Boulevard C1500: Opiniões de proprietários

Motos: Suzuki Intruder, Suzuki Boulevard, Suzuki Savage, Suzuki Marauder, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Suzuki

Responder
Carlos 1952
Mensagens: 1
Registrado em: 27 Jan 2015, 08:19
Localização: Brasília
Contato:

27 Jan 2015, 09:08

Ola Pessoal das custom...é um grande prazer esta fazendo parte deste forum! Acabei de adquirir uma C 1500, estou feliz da vida...a maquina é maravilhosa, macia,forte como um touro bravo,e alem de tudo belissima, antes ia comprar uma Fat Boy, mas ao andar vi que não era nada daquilo que imaginava..esquenta muito, vibra demais, emfim e uma HD, nada comtra a quem tem,ou quem gosta, tabem acho as HDs belissimas, mas agora minha paixão e a Beth minha gordinha. Abraço a todos.

Avatar do usuário
marcelo augusto
Mensagens: 27
Registrado em: 09 Abr 2009, 11:32
Localização: Belo Horizonte
Contato:

27 Jan 2015, 10:30

Bom dia a todos,

Moro em BH/MG. Temos muitas estradas por aqui, mas nada que nos permita extrair o máximo de uma touring/custom/esportivas...

Tive uma BC 1500 no ano passado e ainda tenho uma Drag Star 2005.
Lendo os últimos posts, tenho os seguintes comentários:

HD: a lenda/o mito me atraem muito, a motoca não. Entendo que as japonesas são muito melhores em se tratando de motocicleta. Viajei 5.400 Km com uma Heritage Classic e não me atraiu em nada; dura, pesada, consumo elevado... No grupo em que eu estava, duas Electra Glide soltaram um dos canos de descarga. Outra ficou sem o pedal de freio. Apesar de a marca ser inquestionável, não acho que justifica pagar o que pedem por uma HD. O custo/benefício das japonesas é bem melhor, em minha opinião.

BC 1500: Tive uma novíssima no ano passado. Comprei em fevereiro, com 3.600 Km, e vendi em dezembro passado, com 8.500. Vermelha, linda, excelente; um Landau de duas rodas. O habitat dela é a rodovia. Nas cidades não tem nada de prático e esquenta tanto quanto as outras custom.
Tanque pequeno - baixa autonomia. Com ela rodava 180 Km, enquanto com a Drag rodo 250 Km sem ela pedir reserva.
Em relação ao fato de esquentar, acho que é uma característica das custom refrigeradas a ar... Com a Drag é a mesma coisa; ambas esquentam bem no trânsito urbano. E olha que a BC tem um baita radiador de óleo bem atrás das canelas, ou seja, bem frontal. Na rodovia nunca me incomodou. A turma que tem a Midnight queixa da mesma forma. Mas, nada que impeça de comprar a motoca.
As peças da Suzuki são caríssimas. Comprei um filtro de ar – por sinal está à venda, pois não precisei substituir – e paguei R$ 298,00. Um relé de partida custa R$ 480,00 - na internet o mesmo relé – Jideco - é encontrado por R$ 149,00. Isso sem falar que até o da CG resolve o problema imediato e custa, no máximo, R$ 30,00. Tanto o filtro quanto o relé não estavam disponíveis nas concessionárias que procurei. Ambos teriam que ser encomendados com prazo médio de 10 dias para entrega.
Sugiro visitar o Ebay e digitar lá o que precisam. No caso da BC 1500, a referência deve ser a C 90. Para as Drag Star, a referência costuma ser as V Star (sugiro olhar bem as fotos na web). Eu comprei aquela capinha de borracha do pedal de freio da BC 1500, por 8 dólares. Aqui nos trópicos as CC te pedem R$ 80,00. Enquanto a minha não chegava dos EUA, comprei a borracha do pedal de freio do fusca (menos de 10 reais), cortei com muito carinho, lixei e colei no pedal (aliás, se essa capinha não for colada ou aparafusada.. esqueça... todas vão se soltar). Ficou 10!!! No ebay, alguns vendedores disponibilizam fotos das peças no próprio manual da motoca, ou seja, você visualiza o que está buscando e tem acesso ao número/código da peça. A chance de comprar errado é menor. O risco aqui é a voracidade da receita federal... Quem tem o azar de ter os produtos averiguados na chegada da encomenda ao Brasil, acaba sofrendo uma taxação imoral, mas é o risco...
As lanternas de piscas da BC 1500 podem ser substituídas pelas da Yes 125. São um pouco menores, mas infinitamente mais em conta. Sobretudo se você optar pelo paralelo...

