Kasinski: Fábrica, Concessionárias & Pós Vendas

Motos: Kasinski Mirage 250, Kasinski Mirage 650, Kasinski Cruiser, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores

Responder
agpcardoso
Mensagens: 618
Registrado em: 03 Ago 2012, 18:06
Localização: São Paulo
Contato:

07 Jul 2015, 20:24

Aee pessoal,

Uns usuarios do grupo q participo no face disponibilizaram o manual de serviços completo EM PORTUGUES da mirage e comet INJEÇÃO DELPHI.

SEGUE O LINK

http://akpreparacoes.blogspot.com.br/20 ... jecao.html
1ª Hunter 90cc 2006
2ª Mirage 250cc 2012
3ª Midnight XVS 950cc 2014
kocura
Mensagens: 312
Registrado em: 16 Abr 2009, 16:56
Localização: Santo André

10 Jul 2015, 17:41

Estou pensando em pegar uma Mirage, atualmente estou com a Amazonas.

Terei menos problemas?

No ABC terei suporte?
Intruder 125 / Amazonas 250 / Mirage 250 2011/2011 / Haojue Chopper Road 150
SemControle
Mensagens: 924
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

13 Jul 2015, 05:40

kocura escreveu:Estou pensando em pegar uma Mirage, atualmente estou com a Amazonas.

Terei menos problemas?

No ABC terei suporte?
Sou de santo andre tmb, suporte oficial nao temos mais em lugar nenhum, ate as lojas q mantem o nome kasinski ja sao na base de adaptacao e importacao, conheci 2 oficinas por aqui q os caras ate topam pegar as motos e fazer o serviço, mas pelo jeito tmb depende do serviço viu, pq se demandar importações ai vc tem q dar seus pulos pelo menos pra obter as peças......
Em todo lugar q andei a mecanica da moto e porte sao muito elogiados, assim como a eletrica bastante criticada, mas como gosto dessa parte, nao tenho problemas, ate alarme eu mesmo instalei e nao deu problema, pq o proprio pessoal no forum diz ser um veneno pra moto....como gosto fiz um servico limpo, sem cortar fios tmb, corrigi cagadas q o antigo dono ou instaladores fizeram e so.....

Vc nao deve ter problemas pq ja vem de motos, esta é minha primeira, duas q tive antes foram scooters....
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14
Gabriel Neves
Mensagens: 230
Registrado em: 29 Mai 2010, 22:38
Contato:

13 Jul 2015, 09:57

Uma Mirage 250 hoje é um convite pro mundo da mecânica. Alguns podem ver isso negativo ou positivamente.

Existem fontes para as peças e são mais baratas do que as encontradas por aqui, mas taxas e transporte tornam bem salgado o processo todo.

Entre a EFI e a carburada, sugiro a carburada por ser menos dependente de componentes eletrônicos cujos ajustes eu não sei se tem gente que ainda consegue mexer.

E dado o cenário, é mais fácil de conseguir preços bem baixos por motos razoavelmente mantidas. Como o amigo acima descreveu, vai ser uma rota sem suporte oficial.
kocura
Mensagens: 312
Registrado em: 16 Abr 2009, 16:56
Localização: Santo André

13 Jul 2015, 11:05

SemControle escreveu:
kocura escreveu:Estou pensando em pegar uma Mirage, atualmente estou com a Amazonas.

Terei menos problemas?

No ABC terei suporte?
Sou de santo andre tmb, suporte oficial nao temos mais em lugar nenhum, ate as lojas q mantem o nome kasinski ja sao na base de adaptacao e importacao, conheci 2 oficinas por aqui q os caras ate topam pegar as motos e fazer o serviço, mas pelo jeito tmb depende do serviço viu, pq se demandar importações ai vc tem q dar seus pulos pelo menos pra obter as peças......
Em todo lugar q andei a mecanica da moto e porte sao muito elogiados, assim como a eletrica bastante criticada, mas como gosto dessa parte, nao tenho problemas, ate alarme eu mesmo instalei e nao deu problema, pq o proprio pessoal no forum diz ser um veneno pra moto....como gosto fiz um servico limpo, sem cortar fios tmb, corrigi cagadas q o antigo dono ou instaladores fizeram e so.....

