melhor! O que seria essa abertura das velas, a distancia do eletrodo? Pq na minha só troquei as velas e não me atentei a isso :shock:

Que aula, só tenho a agradecer por dedicar seu tempo pra passar esse conhecimento, é sempre bom aprender mais e posso dizer que aprendi muito com seu texto.

Só uma coisa, o Motul 3000 que eu geralmente uso é o 20w50, não sabia que tinha com outras especificações. Pra mim atende bem, e achei que a moto rodou melhor do que com o da honda. Como aqui, onde moro, faz quase sempre calor, acho ok usar o 20w50. Não sei bem se o Brasil pode se considerar de clima temperado, tá mais pra tropical ou sub-tropical, a não ser no sul e em regiões alta que temos o temperado de altitude. Mas isso é detalhe, o importante é q entendi o que vc quis dizer.

Agora uma dúvida, isso de mudar o óleo de semi-sintético pra mineral dá problema realmente? Pq pode ter sido isso que achei estranho na minha moto.
Fala Raulz!
Tenho muito o que aprender, especialmente de motos! Forum é maneiro pra isso... apanhei (e aprendi) muito lendo os tópicos sobre contra-esterço kkkkkk

Abertura dos eletrodos? Deixa eu jogar uma imagem pra você:
Imagem
Tá vendo ali embaixo onde ele diz folga dos eletrodos? Então... cada motor (carro ou moto) tem uma especificação de abertura. Normalmente ela está ligada ao modelo da vela.
No manual da Shadow página 6-12 indica folga de 0,8 a 0,9mm, usando somente a vela que ele especifica na mesma página. Se for comprar similar, tem que ser uma que atenda a especificação.
Mas cara... nem sempre a vela vem com a folga regulada. Existem umas pequenas réguas chamadas de calibres que você (ou o mecânico) passa para regular. Não é mero capricho, mas é praticamente o mínimo de cuidado, antes de trocar as velas, ver se a abertura entre os eletrodos está correta. Daí o cara passa isso aqui ó:
Imagem

Cara... isso te toma SEGUNDOS! O que aconteceu foi que o mecânico tirou as velas da caixa, rosqueou, apertou e plugou. Poderia ter sido mais caprichoso. Problema resolvido!

Ah... vc deve estar se perguntando qual a diferença que faz. Bem... nosso motor é um motor à combustão. Então você tem a gasolina e tem a entrada de ar. Daí que vem a expressão "mistura ar/combustível", que é o quanto você tem na câmara. Mas o que faz o cilindro mover? A explosão disso! E como explode? Com a faísca gerada pela nossa vela. A vela serve para isso! Provocar a queima, com uma fagulha.
A abertura do eletrodo regula essa faísca, que combinada com a mistura ar/combustível, fazem o motor girar.
Não pense que MUITA faísca vai tornar sua moto uma bala! Pra isso você tem que ter mais combustível injetado, e consequentemente mais ar... mas então aquela cambada de combustível com pouca queima gera perda. Assim como uma mistura pobre vai gerar uma queima fraca. E por aí vai...

Era só isso na minha moto. O mais difícil ele fez... o simples, nego não faz.
Obs: relembro que a vela especificada ela já vem com uma pré-regulagem de folga dos eletrodos. Só que esse tipo de vela não vai só na nossa Shadow (não me pergunte em quais outras motos vai, rsrsrs). Daí o fabricante é quem especifica a folga e o correto é sempre regular antes de colocar, ou melhor, sempre que sacar a vela (ainda que seja pra verificar o estado de desgaste), passa o calibre e ajusta a folga dos eletrodos. Assim a vela dura mais, o motor rende bem (tanto em potência como em consumo) e seu dinheiro fica feliz com uma ação que leva segundos, depois de ter sacado a vela.
Abs e mais uma vez desculpa pelo longo post!
Boulevard M800
As Ex: Honda Shadow Spirit, Dafra Horizon 250
Avatar do usuário
JoaoYYZ
Mensagens: 113
Registrado em: 26 Abr 2015, 20:36
Localização: Rio de Janeiro

11 Set 2015, 16:14

Raulz escreveu:Só uma coisa, o Motul 3000 que eu geralmente uso é o 20w50, não sabia que tinha com outras especificações. Pra mim atende bem, e achei que a moto rodou melhor do que com o da honda. Como aqui, onde moro, faz quase sempre calor, acho ok usar o 20w50. Não sei bem se o Brasil pode se considerar de clima temperado, tá mais pra tropical ou sub-tropical, a não ser no sul e em regiões alta que temos o temperado de altitude. Mas isso é detalhe, o importante é q entendi o que vc quis dizer.