Drag Star: tenho uma desde 2005. Está com 45 mil Km; perfeita. Um custo benefício imbatível para uma custom de 650 cc, cujo valor é de 16/17 mil reais. As peças também não são baratas. A bateria dela, por exemplo, custa R$ 380,00... Aliás, todas as peças de motos grandes são caras. Não vejo critério algum para esses preços, a não ser a cilindrada da moto. Experimentem comprar uma lâmpada de freio, de farol, um parafuso, relé e digam que é para uma moto pequena e depois façam o mesmo orçamento para uma moto grande...
A luz de freio da Drag parou de funcionar durante uma viagem ao Mato Groso, em 2010. Parei numa oficina muito simples ao lado do hotel onde me hospedei e o mecânico – um menino – diagnosticou que um chicote (não sei exatamente o nome da peça) havia fechado um curto. O original da Yamaha foi orçado em R$ 159,90. O mecânico me disse que ficasse tranquilo, pois iria comprar um que é utilizado nas Honda 150 cc. Preço: R$ 10,90... Ah, está funcionando até hoje!
Com isso e com o tempo, estou aprendendo que muitas peças são universais ou que podem muito bem serem adaptadas sem problema algum. O negócio é estarmos atentos às especificações técnicas do produto – disso não aconselho a fugir -. Óleo é um ótimo exemplo. Por que pagar uma fortuna pelo Yamalube se o óleo da Lubrax tem a mesma especificação?
Bem, essas são as considerações de um usuário de motocicleta. Não sou mecânico, não trabalho com motocicletas, não entendo nada; apenas adoro essa maravilhosa máquina de duas rodas que proporciona as melhores sensações do mundo.

Abraço fraterno a todos e vamos conversando.
Marcelo Augusto
Administrador Hospitalar

Robson Daniel
Mensagens: 3
Registrado em: 10 Set 2015, 23:56
Localização: Hortolândia

11 Set 2015, 00:10

Fala Pessoal...

Sou novo aqui e novo nas custons, comprei uma boulevard C1500 2011, a partir de muitas coisas que li no blog, foi decisivo para definir qual brinquedo comprar, espero ter feito a coisa certa, pego a menina amanhã, não vejo a hora de pegar a estrada.

abraços

liu lavratti
Mensagens: 6
Registrado em: 23 Jun 2016, 23:40
Localização: Garopaba

20 Set 2016, 22:41

Pela primeira vez andei na Boulevard 1500. Nunca havia pego uma moto custom. E posso lhes dizer que to louco por uma. É um trator? É. É enorme? É.
Mas adorei a dirigibilidade, ela é viável sim em cidade, (sempre procurei por uma frase assim em um blog) somente tens que ter a noção de que tens uma custom em baixo de vc. Adorei dirigir nas ruas da cidade, precisa ter realmente um pouco de experiência pilotando, mas pra quem ja pegou um bis 100 na br 101, dirigir uma Boulevard 1500 é facilimo.
Talvez compre ela essa semana. Estou realmente impressionado com essa moto. Que motor, que força.

liu lavratti
Mensagens: 6
Registrado em: 23 Jun 2016, 23:40
Localização: Garopaba

28 Set 2016, 15:42

Estou com a 1500... porem tenho um problema...
o cara da concessionaria, não sabe nada da boulevard e não soube me explicar...
a gasolina não está entrando no tanque... e o marcador esta no vazio... diz ele que não havia gasolina no tanque... alguém pode me ajudar?

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante