Shadow 750: Fazendo curvas

Motos: Honda Shadow 750, Honda VT 600, Honda VLX 600, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Honda

Responder
diogo
Mensagens: 2
Registrado em: 20 Out 2008, 02:21

23 Out 2008, 14:59

comprei uma 750 okm, é minha segunda moto, a minha primeira foi uma honda biz 100 es.
eu ainda não tive coragem de sair com a moto pois ela é muito pesada e tinho um pouco de medo de derrubar ele nas curvas em baixa velocidade.
gostaria de umas dicas quanto as curvas em baixa velocidade!!!
valeu...
Avatar do usuário
wellrod
Mensagens: 1742
Registrado em: 10 Jan 2008, 07:35
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

23 Out 2008, 15:08

é realmente uma distância assustadora de cilindradas né meu amigo... rsrs mas partindo do princípio de que minha primeira moto já foi uma 600, acho que estamos no mesmo barco...

bem... primeiro passo é você esquecer tudo que vc sabia fazer com a sua biz... subir calçadas, manobras rápidas, corredores, alta velocidade... enfim... esqueça que um dia vc teve moto...

segundo passo... não sabe fazer as curvas ainda? treine as retas... primeiro você precisa se acostumar com os 236kg da Shadow... freiar... manobras... arrancadas... se você manusear errado o acelador, vai levar um coice de mula... é como montar num touro...

então comece fazendo passeios em locais onde não tenha muita movimentação... lá no meu bairro eu treinava todo sábado bem cedinho, onde não havia movimento de carros nem de crianças brincando na rua...

primeira e segunda marchas... treinando em baixas velocidades... nada de correr... pois quanto mais peso, mais difícil de frear... é uma moto lenta pra frear... então nada de ficar grudado na traseira de outras motos ou carros...

essa é uma moto estradeira... feita pra grandes percursos, retas... na cidade ela é um pouco cansativa por causa da posição de pilotagem e de ter que ficar freando ela a todo minuto... isso cansa bastante...

portanto, tenha paciência... ande devagar... depois o próximo passo é você pesquisar uma técnica chamada Contra-esterço... que é justamente você virar o guidon pro lado contrário da curva que você está fazendo... parece meio doida a idéia.. mas isso fará com que ela se incline mais na curva... mas não exagere no contra-esterço senão você vai pro chão... se puxar com força ela desce com força... entende? no mais, não exagere na velocidade... é uma moto para curtir a estrada... não para apostar corridas...
-----------------------
Wellington Rodrigues
DESVIRTUADOR
Shadow 750 - Aparecida
Nova Iguaçu- RJ
http://w.rodrigues.nafoto.net
Mickimba
Mensagens: 3228
Registrado em: 25 Jul 2008, 02:49
Localização: Sapiranga
Contato:

23 Out 2008, 16:47

Cara, isso sim é que é uma mudança radical... :lol:

Como o Well já disse praticamente tudo... Só vou reforçar uma coisa...

CUIDADO... Não tem mistério nenhum, não é difícil, mas no início não tenha pressa, faça as curvas lentamente, se precisar no início não tenha vergonha de "pedalar" e PRATIQUE...

Com o tempo vc vai ver que as curvas vão ficando mais naturais, a moto até parece que diminui de tamanho... Aconteceu comigo.. Acho que a 600 vira um pouco melhor que a 750 por ser um pouco menor, mas tb é meio tinhosa..

Em dois dias vc já acostuma... Só não tenha medo, saia com confiança..

A história das curvas é séria, mas o mito é maior que a realidade... É uma questão de equilíbrio...

No mais é só curtir... :P
"Errar é humano. Colocar a culpa em alguém é estratégico."
py5cac
Colaborador
Mensagens: 940
Registrado em: 25 Ago 2008, 19:36
Localização: Curitiba
Contato:

23 Out 2008, 18:30

Prezado Diogo,

Realmente é meio complicado, a moto é muito pesada.
Em movimento até que não é tão problemático, mas quando você precisa fazer uma curva e em seguida parar em pontos de areia é que o cuidado tem que ser redobrado.
Já deitei a minha 02 vezes, praticamente parado uma tirando a moto de ré de uma pequena rampa e outra na entrada de casa, entrando em curva e parando.
Normalmente tive estes problemas com garupa, pois você esta indo com a moto equilibrada e quando esta parando se o garupa se mexer muito dá aquela desiquilibrada.
Nas curvas de ruas secundárias entre sempre em primeira.
Conselho, instale um mata cachorro, estéticamente fica bonito e foi o que salvou meu escape nestas duas vezes.

