Virago 250: Mecânica (dúvidas, problemas...)

Motos: Yamaha Virago, Yamaha Drag Star, Yamaha Royal Star, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Yamaha

Responder
dsbrum
Mensagens: 2
Registrado em: 10 Mai 2018, 13:25

10 Mai 2018, 13:39

Dead escreveu:
17 Set 2014, 12:26
PauloFaisca escreveu:Bom dia senhores,

Buchas do quadro elástico, alguém conhece peças compatíveis?
Apenas para evitar confusão e acabar falando de outra coisa, se a bucha do quadro elástico for a mesma coisa que a bucha da balança (pra ser mais exato um cilindro de ferro que permite o movimento na junção do chassi com a balança traseira) então meu relato será válido!
Tbm tive de trocar isso na minha, como as originais custavam 2 encarnações mais um sacrifício a meia noite (não lembro o preço, mas quase desmaiei com o preço da original) meu mecânico retirou as buchas e mediu, a medida mais próxima eram as da YBR, precisou apenas tornear um pedaço que era alguns milímetros maior para encaixar preciso, isso logo qndo peguei a moto!
Saldo da brincadeira: 150dinheiros o serviço completo (incluindo mão de obra, torneiro e peça)

PS: Na mão de obra eu ajudei a desmontar, então rolou um desconto :roll:
Boa Tarde,
Sei que o tópico é antigo e sou novo no fórum, então comprovadamente a bucha pode ser substituída pela da YBR? Essa bucha que foi torneada, é a totalmente de metal ou aquela que tem uma parte externa de nylon(tubo interno de metal)? No olho parece que a bucha da Tenere 250 serve... alguém já fez o teste?
Daniel
Viraguinho 97
Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10181
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

10 Mai 2018, 15:48

dsbrum escreveu:
10 Mai 2018, 13:39
Boa Tarde,
Sei que o tópico é antigo e sou novo no fórum, então comprovadamente a bucha pode ser substituída pela da YBR? Essa bucha que foi torneada, é a totalmente de metal ou aquela que tem uma parte externa de nylon(tubo interno de metal)? No olho parece que a bucha da Tenere 250 serve... alguém já fez o teste?
A melhor coisa que tu pode fazer é desmontar a balança e retirar as buchas correr nas lojas e ver a que mais se ajusta as originais.
Imagem
Hoje Falcon 2007
Avatar do usuário
Dead
Mensagens: 275
Registrado em: 03 Ago 2012, 07:32
Localização: Jaú
Contato:

11 Mai 2018, 06:40

dsbrum escreveu:
10 Mai 2018, 13:39
Dead escreveu:
17 Set 2014, 12:26
PauloFaisca escreveu:Bom dia senhores,

Buchas do quadro elástico, alguém conhece peças compatíveis?
Apenas para evitar confusão e acabar falando de outra coisa, se a bucha do quadro elástico for a mesma coisa que a bucha da balança (pra ser mais exato um cilindro de ferro que permite o movimento na junção do chassi com a balança traseira) então meu relato será válido!
Tbm tive de trocar isso na minha, como as originais custavam 2 encarnações mais um sacrifício a meia noite (não lembro o preço, mas quase desmaiei com o preço da original) meu mecânico retirou as buchas e mediu, a medida mais próxima eram as da YBR, precisou apenas tornear um pedaço que era alguns milímetros maior para encaixar preciso, isso logo qndo peguei a moto!
Saldo da brincadeira: 150dinheiros o serviço completo (incluindo mão de obra, torneiro e peça)

PS: Na mão de obra eu ajudei a desmontar, então rolou um desconto :roll:
Boa Tarde,
Sei que o tópico é antigo e sou novo no fórum, então comprovadamente a bucha pode ser substituída pela da YBR? Essa bucha que foi torneada, é a totalmente de metal ou aquela que tem uma parte externa de nylon(tubo interno de metal)? No olho parece que a bucha da Tenere 250 serve... alguém já fez o teste?
dsbrum, bem vindo , ando meio sumido daqui pq vendi a viraguinho, mas vamos lá, quando rolou esse caso eu lembro que tinham várias outras buchas la na oficina, levamos mais de meia hora medindo até achar uma que desse o tamanho (levei o paquímetro para não ficar só no 'olhômetro'), a parte torneada foi do comprimento total dela (não lembro o quanto agora), dai um acabamento com lixa e ficou perfeito. Sinceramente não lembro se havia alguma bucha da teneré no meio, mas lembro de ter algumas que batiam em tamanho e espessura, mas com furo diferente, se puder fazer isso que o Cros falou é a melhor saída.

