Boulevard M800: Opiniões de Proprietários

Motos: Suzuki Intruder, Suzuki Boulevard, Suzuki Savage, Suzuki Marauder, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Suzuki

Responder
Machado835
Mensagens: 6
Registrado em: 05 Jul 2012, 14:57
Localização: Camaquã
Contato:

31 Mar 2014, 15:35

.
Paulo Machado
cesarrnicola
Mensagens: 1
Registrado em: 30 Abr 2014, 12:12
Localização: Itápolis

30 Abr 2014, 12:26

E aí galera, alguém pode me informar onde encontro o manual da Suzuki Boulevard M800 em português ? Já procurei em vários sites mas todos que encontrei estão em inglês.
edupucci
Mensagens: 1
Registrado em: 06 Mai 2014, 08:16
Localização: Guarulhos

06 Mai 2014, 08:42

Bom dia, sou novo no forum, ando de moto desde os 15 anos, fazia trilha algum tempo e com 19 passei a andar de moto na cidade, a uns 6 meses sofri um acidente te de moto nada muito grave por sorte, pq o carro que me pegou teve preju kkkk e eu aqui a carcaça de aço se deu bem, poucas fraturas kkk....

Mas vamos la!
Estou querendo me presentear pelos meus 30 anos e comprar um Bouvelard m800 acho esta moto maravilhosa.
Na procura de uma, encontro vários anúncios de motos usadas ano 2008 e 2009, com 15 a 40 mil km, todas que estão vendendo sempre com esta mesma kilometragem, algum problema na moto para ser vendida com tão pouco uso? vejo também que a maioria dos anúncios frisam que trocaram o pneu traseiro com 20mil ou ate 16 mil , é isso mesmo q se troca um pneu de uma 800??
Consumo dela, tem lugar q fala q faz 20 e outros q faz 15, qual é a verdade?
Manutenção desta moto ano 2008/2009 o q devo me atentar?
Escapamento, tem motos com o escapamento JJ e outros original, o JJ eh maravilhoso e o som um espetáculo, mas não tem problema tipo para fazer o Controlar em São Paulo?
vou usar esta moto para o dia dia, Pego, Fernão dias, Dutra e Marginal, faço entorno de 30 km ida e 30km volta, esta moto vai me atender, ou acham q eh uma grande moto para usar o dia dia.
Esta moto quanto tempo o motor "dura", quanto tempo q vou ter q abrir o motor para fazer? pois já tive moto q durou 210mil Yamaha e outra com 120mil Honda, as duas 250cc
Devo comprar a moto em uma concessionaria Suzuki ou em uma loja? ou no particular?

Me ajudem ai estou para comprar... se alguém tiver alguma dica de venda estou em Guarulhos e trabalho em São Paulo na Barafunda.
n0vais
Mensagens: 34
Registrado em: 17 Abr 2009, 23:17
Localização: São Paulo
Contato:

10 Mai 2014, 15:05

edupucci escreveu:Bom dia, sou novo no forum, ando de moto desde os 15 anos, fazia trilha algum tempo e com 19 passei a andar de moto na cidade, a uns 6 meses sofri um acidente te de moto nada muito grave por sorte, pq o carro que me pegou teve preju kkkk e eu aqui a carcaça de aço se deu bem, poucas fraturas kkk....

Mas vamos la!
Estou querendo me presentear pelos meus 30 anos e comprar um Bouvelard m800 acho esta moto maravilhosa.
Na procura de uma, encontro vários anúncios de motos usadas ano 2008 e 2009, com 15 a 40 mil km, todas que estão vendendo sempre com esta mesma kilometragem, algum problema na moto para ser vendida com tão pouco uso? vejo também que a maioria dos anúncios frisam que trocaram o pneu traseiro com 20mil ou ate 16 mil , é isso mesmo q se troca um pneu de uma 800??
Consumo dela, tem lugar q fala q faz 20 e outros q faz 15, qual é a verdade?
Manutenção desta moto ano 2008/2009 o q devo me atentar?
Escapamento, tem motos com o escapamento JJ e outros original, o JJ eh maravilhoso e o som um espetáculo, mas não tem problema tipo para fazer o Controlar em São Paulo?
vou usar esta moto para o dia dia, Pego, Fernão dias, Dutra e Marginal, faço entorno de 30 km ida e 30km volta, esta moto vai me atender, ou acham q eh uma grande moto para usar o dia dia.
Esta moto quanto tempo o motor "dura", quanto tempo q vou ter q abrir o motor para fazer? pois já tive moto q durou 210mil Yamaha e outra com 120mil Honda, as duas 250cc
Devo comprar a moto em uma concessionaria Suzuki ou em uma loja? ou no particular?