Um abraço.
Carlos Alexandre - py5cac
www.diamantesdoasfalto.com.br
Kings
Colaborador
Mensagens: 1553
Registrado em: 30 Jan 2008, 14:11
Localização: Americana
Contato:

23 Out 2008, 19:32

Vale lembrar que o contra esterço só se aplica a curvas em velocidades a partir de uns 50 km/h.

Se vc não está confiante, tente treinar em lugares sem movimento. É tranquilo, vc se adapta à motoca rapidinho. Não tenha vergonha de "remar com os pés". E vai acelerando que fica natural e cada vez mais fácil.

Muitos kilometros e alegrias com sua nova moto.
Avatar do usuário
ulissesmarques
Mensagens: 1577
Registrado em: 22 Abr 2008, 17:45
Localização: São Bernardo do Campo
Contato:

23 Out 2008, 19:35

Sobre a Sombra 750 só posso dizer uma coisa, tive oportunidade de andar até que bastante em uma quando estava escolhendo minha próxima moto e uma coisa que reparei é a facilidade de se ralar as pedaleiras no chão ao deitar a moto em curvas! Só ir com calma! :wink:
Lissão

2.13.3
Avatar do usuário
cjardim
Mensagens: 48
Registrado em: 22 Ago 2008, 20:24
Localização: Passo Fundo
Contato:

13 Nov 2008, 13:04

Diogo, além de tudo que já falaram, dou mais uma sugestão (que talvez vc até já deve ter feito): conforme o lugar onde vc morar, ande bastante nos bairros. Ao meio-dia, à tardinha, de noite... Foi o que fiz nas primeiras semanas com a minha, e me ajudou muito a me acostumar com a motoca (tbém é minha 1ª). Dê tempo ao tempo, que vem ao natural.
Outra dica: se possível, faça viagens em grupo. É a melhor forma de se aprender com segurança, e na prática...
[]s, e bons kms com ela
... e pé na tábua!!!
Avatar do usuário
Mamute
Mensagens: 11
Registrado em: 29 Dez 2008, 15:57
Localização: São Paulo
Contato:

29 Dez 2008, 16:30

Estava lendo as msgs acima, e cara, pular de uma bis para uma shadow é um baita passo... realmente o lance é esquecer o que é pilotar a bis e aprender de novo para a Shadow. Como seu entre eixos é um dos maiores do mercado de motos custom, realmente fazer curvas com ela nao é tarefa fácil. A minha Shadow 750 é minha terceira moto custom, já rodei com ela 20 mil km, e tem curvas que eu ainda "sofro" pra fazer... o lance é realmente usar o "contra-terço". Lembro que quando comprei a Bullock em Maio, minha primeira viagem com ela foi de Sampa para Curitiba... vixi maria.. sofri pacas para conseguir acompanhar a galera... com minha Shadow 600 parecia que tava de esportiva, ralando as pedaleiras no chão... mas é isso, vivendo e aprendendo. Uma coisa que acho super positiva para quem precisa aprender realmente é fazer um curso de pilotagem. Aqui em Sampa existem alguns, quase todos no autódromo de interlagos. Eu nunca fiz, mas quem fez, disse que ajuda pacas.
[s]
LuisBsB
Mensagens: 49
Registrado em: 01 Dez 2008, 19:22
Localização: Brasí­lia
Contato:

29 Dez 2008, 20:22

Fala Mamute,

A shadow é a minha segunda moto. Tinha uma falcon antes. Realmente estou apanhando nas curvas, principalmente as fechadas onde não dá pra usar o contra-esterço. Aliás, não sei se estou fazendo o contra-esterço de forma correta mas o que tenho feito tá funcionando legal.
Quanto a cursos de pilotagem, aqui em Brasília ainda não vi nada. Perguntei na concessionária da Honda sobre um curso só para shadow e o cara falou: o difícil vai ser fazer os cones... sem comentários... o pessoal só se preocupa em vender... Se tivesse aqui ou em goiânia faria na hora!!!

Grande abraço!!
Avatar do usuário
Mamute
Mensagens: 11
Registrado em: 29 Dez 2008, 15:57
Localização: São Paulo
Contato:

29 Dez 2008, 20:29

Fala Luis, blz? Cara, realmente, as curvas com nossa moto não são simples... rsss... quanto ao curso, eu vou procurar amanha com calma a empresa que ministra em sampa. eu tenho certeza q eles tem agenda em vários lugares do brasil. mas oh, pega a moto e vem pra sampa... ai vc faz o curso... é uma boa tb...rsss
amanhã posto o site da empresa!
abraços
Responder