Harley Davidson: Óleo do motor, caixa, etc

Motos: Harley-Davidson Sportster 883, Harley-Davidson Road King, etc.

Moderadores: Moderadores, Administradores, Colaboradores Harley-Davidson

Responder
Avatar do usuário
angel de ibiuna
Mensagens: 6
Registrado em: 04 Jan 2010, 15:08
Contato:

04 Jan 2010, 15:14

Tenho uma HD 883R 2008.
Perguntas:
1)trocar oleo qdo?
2)qual oleo é recomendado?
3) a Luz do painel (ignição) acende por uns 5 segundos apos ter-se apagado na partida. O que eu faço?
Avatar do usuário
Edson Agostini
Mensagens: 1595
Registrado em: 16 Nov 2009, 12:46
Localização: Ibiúna
Contato:

04 Jan 2010, 17:08

Olá, Angel! Prazer recebê-lo aqui no forum! Somos da mesma cidade e quase vizinhos de moradia. Seja muito bem-vindo! Acho que você não deve ter o manual do proprietário, mas há pessoas aqui que ajudarão no que for possível, é só aguardar que as informações chegarão. Um abraço!

Instruções

1 - Faça um passeio curto para aquecer o óleo do motor e permitindo que ele flua fora do reservatório. Não deixe o motor aquecer muito, para que você possa abrir o reservatório.
2 - Coloque a moto em cima dos blocos ou em um stand de mudança de óleo de motocicleta. Deslize um cárter de óleo sob a motocicleta e remova o plug do reservatório de óleo. Faça isso devagar e com cuidado, pois o óleo do motor pode estar quente. Além disso, remova o filtro de óleo e coloque-o no cárter para dissipar.
3 - Permita que o óleo a escorra por cerca de 20 a 30 minutos. Certifique-se de que não hja fluxo de óleo antes de continuar.
4 - Substitua o bujão de óleo e instale o novo filtro. Lembre-se de revestir o anel de borracha sobre o filtro com óleo antes enroscá-lo.
5 - Remova a tampa de óleo e encha o reservatório com a quantidade e o tipo de óleo sugerido em seu manual do proprietário.
6 - Substitua a tampa de óleo e de partida na motocicleta. Deixe a Harley rodar por volta de um minuto antes de desligá-la.
7 - Verifique o vidro de enchimento do lado do motor e termine o enchimento do reservatório até que ele esteja na metade.
8 - Substitua a tampa de óleo e descarte corretamente o óleo usado. Limpe qualquer sujeira ou escorrimento.

Fonte: http://www.ehow.com.br

Por Marcelo Peixoto
As principais funções dos óleos lubrificantes são : reduzir o atrito entre as peças móveis e com isso reduzir o desgaste entre as peças , permitir partida e bombeamento de maneira mais fácil , proteger contra ferrugem e corrosão , manter limpas as peças do motor , refrigerar as peças do motor e ajudar na economia de combustível.

Existem três tipos básicos de óleos :
Minerais, que são obtidos a partir do óleo cru (petróleo).
Sintéticos, que são obtidos através de processos químicos.
Semi-sintéticos, que são obtidos através da mistura entre a base mineral e a base sintética.

Todos os óleos são compostos por uma base e uma carga de aditivos . A proporção de mistura varia entre os vários tipos e marcas , que podem variar de 5% a 30% de aditivos e de 70% a 95% de óleo base .

Os lubrificantes sintéticos podem ser compostos por duas bases diferentes, uma delas é obtida por transformação química a partir do etileno , chamada de polialfaolefinas e a outra, utilizada pela MOTUL, que é obtida por reações químicas entre ácidos graxos e álcoois vegetais ,chamada de éster.

As vantagens desses óleos que utilizam base sintética éster (MOTUL) é que eles são naturalmente biodegradáveis , possuem maior resistência à oxidação , proporcionam superior aderência aos metais e possuem melhor estabilidade térmica .