Me ajudem ai estou para comprar... se alguém tiver alguma dica de venda estou em Guarulhos e trabalho em São Paulo na Barafunda.
Cara,

Comprei recentemente a M800, também usada, consegui um preço legal ano 2010. Estava com uma citycom (ótima moto tambem) e queria a m800 so pra viagem. Como minha mulher nao consegue pilotar moto grande e a citycom é grande pra ela, resolvi vender e comprar uma scooter intermediaria entre eu e ela e que nao fosse mto fraca para o transito em marginais e tal. Como a dana honda esta vendendo a PCX a preço de ouro, estou usando a m800 pro dia a dia. Nao tenho nenhum problema com ela no transi, mas ja tive uma miragem 250 por 3 anos fazendo o que a 800 faz hj, entao estou acostumado, mas fico com receio de desgasta-la mto e em dias quentes ela incomoda mais se ficar parado no transito, por causa do calor (esquenta pra k_raio). Tb nao da pra passar em todo lugar, mas quem tem uma moto dessa tem que saber disso, a final, qdo o transito livra um pouco vc passa todos os motoboys que ficaram te businando lá atras...

Qto a comprar, se tiver com a grana na mao vai no particular mesmo que é mais barato. Só toma os cuidados de praxe.

Não que seja uma dica, mas o que eu pretendo fazer... Compra uma scooter para o dia a dia e usar a m800 so pra viagens ou naqueles dias que eu quiser acelerar um pouco mais, ate pq eu pretendo mexer um pouco nela (customizar).

Sobre customizaçao nao sei te ajudar mto, pois ainda vou fazer umas, to querendo colocar um jj tb e aumentar o guidan (aumentar beeemmm) coisa que ninguem faz nela.

Abs,
n0vais
n0vais
Machado835
Mensagens: 6
Registrado em: 05 Jul 2012, 14:57
Localização: Camaquã
Contato:

11 Mai 2014, 00:47

Caro edupucci,

Tinha uma Virago 535 e passei pra M800 (que já era sonho antigo) em março/14. Uso sempre que posso a "Buda" até pra ir na padaria comprar pão. Tenho pouca estatura (1,65/60 kg) mas não encontro nenhuma dificuldade em andar com a M800. Nunca fui de andar em corredor, então pra mim não faz muita difereça o tamanho da moto em transito mais fechado. O que o n0vais disse sobre o aquecimento procede. Em dias quentes, ficar parado é infernal. Como moro no Rio Grande do Sul, que tem poucos meses de calor é tranquilo. Dos colegas motociclistas não ouço críticas sobre a M800 (tanto que comprei uma). Segue o manual do proprietário, revisões periódicas em concessionária ou mecanico de confiança e é só alegria. Consumo, a minha faz 17,5 na cidade e 19,5 na estrada numa média de 110/120 km/h. Pneu, baseado na 535, é isso mesmo que dura. Eu diria que varia muito com a tocada e tipo de pavimento, mas entre 15 a 20 mil km fica quadrado e aí já era, tem que trocar. A maior parte dos proprietários deste tipo de moto só usa pra passeios, tipo 5 ou 6 mil km por ano, então moto com 3 anos e 18 mil km não tem nada de anormal, e na minha opinião é o que os leva a vender a moto, pouco uso pra um valor expressivo parado.
Paulo Machado
Jeferhenri
Mensagens: 1
Registrado em: 16 Mai 2014, 12:13
Localização: São Bernardo do Campo

16 Mai 2014, 12:25

Olá Pessoal,
Acabo de fechar negocio com um Boulevard M800 2008.
Sempre fui apaixonado pela moto e pelo estilo, mas esta será minha primeira moto custom.

Já li muito sobre a moto e seus beneficios, antes de fechar levei a moto em uma oficina confiável antes de fechar negocio e eles afirmaram que esta boa, porém com um desgaste no rolamento da caixa de direção...coisa simples e nao traz riscos de acordo com eles.

Agora aqui estão minhas duvidas:

1) Minha moto anterior é uma Teneré 250, totalmente diferente obvio, mas andando na Boulevard, senti que ela balança um pouco para os lados quando pego irregularidades. (como se estivesse andando naqueles asfaltos raspados para recapear). Na estrada a 90 - 100 Km/h com alforges laterais e traseiros (vazios) senti o mesmo balanço...como se fosse um vento lateral. ISSO É NORMAL ?

2) Estou indo para os EUA, que tipo de peça e que especificações é interessante comprar lá ?