Vc nao deve ter problemas pq ja vem de motos, esta é minha primeira, duas q tive antes foram scooters....
Primeiramente, obrigado pelas informações, é bastante útil saber um pouco de como é a situação na região.

Essa é a minha segunda moto, a primeira foi a Intruder 125. Nunca fiquei na mão, só quando furava o pneu.

Já a Amazonas, tem alguns probleminhas chatos e voce fica inseguro de andar, pois a qualquer momento pode quebrar os prisioneiros da coroa e voce fica na mão. Esse é um problema que todos tem nessa moto.

O que eu gostaria é que mantivesse o mesmo sistema da Suzuki. Qualquer hora pode dar problema, mas tomando algumas providências voce roda tranquilo.

Um costurador me acertou a traseira e quebrou o paralama, consegui dar um jeito para continuar rodando colando a peça, e também tive a sorte de estarem vendendo os paralamas no Mercado Livre.

Na Mirage vou ter esse tipo de problema? Vou conseguir rodar tranquilo e pelo menos conseguir o básico para manter a moto em funcionamento?
Intruder 125 / Amazonas 250 / Mirage 250 2011/2011 / Haojue Chopper Road 150
Gabriel Neves
Mensagens: 230
Registrado em: 29 Mai 2010, 22:38
Contato:

13 Jul 2015, 11:16

Sim, dá pra ficar tranquilo.

O meu caso (ruim) é uma exceção pelo que ouço e vejo. Também tive uma truder 125 primeiro e eu mexia nela facilmente, mas lembre que ela é uma moto de menor cilindrada, popular e em alta no mercado.

Mas...

A Mirage é boa, mas ainda é uma máquina. Pequenos problemas são fáceis de superar, mas existem problemas crônicos nela também. O retificador nas injetadas, por exemplo, ocorre muito. Ninguém pode lhe dar a certeza e tranquilidade que você busca (mais porque a vida não dá certeza do que pela moto em si).
kocura
Mensagens: 312
Registrado em: 16 Abr 2009, 16:56
Localização: Santo André

13 Jul 2015, 11:21

Gabriel Neves escreveu:Uma Mirage 250 hoje é um convite pro mundo da mecânica. Alguns podem ver isso negativo ou positivamente.

Existem fontes para as peças e são mais baratas do que as encontradas por aqui, mas taxas e transporte tornam bem salgado o processo todo.

Entre a EFI e a carburada, sugiro a carburada por ser menos dependente de componentes eletrônicos cujos ajustes eu não sei se tem gente que ainda consegue mexer.

E dado o cenário, é mais fácil de conseguir preços bem baixos por motos razoavelmente mantidas. Como o amigo acima descreveu, vai ser uma rota sem suporte oficial.
Eu tive também uma queda na chuva, não sei se pela qualidade do pneu da China, ou se pelo freio da Amazonas que tem dois discos na dianteira, triscou já era, ainda mais se tiver óleo, quebraram os faróis auxiliares, um pisca, amassou as plataformas dos pés, o pedal de cambio entortou, e o farol ficou riscado e um pouco torto, o tanque deu uma raladinha, mas nada demais.

Para comprar acessórios custom aqui é tudo caro, consegui os faróis auxiliares no Ali Express e estou para comprar o farol principal também, pois é muito mais barato e o frete grátis, e mesmo cobrando alguma taxa aqui, vai valer a pena pelo que estão cobrando no original, que só é encontrado numa loja de motos em Minas Gerais.

Dessa loja de Minas Gerais, a relação completa, R$ 280, comprei as plataformas, R$ 250, lanterna e piscas traseiros R$ 260, comprei também um mata cachorro, R$ 300, mas ficou muito largo e dificultava andar no corredor, mandei cortar e resoldar R$ 120.

Também comprei os paralamas dianteiro e traseiro de outra loja do mercado livre que também é de Minas. Saiu R$ 250.

Ou seja, a queda de nada, quase fico sem moto se não conseguisse arranjar as peças.

O meu receio é pegar outra bomba.
Intruder 125 / Amazonas 250 / Mirage 250 2011/2011 / Haojue Chopper Road 150
kocura
Mensagens: 312
Registrado em: 16 Abr 2009, 16:56
Localização: Santo André

13 Jul 2015, 11:29

Gabriel Neves escreveu:Sim, dá pra ficar tranquilo.