PS: Pensando agora eu medi com um paquímetro... a mula aqui poderia ter anotado as medidas e deixado aqui para ajudar nesses casos... como eu pude ser burro assim... :shock:
Facebook
Ex Viragos 250 - Dóri e Cezarina
Comet 250 GTR - A Lenda :oops:
marlonwc
Mensagens: 3
Registrado em: 31 Jul 2018, 08:22

31 Jul 2018, 09:31

Bom pessoal, sou novo por aqui e estou tendo problemas com minha recente aquisição. Comprei uma Virago ano 2000 há mais ou menos um mês e ela já está quase namorando o mecânico.
Do nada, quando eu paro de acelerar, o motor vai perdendo potência (o giro vai caindo) até chegar um momento em que ela morre. E isso acontece quando a moto está andando normal. O pior é que é quase impossível do motor pegar no tranco depois que isso acontece. Tem que ficar tentando por um bom tempo dando partida com o acelerador no máximo pra ter chance de pegar. E, ainda assim, quando o motor pega, tem que manter a rotação alta com o acelerador se não ela morre logo em seguida da mesma forma. Aconteceu 3 vezes já comigo em duas semanas.
Na primeira vez que levei ela no mecânico ele disse que não tinha problema, que poderia ter sido alguma sujeirinha que ficou na mangueira ou na boia que poderia estar impedindo a passagem da gasolina e que essa sujeira tinha saído visto que a moto estava funcionando quando ele botou a mão nela. Ele também deu uma olhada na vela/cachimbo e eles estão ok.
Na segunda vez que aconteceu deu tempo de ele ver o que estava acontecendo. Depois de muita tentativa ele conseguiu fazer o motor pegar e conseguiu levar ela pra oficina. Mas daquela forma de não poder desacelerar se não ela morria. Dessa vez ele falou que podia ser borra no pistão e que parecia que o motor estava perdendo compressão. Ele disse que jogou um químico pelo buraco da vela pra tirar a borra e disse que estava resolvido o problema.
Porém aconteceu ontem a terceira vez. E dessa vez eu consegui sentir mesmo o que acontecia, como descrevi ali em cima. Eu estava andando normal e ela começou a perder potência. Achei que fosse a gasolina acabando. Botei na reserva mas mesmo assim não resolveu. Então, mantendo o acelerador eu consegui levar ela pra casa. Quando cheguei, botei no neutro e deu pra ouvir o motor perdendo giro até que ele não aguentou e morreu. Dai fica naquela dele não pegar no tranco nem por reza de novo.

Não quero levar no mesmo mecânico pq ele aparentemente não tem muita ideia do real problema. Além de ter deixado ela muito acelerada da última vez que levei ela lá.
Alguém sabe que problema pode estar acontecendo?
Detalhes. A vela/cachimbo, como falei parecem estar normais. E quando eu acelero tentando dar partida sobe um cheiro de gasolina bem forte.
Avatar do usuário
cros
Moderador
Mensagens: 10181
Registrado em: 15 Nov 2007, 23:55
Localização: Porto Alegre
Contato:

31 Jul 2018, 16:49

marlonwc escreveu:
31 Jul 2018, 09:31
Não quero levar no mesmo mecânico pq ele aparentemente não tem muita ideia do real problema. Além de ter deixado ela muito acelerada da última vez que levei ela lá.
Alguém sabe que problema pode estar acontecendo?
Detalhes. A vela/cachimbo, como falei parecem estar normais. E quando eu acelero tentando dar partida sobe um cheiro de gasolina bem forte.
Então, esse é o primeiro problema da moto, achar um mecânico.

