Mirage 250 EFI: Opinião dos proprietários

Motos: Kasinski Mirage 250, Kasinski Mirage 650, Kasinski Cruiser, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores

Responder
Avatar do usuário
decioluiz
Mensagens: 7
Registrado em: 25 Mai 2012, 22:22
Localização: João Monlevade
Contato:

17 Fev 2013, 14:05

ernesto walter escreveu:
RenanSP escreveu:Então...

Normalmente o FI apaga uns 3 segundos depois de você girar a chave. Salvo engano é o que está descrito no manual também.
A minha somente apaga quando o motor entra em funcionamento,na CC(amaro)falaram que é normal.É assim desde o dia que eu comprei e continuou assim depois de passar uma semana lá por conta da FI que teimava em não apagar
A minha também é 2012/2013 e só apaga após dar a partida. Acredito também que deve ser normal neste modelo/ano...
Avatar do usuário
decioluiz
Mensagens: 7
Registrado em: 25 Mai 2012, 22:22
Localização: João Monlevade
Contato:

17 Fev 2013, 14:39

ayoriabonfim escreveu:
Geraldo CS escreveu:Saudações Mirageiros . Ayoriabonfim ,minha moto está na rev. dos 9000 Km estou sem o manual para checar a capacidade do fusivel ,más de qqer forma :
1)Fusivel queima se estiver mal dimensionado para a carga ou em caso de curto circuito ou sobrecarga .
2)O curto pode ser momentaneo não chegando a colar o fio condutor em outro de polaridade contrária ou na carcaça do equipamento .
3)Fusiveis são dispositivos de proteção de um circuito eletrico , temos que analizar bem o porque da sua queima .
4)Fusiveis acima da capacidade (amperes)podem comprometer e danificar gravemente o circuito .
5) Ex : o xicote da moto foi dimensionado (fios) para suportar 20 Amp. maximo ,um fusivel de 30 irá permitir que os fios se aqueçam demais até ele queimar , se queimar :shock:
Portanto Senhores cuidado com fusiveis , sou eletrecista e já vi incendios dentro de paineis por conta de fusiveis dimensionados muito acima da carga .Não estou duvidando da capacidade do seu mecanico é que o assunto merecia ser comentado ,pois fusivel é coisa séria . Parabens pela moto , que ela lhe proporcione muitas alegrias .
Desculpem pela cartinha :oops: :oops:
Paz e Saude á todos ,e e e chega né , FUUIIIII
Olá geraldo,
Fico grato por poder compartilhar experiências com vocês aqui no fórum. E fico mais feliz ainda em saber que obtive respostas. Como sou iniciante aqui, peço desculpas antecipadamente por não relatar detalhadamente o acontecimento quanto à queima do fusível.

Tudo isso que você colocou foi muito bem pontuado. Na verdade dois dias depois da queima do fusível o pessoal da assistência técnica teve aqui em casa para corrigir esse problema. Nesse mesmo dia o mecânico da própria agencia desmontou toda a moto para tentar encontrar (exatamente como você falou) algum mau contato. Infelizmente não encontrou nada que pudesse justificar a queima do fusível. Foi então que tive no centro da cidade e comprei mais 4 fusível de 30 AMP. Quando realizamos a troca, a moto funcionou normalmente. No entanto, a pedido do próprio mecânico dei uma volta no quarteirão para fazer o teste. Quando parei a moto, pimba, apagou geral. Outro fusível queimado. Trocamos mais uma vez, novamente mais uma volta no quarteirão, nada aconteceu. Bom, até ai achamos que teríamos resolvido o problema. Pedi para que o mecânico desse uma volta para ver se tava realmente tudo ok. Para a nossa infelicidade (pra dizer a verdade, minha felicidade) a moto apagou geral, que dessa vez, graças a Deus na mão do mecânico. Fico imaginando se ele tivesse ido embora, e esse pepino estivesse estourado em minhas mãos. Sem sombra de duvida meu ego ficaria abalado e me acharia um péssimo piloto. Na quarta tentativa, deixamos a moto ligada, apenas observando. 15 minutos depois, ele desligou e retirou o fusível, que já estava quase queimando. Foi então que dei a idéia de fazermos um teste com um fusível mais resistente. Ele aceitou a idéia, apenas para teste. Quando fizemos a troca, Graças a Deus tudo se resolveu. Já faz quase 8 meses que estou com a moto e nunca mais tive esse problema. Portanto, pesquisando aqui no fórum, não vi nenhum relato de problemas parecido com o meu. O que leva a crer que meu caso foi um caso isolado.
Na verdade, eu estou colocando isso aqui, não porque tenho críticas com a Mirage EFI 250, pelo contrario, cadê vez mais estou apaixonado com essa moto. Apenas quero compartilhar as experiências, seja positivas ou negativas. Pois muitas vezes encontramos soluções em ler casos de outras pessoas parecidos com os problemas que enfrentamos com a moto no dia a dia. Como você mesmo disse, eu aconselhei o fusível de 40 AMP apenas como solução provisória. Não descarto que a pessoa tenha que recorrer à ajuda profissional nessas horas.