Há também muita diferença entre os óleos desenvolvidos para carros e os desenvolvidos para motos, os óleos para carros possuem aditivos que danificam as embreagens das motos e também no caso das Harley-Davidson , danificam o motor , pois por possuírem aditivos antidesgaste fortíssimos que fazem com que os roletes e esferas dos rolamentos escorreguem em vez de girarem , causando um ponto de atrito e conseqüentemente um calo nessas peças.

Todos os óleos para motor são classificados mundialmente independente da origem ou procedência . O órgão é o SAE (society of automotive engineers) que classifica a viscosidade e o API (american petroleum institute) que classifica a qualidade e desempenho.

Essa classificação funciona da seguinte forma:

Em toda embalagem de óleo existe um código referente ao tipo e viscosidade , por exemplo

20W-50 , 15W-50 , etc. esses códigos ainda possuem a classificação API , que pode ser SG, SH , SJ.

Em todos esses casos , os primeiros números e a letra “W” indicam a viscosidade do óleo quando frio (W= winter) e os últimos números indicam a viscosidade quando quente .

Quanto menor for o grau de viscosidade , mais fino é o óleo , e quanto maior for o grau de viscosidade mais grosso ele é.

As vantagens de se utilizar um óleo 15W- 50 por exemplo é que por ele ser 15W , quando o motor ou o clima estiver frio , o óleo irá circular pelo motor com muito mais facilidade e se caso a moto for submetida a condições extremas de utilização , competições ou transito intenso por exemplo , ele possuirá a viscosidade 50 , garantindo pressão de óleo boa e conseqüentemente proteção ao motor.

Em hipótese alguma misture um óleo sintético ou semi-sintético com um mineral , as reações podem causar danos graves .

O mais importante também é trabalhar sempre com um só tipo e marca de óleo , os aditivos de um fabricante de óleo podem reagir com os aditivos de outros fabricantes , o que pode causar uma reação química que vai alterar as propriedades lubrificantes do óleo , podendo fundir o motor .

Outro item importante é sempre seguir o período de troca recomendado no manual do proprietário. A partir de 2004 todas as Harley-Davidson estão com os períodos entre as troca maiores a cada 8.000km , mas isso é para as condições climáticas e combustível muito diferente do nosso. Nosso combustível contamina muito mais o óleo e por isso vale a pena fazer a troca com menos quilometragem, aproximadamente com 4.000 km, independente se o óleo é mineral ou sintético , afinal é muito mais barato trocar óleo do que trocar um motor inteiro!

Fonte: http://www.harley-davidson-brasil.com.br



Nas modelos SPORTSTER, o oleo do motor não tem nenhuma relação com a primária e câmbio! Por isso é que pode se usar tranquilamente qualquer oleo 20W50 de boa qualidade Shell, Esso, Castrol GTX ...
Não é necessário que seja próprio para motorcicleta, porque no caso das Sportster, a embreagem, que necessita o aditivo antideslizante, fica na caixa da primária e não é banhada pelo oleo do motor.
Já para a primária, aí sim, devemos escolher um oleo com aditivo antideslizante (ou antiblocante), porque esse oleo banha os discos da embreagem, a corrente primária e as engrenagens do câmbio. Em se tratando de engrenagens, normalmente utiliza se oleo para engrenagens (Gear Oil) 90.
O ideal seria achar um oleo 75W90 com aditivo antideslizante, porque esse oleo não engrossa tanto no frio, na saida de manha. Pelo que eu saiba esse oleo só existe nos Estates. Aqui, o pessoal tem usado Delco 90 para diferenciais antiblocantes da GM, com muito sucesso.

