HD: Motores vazam oleo?

Motos: Harley-Davidson Sportster 883, Harley-Davidson Road King, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Harley-Davidson

Responder
J Cunha
Mensagens: 63
Registrado em: 23 Set 2013, 13:49
Localização: São Paulo
Contato:

13 Jan 2014, 07:40

Charles Benigno escreveu:Amigos,

Comprei uma Dyna Super Glide em novembro. Ou seja, estou há dois meses com a moto e já roei quase 3 mil km porque moto para mim é para andar, não para deixar na garagem. Dirijo motos há mais de 20 anos. Minha moto está com 9 mil km. Nesse tempo já tive que:

1) trocar o interruptor do freio traseiro queimado
2) queimou a lâmpada de led do neutro
3) problema no motor de arranque (recondicionamento do bendix e eixo). Aliás, esse é um problema crônico nos motores twin cam. O mecânico disse que já trocou em quase todas as motos da cidade.
4) painel de velocímetro embaçado
5) curto no botão de start do arranque por causa que peguei chuva na estrada e entrou água (a Harley não pode tomar banho de chuva?)
6)e, finalmente, está aparecendo manchas de óleo de um retentor do motor, exatamente como descrito pelos colegas)
7) problema de ferrugem nas tampas da bateria e de fuzível (mandei pintar)

Minha avaliação? Considerando que outros colegas que possuem Harley relatam que é uma moto que dá muito probleminha, é sempre uma coisa aqui e outra ali, eu diria que a Harley parece é uma bela porcaria.
Ou seja, uma moto para deixar na garagem e passear de vez em quando, não uma moto para se andar mesmo, para tirar proveito do investimento.
Uma moto que vive mais de imagem e tradição do que qualidade mesmo. Não é possível, e nem admissível, que um produto tão testado, com 110 anos de tradição, dê tanto problema. Isso é coisa para motos que têm pouco tempo de mercado, produtos não tão maduros, mais baratos até... Não para uma moto muito cara, que em tese deveria ter um controle de qualidade tipo Honda, Toyota, BMW.
Como não sou do tipo que gosta de fazer charminho em cima da moto, de ser visto como alguém da elite, ou diferenciado, ou de usar isso para ser "incluso" em algum grupo, se aparecer alguém para comprar, eu vendo na hora. Não vou pensar duas vezes.
Charles Benigno

Eu peguei minha 883R 2009 em setembro, peguei ela com uma pouco mais de 10000km, rodo diariamente no transito caótico de SP, não dou folga para a motinha já rodei 5000km, venho trabalhar com ela todos os dias e de final de semana realizo viagens curtas de 200km a 500km ida volta, tomei chuva, muita chuva, tanto na estrada quanto na cidade, já peguei transito anda para de 4 horas, andei sob sol escaldante. Minha moto teve pequenos problemas com a capa do escapamento, toda hora estoura a presilha que o segura, e tive que trocar as juntas dos escapamentos que, segundo o mecânico, foi por desgaste normal, estou tendo problemas com o pisca esquerdo e só. Tenho moto desde meus 17 anos (há 16 anos), todas as motos que tive rodei bastante e todas me deram manutenção, fiquei puto quando tive que trocar a embreagem inteira de uma XTZ que tirei 0km da cc, logo após as revisões de fabrica, liguei para a cc mas os cara me disseram que a garantia já tinha acabado, já tive cg125 que travou o motor por 3X, e dt180 estourando o quadro, ou seja, acredito não ser uma particularidade dessa ou daquela marca.

Eu li uma vez, antes de escolher a moto, uma mensagem no fórum , não sei se foi nesse, onde o cara dava o conselho de pegar uma custom usada com mais ou menos 10000km que todos os pequenos problemas que possam ter aparecidos já foram sanados pelos seus antigos proprietários, fez bastante sentido para mim, acho que é isso que tá acontecendo com vc, acredito que o cara que comprar sua dyna vai se dar bem e demorar bastante para realizar manutenções nela, foi só um golpe de má sorte, que espero não acontecer comigo, se não vou ficar put.. como vc está agora rsrsrsr... :mrgreen:

Agora sobre o vazamento de óleo, que é o assunto principal do tópico (rs), a minha “sua” óleo, fica tipo uma camadinha bem fina de óleo nos cabeçotes, no começo me preocupei, mas depois de passar pelo mecânico e ele me informar que era assim mesmo que não havia problema com aquela quantidade que está vazando, relaxei, porém sempre acompanho o nível do óleo por precaução.

Abç e boa sorte amigo!!
...
Charles Benigno
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Mar 2009, 19:20
Localização: Belém
Contato:

13 Jan 2014, 09:42

J Cunha e Bruno

Talvez vocês estejam certos. Eu comprei essa moto há 2 meses e estava com apenas 6300 km, uma moto ano 2008. Percebi que, apesar de não usar muito a moto, o ex-proprietário não cuidava bem da manutenção periódica. Trocava somente o óleo e só. O pneu traseiro estava empenado, creio que por ter deixado o pneu vazio muito tempo. Tive que trocar. O interruptor do freio traseiro estava queimado, uma peça barata, que se fosse eu já teria trocado há muito tempo. O problema no bendix do arranque realmente é algo recorrente nas Harley, mas o mecânico disse que isso aconteceu em tão baixa km devido ao fato do proprietário dar partida com bateria baixa (provavelmente porque deixava a moto muito tempo parada).
Senti que o motor consumia muito, e a moto tinha um funcionamento irregular, principalmente em baixas. Então fiz uma manutenção geral.