Quanto ao assunto em andamento logo acima, sou obrigado a concordar com o amigo Metal Omega. Essa moto vale a pena você andar no dia a dia. Embora o consumo seja irreal como dito no manual de 30KM/l. Eu apenas consegui fazer uma média 15KM/l. Mesmo assim o beneficio de poder andar num conforto, no meu ponto de vista, cobre tranquilamente essa diferença custo beneficio.

Aproveitando para abrir uma discussão, quando tive na primeira revisão realizada em Vitória, um dos técnicos me informou que o sistema de injeção eletrônica tem vários tipos de programação. Se não me engano, uma que aumenta o desenvolvimento da moto e outro para consumo( menor potência e maior economia). Realmente antes de fazer a viagem para Guarapari minha moto estava consumindo uma média de 22km/l depois que pedi para colocar mais potência o consumo aumentou consideravelmente.Alguém saberia dizer sobre isso?

Mais uma vez sou grato a todos.
Abraços
A minha é um modelo 2012/2013, já feita a primeira revisão. Esta semana estava na estrada e pouco depois de completar os 2000kms rodados ela começou a engasgar até apagar por completo. Parei imediatamente e constatei que era o fuzível de 30A que havia queimado, substitui ele e ela ligou na hora e depois não queimou mais, mas só que com isto as setas e pisca-alertas não estao funcionando mais, irei levá-la na oficna para ver o que pode ser esta semana....

Comprei a moto em meados de novembro passado, rodo com ela todos os dias e com pouco mais de 2000kms rodados este foi o único problema apresentado. Alguém aqui também já passou por isto e pode me dizer o que pode ser?

Valeu!!!! :?:
agpcardoso
Mensagens: 619
Registrado em: 03 Ago 2012, 18:06
Localização: São Paulo
Contato:

18 Fev 2013, 16:58

FernandoCsilva escreveu:Oi Pessoal!! Td bem? to com um problema de ferrugem!! mas não é na moto, é em mim!! srsr. Eu tinha uma Intruder 250, morava em Roraima, viajava até 4 horas siguidas e tudo bem, só parava quando a bunda ficava dormente, mas isso faz 10 anos. Agora com minha Mirage 250, ando alguns minutos e minha mão direita fica dormente,!! É muito chato.. acontece com alguem? tem alguma dica???
Olá Fernado,

Acontece comigo também, normalmente quando estou na marginal andando a 70, 80km/h. No meu caso sempre achei q por não ter muito costume com moto qdo estou nessa velocidade fico meio tenso, e isso faz com que meu braço fique duro e eu segure inconscientemente o guidão com MUITA FORÇA.

Sempre achei que o que fazia os meus dedos dormirem era essa força.
1ª Hunter 90cc 2006
2ª Mirage 250cc 2012
3ª Midnight XVS 950cc 2014
Alisson Alcantara
Mensagens: 353
Registrado em: 01 Ago 2012, 14:01
Localização: Foz do Iguaçu
Contato:

19 Fev 2013, 10:44

agpcardoso escreveu:
FernandoCsilva escreveu:Oi Pessoal!! Td bem? to com um problema de ferrugem!! mas não é na moto, é em mim!! srsr. Eu tinha uma Intruder 250, morava em Roraima, viajava até 4 horas siguidas e tudo bem, só parava quando a bunda ficava dormente, mas isso faz 10 anos. Agora com minha Mirage 250, ando alguns minutos e minha mão direita fica dormente,!! É muito chato.. acontece com alguem? tem alguma dica???
Olá Fernado,

Acontece comigo também, normalmente quando estou na marginal andando a 70, 80km/h. No meu caso sempre achei q por não ter muito costume com moto qdo estou nessa velocidade fico meio tenso, e isso faz com que meu braço fique duro e eu segure inconscientemente o guidão com MUITA FORÇA.

Sempre achei que o que fazia os meus dedos dormirem era essa força.
galera o lance é relaxar, o máximo possivel, eu tb estava com o mesmo "problema" agora troquei o guidon por um Ape Hanger e me sinto mais confortavel ainda, agora com a possição estilo poltrona, senti falta de um encosto que ja estou com planos de colocar... de resto só elegria com a pretinha....