O meu caso (ruim) é uma exceção pelo que ouço e vejo. Também tive uma truder 125 primeiro e eu mexia nela facilmente, mas lembre que ela é uma moto de menor cilindrada, popular e em alta no mercado.

Mas...

A Mirage é boa, mas ainda é uma máquina. Pequenos problemas são fáceis de superar, mas existem problemas crônicos nela também. O retificador nas injetadas, por exemplo, ocorre muito. Ninguém pode lhe dar a certeza e tranquilidade que você busca (mais porque a vida não dá certeza do que pela moto em si).
Concordo com o que disse, uma hora ou outra dá problema, mas pelo menos não quero ficar na mão, sem ter pra onde correr.

Pelo menos a Mirage ainda está sendo vendida aqui.

Já a Amazonas está sendo um milagre estar conseguindo andar nela.

Na minha mão está bem melhor agora, pois conseguir dar um jeito em alguns acabamentos que quebraram devido a má qualidade do produto, mas deu muito trabalho manual.

Quem pegar de mim a moto, vai ter sorte por que vai pegar uma moto bem melhor do que quando a comprei.
Intruder 125 / Amazonas 250 / Mirage 250 2011/2011 / Haojue Chopper Road 150
Gabriel Neves
Mensagens: 230
Registrado em: 29 Mai 2010, 22:38
Contato:

13 Jul 2015, 11:40

Hmm.

Vou te dar um exemplo. Roubaram a caranagem lateral da esquerda na minha mirage, achar essa peça tá inviável no Brasil. Na Richard, uma loja que exporta peça, localizada no Canadá, vende o kit das duas carenagens por 50 dolares.

O envio deve ficar em uns 40 ou 50 dolares.

As taxas do imposto pegam ai 60%... com chance de não ser pego.

160 dolares, dá 500 reais (no Brasil, cada carenagem é 170, ou seja, 340). O valor assusta, mas é a realidade de uma moto que não está com o suporte da fabricante.

Detalhe que só preciso de uma, no lado esquerdo.

-- Joguei muitos números aí, mas o que eu te falaria é simples: se você quer um descanso com manutenção, sugiro repensar a ideia da Mirage. Mas se ainda assim quiser, busque uma carburada, mantida por alguém de sua confiança, porque isso é moto mucho boa se recebeu atenção
kocura
Mensagens: 312
Registrado em: 16 Abr 2009, 16:56
Localização: Santo André

13 Jul 2015, 11:53

Gabriel Neves escreveu:Hmm.

Vou te dar um exemplo. Roubaram a caranagem lateral da esquerda na minha mirage, achar essa peça tá inviável no Brasil. Na Richard, uma loja que exporta peça, localizada no Canadá, vende o kit das duas carenagens por 50 dolares.

O envio deve ficar em uns 40 ou 50 dolares.

As taxas do imposto pegam ai 60%... com chance de não ser pego.

160 dolares, dá 500 reais (no Brasil, cada carenagem é 170, ou seja, 340). O valor assusta, mas é a realidade de uma moto que não está com o suporte da fabricante.

Detalhe que só preciso de uma, no lado esquerdo.

-- Joguei muitos números aí, mas o que eu te falaria é simples: se você quer um descanso com manutenção, sugiro repensar a ideia da Mirage. Mas se ainda assim quiser, busque uma carburada, mantida por alguém de sua confiança, porque isso é moto mucho boa se recebeu atenção

Gabriel, é que nessa faixa de cilindrada, custom, acho que a Mirage no momento é a que pelo menos ainda está sendo comercializada, apesar dos problemas que relatou. A Dafra Horizon ainda não estou botando muita fé.

O jeito é ver algo menos problemático como você disse, no caso da carburada.

Bom, vou continuar analisando ainda os prós e contras, de qualquer forma, obrigado pelas opiniões que foram bastante úteis. Se surgir alguma dúvida, retorno aqui.

Obrigado!
Intruder 125 / Amazonas 250 / Mirage 250 2011/2011 / Haojue Chopper Road 150
Responder