- troquei o pneu traseiro
- troquei as velas
- fiz lubrificação dos rolamentos dos cubos das rodas (o mecânico disse que estava completamente sem graxa)
- troquei a pastilha de freio dianteira
- troquei o interruptor do freio
- troquei o guidão por um mais alto e largo (de 6 para 8 polegadas)
- troquei o fluido de freio (que deve ser trocado a cada 2 anos)
- troquei os óleos do motor, da primária e da caixa
- coloquei aditivo de limpeza do bico no motor
- pintei as caixas de bateria e de fusíveis que estavam enferrujando
- eliminei pequenos focos de ferrugem usando spray antiferrugem e outros produtos

Quando troquei o pneu traseiro e lubrifiquei as rodas, o desempenho melhorou e o consumo melhorou mais ainda.
Semana passada, quando consertei o arranque, o mecânico notou que um plug que fica na descarga superior e controla o nível de monóxido de carbono e manda informações para a central de injeção, estava solto. O barulho da moto ficou muito melhor, pois a descarga não estava atuando corretamente. O funcionamento também melhorou, está mais uniforme, não está mais irregular como antes. Ou seja, percebi que o motor está funcionando finaltemente "redondo". Não conferi o consumo ainda, mas creio que vá melhorar ainda mais.
Eu sou alguém que cuida muito bem de meus veículos. Meu carro é 2006 e parece ter dois anos de uso. Não bate nada, o motor funciona maravilhosamente bem, a manutenção está completamente em dias. Não deixo probleminha se acumular.
Acho que tive como herança pequenos problemas que se acumularam pelo fato do proprietário não conhecer a manutenção regular necessária e deixar as coisas "pendentes". A moto tinha 4 anos e se ele tivesse feito a mesma coisa nesses anos todos teria sido um valor bem razoável de manutenção por ano.
Vou continuar a usar a moto e aproveitar que ela está com a manutenção em dias agora. Espero que agora não dê problema tão cedo.
Andar de moto é um modo de ser feliz.
Bruno_VermesMC
Mensagens: 98
Registrado em: 13 Ago 2013, 18:54
Localização: Campinas
Contato:

13 Jan 2014, 18:42

Realmente esse é a prova que mais vale uma moto usada normalmente do que essas motos samambaia, que ficam na garagem apodrecendo.

Se o cara usava com a bateria descarregada provavelmente deu até tranco para pegar, um porcalhão mesmo.
BRUNO - VERMES M.C.
Charles Benigno
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Mar 2009, 19:20
Localização: Belém
Contato:

13 Jan 2014, 19:11

Concordo com você.

Quando alguém anda na moto periodicamente, se vê obrigado a fazer os reparos normais. Além do mais, muita coisa não estraga, como por exemplo os entupimentos do sistema de injeção.
A mesma coisa acontece para os óleos dos amortecedores, assim como para a parte elétrica que pode oxidar. O calor do funcionamento do motor e o uso ao ar livre faz evaporar a umidade que oxida relés, fios, plugs etc.
A borracha dos pneus resseca mais fácil e se ficarem parados deformam.
Acho que o mais importante é fazer a manutenção sem que os problemas apareçam. Por exemplo, eu troquei o fluido de freio da moto e do carro na mesma semana, porque tem que trocar a cada dois anos, independente de aparecerem problemas.
A mesma coisa para lubrificação de rolamentos. Esperar quebrar por falta de graxa não é muito inteligente.
Uma manutenção preventiva custa muito mais barato e evita muitas dores de cabeça, como por exemplo ficar no prego no meio de uma viagem. Sem falar de possíveis acidentes que podem ser causados com correntes que quebram, rolamentos que travam, freios que falham, pneus que estouram...
Dá trabalho? Sim, é chato, dá trabalho, e incomoda gastar dinheiro com algo que está funcionando ainda normalmente. Mas... em médio e longo prazo é melhor, mais seguro, custa menos... sem falar na valorização do bem. Na hora de vender sentimos a diferença.
Andar de moto é um modo de ser feliz.
wolfmann
Mensagens: 151
Registrado em: 03 Mar 2010, 21:05
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

13 Jan 2014, 19:53

Pelo seu relato, a decepção ficou mesmo pelo modo que a moto foi maltratada.

Pena que o Bendix abriu o bico e não era apenas uma regulagem no eixo do pinhão (lembro de um comentário seu no blog onde deixei resposta sobre essa regulagem).

De toda forma, moto que anda é moto que não aporrinha: minha Fat está prestes a completar os 70.000 kms e não passou pela metade dos probleminhas que relatou, mas também passou por um problema chato na injeção que gastei tempo até resolver. O efeito colateral foi ter aprendido bastante sobre a parte elétrica e mecânica da admissão das Harleys.