Imagem
Imagem
Imagem
Loading...
Alisson Alcantara
Mensagens: 353
Registrado em: 01 Ago 2012, 14:01
Localização: Foz do Iguaçu
Contato:

19 Fev 2013, 10:45

clone...!!!!
Loading...
Gui_Chester
Mensagens: 104
Registrado em: 31 Mar 2012, 02:55
Localização: Bauru
Contato:

19 Fev 2013, 20:03

decioluiz escreveu:
ayoriabonfim escreveu:
Geraldo CS escreveu:Saudações Mirageiros . Ayoriabonfim ,minha moto está na rev. dos 9000 Km estou sem o manual para checar a capacidade do fusivel ,más de qqer forma :
1)Fusivel queima se estiver mal dimensionado para a carga ou em caso de curto circuito ou sobrecarga .
2)O curto pode ser momentaneo não chegando a colar o fio condutor em outro de polaridade contrária ou na carcaça do equipamento .
3)Fusiveis são dispositivos de proteção de um circuito eletrico , temos que analizar bem o porque da sua queima .
4)Fusiveis acima da capacidade (amperes)podem comprometer e danificar gravemente o circuito .
5) Ex : o xicote da moto foi dimensionado (fios) para suportar 20 Amp. maximo ,um fusivel de 30 irá permitir que os fios se aqueçam demais até ele queimar , se queimar :shock:
Portanto Senhores cuidado com fusiveis , sou eletrecista e já vi incendios dentro de paineis por conta de fusiveis dimensionados muito acima da carga .Não estou duvidando da capacidade do seu mecanico é que o assunto merecia ser comentado ,pois fusivel é coisa séria . Parabens pela moto , que ela lhe proporcione muitas alegrias .
Desculpem pela cartinha :oops: :oops:
Paz e Saude á todos ,e e e chega né , FUUIIIII
Olá geraldo,
Fico grato por poder compartilhar experiências com vocês aqui no fórum. E fico mais feliz ainda em saber que obtive respostas. Como sou iniciante aqui, peço desculpas antecipadamente por não relatar detalhadamente o acontecimento quanto à queima do fusível.

Tudo isso que você colocou foi muito bem pontuado. Na verdade dois dias depois da queima do fusível o pessoal da assistência técnica teve aqui em casa para corrigir esse problema. Nesse mesmo dia o mecânico da própria agencia desmontou toda a moto para tentar encontrar (exatamente como você falou) algum mau contato. Infelizmente não encontrou nada que pudesse justificar a queima do fusível. Foi então que tive no centro da cidade e comprei mais 4 fusível de 30 AMP. Quando realizamos a troca, a moto funcionou normalmente. No entanto, a pedido do próprio mecânico dei uma volta no quarteirão para fazer o teste. Quando parei a moto, pimba, apagou geral. Outro fusível queimado. Trocamos mais uma vez, novamente mais uma volta no quarteirão, nada aconteceu. Bom, até ai achamos que teríamos resolvido o problema. Pedi para que o mecânico desse uma volta para ver se tava realmente tudo ok. Para a nossa infelicidade (pra dizer a verdade, minha felicidade) a moto apagou geral, que dessa vez, graças a Deus na mão do mecânico. Fico imaginando se ele tivesse ido embora, e esse pepino estivesse estourado em minhas mãos. Sem sombra de duvida meu ego ficaria abalado e me acharia um péssimo piloto. Na quarta tentativa, deixamos a moto ligada, apenas observando. 15 minutos depois, ele desligou e retirou o fusível, que já estava quase queimando. Foi então que dei a idéia de fazermos um teste com um fusível mais resistente. Ele aceitou a idéia, apenas para teste. Quando fizemos a troca, Graças a Deus tudo se resolveu. Já faz quase 8 meses que estou com a moto e nunca mais tive esse problema. Portanto, pesquisando aqui no fórum, não vi nenhum relato de problemas parecido com o meu. O que leva a crer que meu caso foi um caso isolado.
Na verdade, eu estou colocando isso aqui, não porque tenho críticas com a Mirage EFI 250, pelo contrario, cadê vez mais estou apaixonado com essa moto. Apenas quero compartilhar as experiências, seja positivas ou negativas. Pois muitas vezes encontramos soluções em ler casos de outras pessoas parecidos com os problemas que enfrentamos com a moto no dia a dia. Como você mesmo disse, eu aconselhei o fusível de 40 AMP apenas como solução provisória. Não descarto que a pessoa tenha que recorrer à ajuda profissional nessas horas.