O segundo problema, quando se compra um veículo usado e não temos uma boa referencia é preciso (depois de achar um bom mecânico) fazer uma revisão geral... "parecer que está normal" não é um bom argumento, não custa nada trocar certos componentes nesse caso de adquirir um veículo novo (usado). Trocar óleo, pastilhas, filtros, vela, até o cabo de vela e principalmente uma limpeza geral de carburador, verificar o óleo das bengalas, descarbonizar e depois ver os problemas que podem surgir.
Imagem
Hoje Falcon 2007
marlonwc
Mensagens: 3
Registrado em: 31 Jul 2018, 08:22

31 Jul 2018, 18:45

cros escreveu:
31 Jul 2018, 16:49
marlonwc escreveu:
31 Jul 2018, 09:31
Não quero levar no mesmo mecânico pq ele aparentemente não tem muita ideia do real problema. Além de ter deixado ela muito acelerada da última vez que levei ela lá.
Alguém sabe que problema pode estar acontecendo?
Detalhes. A vela/cachimbo, como falei parecem estar normais. E quando eu acelero tentando dar partida sobe um cheiro de gasolina bem forte.
Então, esse é o primeiro problema da moto, achar um mecânico.

O segundo problema, quando se compra um veículo usado e não temos uma boa referencia é preciso (depois de achar um bom mecânico) fazer uma revisão geral... "parecer que está normal" não é um bom argumento, não custa nada trocar certos componentes nesse caso de adquirir um veículo novo (usado). Trocar óleo, pastilhas, filtros, vela, até o cabo de vela e principalmente uma limpeza geral de carburador, verificar o óleo das bengalas, descarbonizar e depois ver os problemas que podem surgir.
Então, no mesmo dia que eu peguei a moto eu levei pra fazer uma revisão geral. O mecanico fez tudo isso que vc falou. A questão é que eu não tinha boas referências de mecânico perto de onde eu moro, então levei em um que vi que estava mexendo em outras viragos. Só agora, depois de procurar muito que me indicaram um cara bom. Porém estou com receio da moto não conseguir chegar até lá e eu ter de chamar um guincho pra não ficar horas parado.
Como esse mecânico não resolveu, vim aqui procurar ajuda de vcs.
BetoCB
Mensagens: 745
Registrado em: 22 Nov 2009, 19:55
Localização: São Paulo

09 Ago 2018, 22:28

Tive uma viraguinho 250 que fazia isso mesmo, consegui descobri que era o cilindro dianteiro que as vezes simplesmente morria. As vezes ficava dias sem o problema e outras vezes ocorria direto. Fui em varios que se diziam mecanicos e não conseguiram resolver o problema, vendi a moto assim mesmo a preço de banana e com ciencia do comprador sobre o caso. Voce é de onde?
Quer saber se há vida após a morte? Mexa na minha moto.
marlonwc
Mensagens: 3
Registrado em: 31 Jul 2018, 08:22

13 Ago 2018, 16:21

BetoCB escreveu:
09 Ago 2018, 22:28
Tive uma viraguinho 250 que fazia isso mesmo, consegui descobri que era o cilindro dianteiro que as vezes simplesmente morria. As vezes ficava dias sem o problema e outras vezes ocorria direto. Fui em varios que se diziam mecanicos e não conseguiram resolver o problema, vendi a moto assim mesmo a preço de banana e com ciencia do comprador sobre o caso. Voce é de onde?
Sou de Vitória - ES. Da terceira vez que eu levei no mecânico ele disse que a moto estava afogando. Por isso ela demorava pra voltar a pegar.
No caso ele disse que regulou as válvulas e diminuiu o nível da boia do carburador. Estou testando ela por agora pra ver como fica.
Vou ficar ligado nessa dica do cilindro, nem fazia ideia. Obrigado.
O "conserto" do cilindro é algo caro?
BetoCB
Mensagens: 745
Registrado em: 22 Nov 2009, 19:55
Localização: São Paulo

15 Ago 2018, 22:04

o cilindro morria, não tinha queima e a vela ficava encharcada. Só que o porque de não dar centelha ninguem descobriu apesar da troca de diversas peças
Quer saber se há vida após a morte? Mexa na minha moto.
Responder