Agora uma dúvida, isso de mudar o óleo de semi-sintético pra mineral dá problema realmente? Pq pode ter sido isso que achei estranho na minha moto.
Opa! Esqueci de responder o final.
A classificação de "clima temperado" é do site da Motul. Certamente eles que enquadraram nosso país assim e de acordo com os produtos que seriam os melhores para cá.
20w50, 10w30, 10w40... são adequados pra cá. Eu não usaria o 20w50 no Sul, somente.

Quanto a mineral p/ semissintético p/ sintético... vale a pena quebrar um mito (e receber uma enxurrada de esporros rsrsrs): Essa de que "ah, se usa óleo sintético e colocar mineral, vai bater motor". Não é bem por aí. A troca é mais chata, porque tem que evitar a contaminação entre os tipos de óleos, para evitar reações químicas que provoquem corrosão nas camisas e outros pequenos problemas químicos que podem se tornar um grande prejuízo. Não se deve misturar eles, portanto não é uma troca simples de baixar e trocar. Pode te dar dor de cabeça no futuro.
O semissintético é fácil de migrar de um para o outro. Troca normal mesmo, sem se esquecer de trocar o filtro.
Se quiser sair do sintético para o mineral... recomendo fazer transição, passando pelo semissintético e depois indo para o mineral.
Por fim... fica a dica para pensar se vale usar mineral na Shadow. A diferença de preços hoje em dia está bem pequena, e a durabilidade do semissintético é em média o dobro da do óleo mineral. Foi-se época que o semissintético era 3-4x o preço do mineral. Vale a pena uma lubrificação de melhor qualidade, e por um custo x benefício que se você fizer as contas, dá no mesmo, cuidando melhor do motor.
Abraço!
Boulevard M800
As Ex: Honda Shadow Spirit, Dafra Horizon 250
Avatar do usuário
Raulz
Mensagens: 57
Registrado em: 30 Ago 2012, 08:39
Localização: Caraguatatuba
Contato:

12 Set 2015, 22:31

Vlw mais uma vez pela aula JoaoYYZ!

Legal esses calibres, vou descolar um pra mim verificar a folga das velas.

Obrigado mesmo por compartilhar o conhecimento, abraço!
"Freedom is a full tank"
mizael1000
Mensagens: 1
Registrado em: 23 Nov 2015, 22:31
Localização: Vilhena

23 Nov 2015, 22:41

Raulz escreveu:Vlw mais uma vez pela aula JoaoYYZ!

Legal esses calibres, vou descolar um pra mim verificar a folga das velas.

Obrigado mesmo por compartilhar o conhecimento, abraço!
boa noite sou novo aqui e após ler vários comentários fiz a medição das velas e para minha surpresa a moto melhorou significativamente a econonia. passando de 17 para 18 km na cidade sempre numa tocada tranquila. abraço. 8)
lairmor
Mensagens: 1
Registrado em: 11 Set 2011, 15:29
Localização: São Paulo
Contato:

13 Jul 2016, 17:21

Olá irmãos, tenho uma Shadow 750 - 2006 - carburada, e sempre faço algumas melhorias nela, para ter minha máquina mais eficaz e única.
Agora adquiri um tanque com a capacidade de 22L (inclusa a reserva), e pretendo colocar uma boia, portanto pergunto: Qual a boia vocês consideram mais adequada para esta adaptação? Pois já comprei também um Tacômetro (conta-giros) no E-bay), e este é acoplado a um medidor de combustível, 2X1, assim pretendo fazer as ligações e ter este "copo" fixado no guidão, mas para tanto preciso que opinem qual será a boia que melhor se adéqua ao tanque da Shadow.
Pois o tanque ampliado, conservou o design original, sendo ampliado para cima e proporcionalmente.

Desde já sou grato e um forte abraço a todos os "sombreiros".
Avatar do usuário
Inacio andre
Mensagens: 1
Registrado em: 10 Abr 2017, 11:48
Localização: RGS

11 Jan 2018, 07:43

Tenho uma sombra Negra(2006),que na estrada esta em torno de 22km e na cidade +- 18Km, creio que seja uma média boa para uma motocicleta pesada Sou charope para pilotar, ando conforme as placas, se é 80 blz se é 60 blz, faço sempre a manutenção e procuro não esmerilhar, visto que a motocicleta é para passeio. abraço à todos. Inacio Machado
Responder