Quanto ao assunto em andamento logo acima, sou obrigado a concordar com o amigo Metal Omega. Essa moto vale a pena você andar no dia a dia. Embora o consumo seja irreal como dito no manual de 30KM/l. Eu apenas consegui fazer uma média 15KM/l. Mesmo assim o beneficio de poder andar num conforto, no meu ponto de vista, cobre tranquilamente essa diferença custo beneficio.

Aproveitando para abrir uma discussão, quando tive na primeira revisão realizada em Vitória, um dos técnicos me informou que o sistema de injeção eletrônica tem vários tipos de programação. Se não me engano, uma que aumenta o desenvolvimento da moto e outro para consumo( menor potência e maior economia). Realmente antes de fazer a viagem para Guarapari minha moto estava consumindo uma média de 22km/l depois que pedi para colocar mais potência o consumo aumentou consideravelmente.Alguém saberia dizer sobre isso?

Mais uma vez sou grato a todos.
Abraços
A minha é um modelo 2012/2013, já feita a primeira revisão. Esta semana estava na estrada e pouco depois de completar os 2000kms rodados ela começou a engasgar até apagar por completo. Parei imediatamente e constatei que era o fuzível de 30A que havia queimado, substitui ele e ela ligou na hora e depois não queimou mais, mas só que com isto as setas e pisca-alertas não estao funcionando mais, irei levá-la na oficna para ver o que pode ser esta semana....

Comprei a moto em meados de novembro passado, rodo com ela todos os dias e com pouco mais de 2000kms rodados este foi o único problema apresentado. Alguém aqui também já passou por isto e pode me dizer o que pode ser?

Valeu!!!! :?:
cara, o porta fusível verde de 30Amp é o geral, a das setas e luzes são do porta fusível azul de 15Amp.

#ficadica
Finalmente com a minha moto dos sonhos...
liquuid
Mensagens: 153
Registrado em: 22 Nov 2011, 22:24
Localização: São Paulo
Contato:

19 Fev 2013, 20:15

Me tirem uma dúvida, o fusivel geral é o que fica no relê de partida (solenoid, starter relay) ?
Gui_Chester
Mensagens: 104
Registrado em: 31 Mar 2012, 02:55
Localização: Bauru
Contato:

19 Fev 2013, 20:37

liquuid escreveu:Me tirem uma dúvida, o fusivel geral é o que fica no relê de partida (solenoid, starter relay) ?

na minha ele fica do lado direito olhando para o painel, mas no porta fusível mesmo, pk liquuid?
Finalmente com a minha moto dos sonhos...
liquuid
Mensagens: 153
Registrado em: 22 Nov 2011, 22:24
Localização: São Paulo
Contato:

20 Fev 2013, 09:20

Nada especial, só aprendendo sobre a máquina
FIlIPy65
Mensagens: 208
Registrado em: 15 Set 2012, 18:42
Localização: João Pessoa

22 Fev 2013, 22:39

Primeiramente, agradecer a todos que postaram no fórum, que contribuiu para minha feliz decisão. \o

Peguei uma EFI 2010/2011, com 568KM, e terminei de amacia-la. Até o momento, andei pouco mais de 700KM com ela.
Repetindo alguns colegas: a moto é bonita, é grande e valente.

Tudo que disseram aqui, aconteceu o mesmo comigo.
Parei no sinal, para um cidadão do lado numa Intruder, elogia a moto e se surpreende em saber que é uma 250cc, e a conversa só não é maior porque fomos pra lados diferentes.
Onde passo, são olhares admirados. Onde paro, é elogio. Perguntam se é uma 1000, o que é, como é, enfim, você vai ter gente pra conversar. :P
A última, foi eu ir numa lanchonete, e após fazer o pedido, o cidadão fala quase perguntando: "com essa moto do dotô da pra comprar uns dois carro né!?"
Fiquei imaginando quais seriam os carros. =p

Confortável demais, até porque é uma custom. :0
O banco assim como dito por aqui, após dezenas de quilômetros, começa a incomodar. Mas levei numa boa, o que me incomodou mesmo quilômetro após quilômetro, foram os pedais, talvez seja costume. =|
O guidom também pode melhorar, mas isso já são questões pessoais.

Já cheguei a 140KM nela (talvez o vento tenha impedido mais).
Faço utrpassagens sem dificuldades.
Sempre que preciso, ela atende.

Fiz duas pequenas viagens de ~130KM com MUITA chuva, e nenhum problema (eu que preciso investir em vestuário).

Tive problemas elétricos simples (acho que do antigo dono).
Teve uma vez que ela parou e não pegou mais (relatado aqui, mas nunca mais aconteceu, acho que tinha sido consequência do tempo parada.
O marcador de combustível funciona mal.

Acho que não tenho mais nada a declarar. Agora é juntar dinheiro pra modifica-la a gosto. o/
Responder