Boas estradas.
ride hard or stay home
Charles Benigno
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Mar 2009, 19:20
Localização: Belém
Contato:

13 Jan 2014, 20:49

Wolfmann

Realmente, mas a considerar seu relato, espero não ser o "sorteado". Meu mecânico, que é o único especializado em Harley na cidade, vendeu a 883R que ele tinha por causa de uma série de probleminhas. Quando eu deixei a moto com ele na semana retrasada, chegou um cara com uma XR1200 zerada. A moto veio com defeito 0km. Mandou para a concessionária de Fortaleza, pagou frete, e devolveram com o mesmo problema.
O próprio mecânico relatou outros problemas com motos novas de amigos, como uma V-Rod que o dono até entrou na Justiça contra a Harley de tanto problema que deu a moto nova.
Então concluí que são motos problemáticas. Contudo, considerando o que disse J Cunha, Bruno e Wolfmann, vou deixar o tempo dizer se realmente foi um caso de pouco cuidado. De qualquer forma, às vezes somos contemplados com veículos problemáticos, independente da marca. Vi na oficina uma Kawazaki Z800 que deu uma série de problemas elétricos, um atrás do outro. Moto novinha.
Espero que eu não tenha sido "contemplado" com uma moto problemática.
Andar de moto é um modo de ser feliz.
J Cunha
Mensagens: 63
Registrado em: 23 Set 2013, 13:49
Localização: São Paulo
Contato:

14 Jan 2014, 09:02

Charles lhe desejo boa sorte amigo, e mtos kms rodados sem surpresas desagradáveis.

Só voltando ao assunto “antigos donos”, mexendo na papelada que veio junto com a minha, vi que tinha algumas notas de revisões realizadas, e olha que estranho desde 2010 que o pisca esquerdo esta com mau contato (seria cômico se não fosse trágico), no campo “observações” das duas revisões vem informando isso, e o antigo dono não consertou isso até 2013 rsrsrsrrs, eu já to correndo atrás, já fucei, desmontei, montei, ele volta a funcionar normal, mas depois para de novo, vou encostala no mecânico para ver isso e acabar de uma vez por todas com esse probleminha. :|

Abç galera
...
edujunio1
Mensagens: 6
Registrado em: 19 Jun 2013, 18:26
Localização: Goiânia
Contato:

06 Mar 2014, 23:37

E o seguinte: Ja vi muita vazando inclusive comprei a minha assim e mesmo colocando a junta original vazou de novo. O que acontece e que sou meio teimoso e sei que nao foi feito pra vazar entao resolvi meu problema com uma coisa muito simples que se os mecanicos da harley quizessem mesmo resolver nossos problemas era facil demais e muito barato>> Aqueles aneis de borracha "O RINGS" tambem e vendido de metro entao foi so colocar no lugar da junta e nunca mais tive problema nem de suar o motor e olha que ja troquei o oleo duas vezes e ando bastante no dia dia problema resolvido com cinco reais e disposiçao so isso Que a Harley tome vergonha e pare de cobrar tao caro por peças que nao resolvem nada enquanto coisas tao simples resolvem...
JUNIO 883 R
J Cunha
Mensagens: 63
Registrado em: 23 Set 2013, 13:49
Localização: São Paulo
Contato:

07 Mar 2014, 08:53

edujunio1 escreveu:E o seguinte: Ja vi muita vazando inclusive comprei a minha assim e mesmo colocando a junta original vazou de novo. O que acontece e que sou meio teimoso e sei que nao foi feito pra vazar entao resolvi meu problema com uma coisa muito simples que se os mecanicos da harley quizessem mesmo resolver nossos problemas era facil demais e muito barato>> Aqueles aneis de borracha "O RINGS" tambem e vendido de metro entao foi so colocar no lugar da junta e nunca mais tive problema nem de suar o motor e olha que ja troquei o oleo duas vezes e ando bastante no dia dia problema resolvido com cinco reais e disposiçao so isso Que a Harley tome vergonha e pare de cobrar tao caro por peças que nao resolvem nada enquanto coisas tao simples resolvem...
Ai amigo, explica melhor sobre isso, existe na medida certa do motor da 883 ou vc realizou alguma adaptação :roll: , se adaptou explica ai para gente como foi :mrgreen: , a galera agradece, rsrsrsrs

abç
...
edujunio1
Mensagens: 6
Registrado em: 19 Jun 2013, 18:26
Localização: Goiânia
Contato:

12 Mai 2014, 22:04

cara a minha e uma 883r tinha um vazamento quando comprei mas resolvi o problema com O RING DE METRO aquelas borrachinhas de vedaçao so que de metro entao depois de tentar ate com a junta original resolvi colocar essa e deu certissimo pois ando pra caramba com minha CHARLOTTE e nem sinal de oleo nem suar resolvido axo que ate a harley deveria usar isso e simples facil e barato ok.
JUNIO 883 R
Responder