Muito Obrigado,

Jeferson
Avatar do usuário
hvidal
Mensagens: 36
Registrado em: 03 Set 2008, 15:34
Localização: Niterói
Contato:

19 Mai 2014, 10:59

Jeferhenri,

1) Sentir a moto indo pro lado se tiver muito vento lateral é normal sim, se não tiver vento.... não... :D

2) Se tiver manutenção pendente na moto, levanta no manual o codigo da peça e compra lá, já que tu vai lá.. aqui peças são absurdamente caras nas CCs... Eu particularmente compro lá fora. Se acha que esta com problemas no rolamento da mesa tem 2 opções, pedir para o mecânico remover, ir em uma casa de rolamentos e comprar igual, ou, pegar o código da peça e comprar o original lá fora.
SUZUKI Boulevard M800
Honda SoMbRa 600 (Patroa)
Ex: Daelim VC 125 200cc Extra-Custom
Luis Braga
Mensagens: 2
Registrado em: 27 Mai 2014, 09:00
Localização: Recife

27 Mai 2014, 09:38

Olá pessoal, tô chegando agora e gostaria de trocar umas figuras sobre a boulevard m800r pois comprei uma zerada e estou só esperando o emplacamento, e quando eu receber a moto vou dar minha opinião comparando-a com duas harleys que já tive, uma sportster 1200 custom e uma dyna fat bob. Por enquanto é isso, já tinha dado um rolê numa m800 de um amigo meu e o que mais me atraiu nessa moto foi sua excelente ergonomia e sua tração por eixo cardã. Ah, queria até perguntar pra vocês (pois ainda não recebi a minha), se a m800r modelo 2014 tem muitas peças de plástico, pois detesto esses cromados de plástico, pra mim fodem a moto. Sei que os paralamas são de plástico, só isso. Uma das coisas que mais gosto das harleys são seus acabamentos que são primorosos, de excelente material. NO mais é isso aí, quando receber a minha m800r vou fazer um comparativo com a fat bob que eu tinha. Um abraço pra todos.
Luis Braga
Mensagens: 2
Registrado em: 27 Mai 2014, 09:00
Localização: Recife

23 Jun 2014, 04:59

Olá galera, peguei a buleva M800R (nome dela é Preta Gil), e demorei pra postar porque queria experimentar bem ela. Estou super satisfeito, e minha opinião aqui não é de um profissional, é apenas pessoal, pois acredito que cada pessoa tem um gosto diferente e o importante é ser feliz, de honda 150 cc ou de buleva M1500.Quando peguei a moto a primeira coisa que fiz foi calibrar os pneus pois a direção estava pesada demais, depois disso foi só alegria, com o cuidado, claro, da cera dos pneus novos. Quando parei pra abastecer arranquei a etiqueta do tanque (dica desse forum) que saiu bem facinho, de uma unhada só. Depois quando cheguei em casa arranquei os outros do chassi.
Mas vamos ao que importa. A primeira coisa que notei foi o guidom bem leve, diferente das harleys, bem pesado. Até estranhei, mas com menos de uma hora acostumei, achei a ciclística muito melhor,mais fácil que harley. O manete de embreagem é bem mais leve tambem, a da harley cansa no trânsito, parar e sair é um tormento, a mão esquerda cansa rápido, a mão dói bastante depois de um dia no trânsito pesado, mais uma prova que harley é pra estrada. A embreagem da preta gil é macia, confortável. O câmbio não achei tão baixo assim, deu pra pilotar muito bem de botas, não precisei levantar o pedal como muita gente aqui do forum fez. Talvez mais adiante faça isso, pra ter mais espaço. Mas vamos à ergonomia da preta gil. Bem, no questio ergonomia, a preta gil foi feita sob medida pra mim. Tenho 1,70 de altura e me encaixei nela de tal forma que não mexeria nem um milímetro no guidom ou nas pedaleiras. Na harley era fod*, eu me esticava todo pra alcançar as pedaleiras, quase subindo no tanque, e assim mesmo só alcançava as pedaleiras com as pontas da bota. Terrível. pernas bastante estiradas, debruçado em cima de um guidom reto (fat bob), cansava bastante na estrada. Então até agora ponto pra buleva.
Uma coisa que não gosto nas harleys: altura do solo, são baixas demais, média de 11 ou 12 cm. de altura do solo, raspava em qualquer lombada (nessas estradas de terceiro mundo do Brasil), e cada raspada era uma dor no coração. A buleva tem 14 cm de altura do solo, já passei uma porrada de lombadas, cada uma maior que a outra, e nada de raspar. Mais um ponto pra buleva.
Os freios da buleva nada a reclamar, apesar de não ter abs, como as harleys modelos 2014, todas agora com abs. Mas mesmo assim, ponto pra harley, acho abs fundamental, embora sobreviva sem esse luxo.
Na tração, ponto pra buleva pelo eixo cardã, sensacional, sem corrente ou correia, um saco, meleca de corrente ou regulagem de correia, um trabalho a menos, só trocar o óleo no tempo recomendado do eixo cardã e o resto só alegria.
No quesito arrefecimento, mais um ponto pra buleva, a água. Nas harleys, prepare os ovos pois frita pra lascar. Na bob pra andar no trânsito tenha cuidado, pois você poode ficar estéril. Não é brincadeira, o arrefecimento a ar das harleys é fod*, o segundo cilindro, falo do que fica mais próximo do banco do piloto, o de trás, é pra assar e fazer churrasco das coxas do cidadão. Quando pegava trânsito pesado, tinha que desligar a churrasqueira, pois é insuportável, não estou brincando, mais uma prova que harley foi feita pra pegar estrada, com muito vento nos cilindros e pouco uso do manete da embreagem. E bem lisinha, sem lombadas,pra não arrastar a baixona.Então ponto pra buleva, que além de estradeira serviu muito bem no trânsito caótico da minha cidade, a ventoinha sempre disparando pra dissipar o calor, embreagem macia, ergonomia confortável,pegando corredor sem problema algum.
Já pilotei a buleva no trânsito e na estrada, e a única coisa que perde pra harley é no torque. Tambem é injusto comparar a buleva de 805 cc com uma bob de 1600 cc e torque de 12 ponto alguma coisa. O justo seria comparar a bob com a buleva M1500, mas nunca pilotei a M1500 e só posso falar do que já experimentei. Mas olhei no site do j. toledo e vi que a M1500 tem mais torque que a bob. Mesmo assim, ponto pra bob, pois estou comparando-a com a M800.
Enfim, pessoal, a harley tem melhor acabamento das peças, então ponto pra bob, mas tambem perde pra buleva no quesito da aerodinâmica. Na estrada a bob quando passava de 120 km/h o vento incomodava bastante, quase me arrancando do banco, o que não acontece com a preta gil, que apesar de estar amaciando ainda, (quase 1000 km já vai pra primeira revisão nessa semana), já botei 120 km/h e não incomodou tanto quanto na harley. Não sei , mas na minha humilde opinião acho que a carenagem da preta gil ajuda bastante, bem como seu desenho, mais aerodinâmico.
Pra finalizar, pessoal, achei a mecânica da buleva mais simples, então ponto pra buleva. Temos 3 óleos pra trocar (fluido de freio, oleo do motor e oleo do cardã), e 2 filtros (de ar e do motor). Pra verificar níveis do oleo motor não precisa ficar tirando e botando vareta, basta olhar pelo visor transparente, assim como o do fluido de freio.Já o oleo do cardã não se precisa ficar olhando, só vou olhar o nível depois de cada revisão e ponto final.
Enfim, pessoal, estou super feliz com minha preta gil, gordona e gostosa de montar. E todas as pessoas que já viram minha nova moto a acharam bem mais bonitona que a bob, pois a buleva é custom moderna, a harley é mais clássica, estilo "antigona", anos sessenta, setenta, mas gosto é gosto e me apaixonei pela preta gil. Tenho certeza que esse casamento vai durar muito.
Meus planos para o futuro é partir pra M1500, apenas pelo torque dela. Mas daqui até lá pretendo montar muito na preta gil.
Se eu lembrar de mais alguma coisa que tenha esquecido falo depois. Abraços e vamo que vamo, pegar a estrada e vento na cara, o que importa é isso. :D
otaviobitencourt
Mensagens: 11
Registrado em: 30 Jun 2014, 12:20
Localização: Laguna
Contato:

30 Jun 2014, 12:57

galera... estou com um consorcio livre correndo, minha intenção no inicio era pegar uma troller, depois pensei em pegar uma l200, mas nessa semana um amigo deixou eu dar uma voltinha numa bros, que por sua vez falando dessa moto um outro colega deixou eu andar numa falcon 400cc, q por sua vez voltou a minha antiga paixao por essas maquinas.
claro passou pela cabeça comprar uma das duas, porem o coração bate forte pelas custom e to namorando umas bm800 x hd 883 ...
mas acontece q estou querendo um 4rodas tbm, slá um golzinho qqer, por isso pra fechar com as contas eu terei de pegar uma bm800 de no maximo $22000, assim como a hd 883.
assim, voces que já tem uma grande experiencia no ramo, pegar uma moto 2007 pode ser bomba?
será q seria melhor a hd883 ou a bm800, ou nao tem diferença?
pra uma maquina antiga assim, oque devo olhar especificamente?
noque devo me atentar na hora de comprar?

agradeço a todos
Responder