Mas para o motor, não tem segredo, na verdade qualquer oleo que vc usaria em seu Fusca, vc pode usar na Harley. Aliás, esses dois motores tem muita semelhança (e simplicidade) de funcionamento. Um dos motivos pelo qual a Harley recomenda o uso de oleo para motores a Diesel "em caso de emergêcia", é porque assim como os motores a Diesel, os motores da Harley trabalham em baixa rotação e curso longo, não passando dos 5000 RPM. Curva de torque quase plana na faixa dos 2500 a 3500 ... Maravilha !

Já no caso dos motores das esportivas japonesas, a coisa muda totalmente de figura. São motores quadrados (quando o curso do pistão é menor que seu diametro), e por isso mesmo trabalham em altissima rotação para poderem produzir alguma potência, e só conseguem algum torque "esguelados".
Pelo fato de as tolerâncias de constução serem muito menores e tudo rodar mais justo e muito mais rápido, é necessário um cuidado redobrado com a lubrificação, partindo se aí para os super oleos sintéticos, mas também de viscosidade mais fina 15W40.
No tratorzão que é a Harley qualquer oleo multiviscoso 20W50 de boa qualidade serve, mais importante é a troca frequente, junto com o filtro.

Fonte: http://www.forumharley.com.br/index.php?topic=204.15

editado por cros
ON THE ROAD AGAIN
Avatar do usuário
angel de ibiuna
Mensagens: 6
Registrado em: 04 Jan 2010, 15:08
Contato:

05 Jan 2010, 10:33

Agradeço o retorno.
Ocorre que a duvida esta em que marca de oleo usar. No manual recomenda a especificação e tipo de oleo. Porem a duvida esta em que marca usar: Motul 3000, 5100, Castrol, Mobil, etc...?
E, sobre a luz do painel que torna a acender por 5 segundos, apos dar a partida. Isto é; dou a ignição (viro a chave) acende, apaga apos 7 segundos, dou a partida, o motor pega e volta a acender por mais 5 segundos e depois apaga e não acende mais.
Esta correto isto?
Grato.
Russo
Mensagens: 1191
Registrado em: 19 Mar 2008, 23:12
Localização: Curitiba
Contato:

05 Jan 2010, 21:58

angel de ibiuna escreveu:Agradeço o retorno.
Ocorre que a duvida esta em que marca de oleo usar. No manual recomenda a especificação e tipo de oleo. Porem a duvida esta em que marca usar: Motul 3000, 5100, Castrol, Mobil, etc...?
E, sobre a luz do painel que torna a acender por 5 segundos, apos dar a partida. Isto é; dou a ignição (viro a chave) acende, apaga apos 7 segundos, dou a partida, o motor pega e volta a acender por mais 5 segundos e depois apaga e não acende mais.
Esta correto isto?
Grato.
Ae Kamerad angel...

Nem esquente muito a cabeça com isso.

Os motores Evolution que equipam as 883 são verdadeiros "Ogros", que bebem qualquer coisa. Para você ter idéia, no manual da minha 883, na página 45, diz:
... se for necessário acrescentar óleo e não houver óleo HD disponível, use óleo certificado para motores diesel, categoria CF-4, CG-4, CH-4 ou CI-4.

A troca de óleo das Sportster deve ser feita a cada 5.000 milhas (8.000 km) ou seis meses de uso, o que vencer primeiro. Como eu uso uma CB400 para o dia a dia e reservo a HD para viagens, acabo trocando o óleo por dercurso de prazo, ou seja, a cada 6 meses.
" A smooth sea never made a skilled mariner "
ZZO
Mensagens: 737
Registrado em: 23 Ago 2008, 18:31
Localização: São Bernardo do Campo
Contato:

05 Jan 2010, 22:39

Pode Crer...

Eu mesmo troquei o óleo sintético pelo óleo mineral para motores Diesel que eles recomendam no manual e não me arrependi.

Atualmente estou usando na transmissão o óleo AC DELCO da GM para a caixa de mudanças da S10 com tração positiva e o óleo URSA TD CG-4 no motor... e muito satisfeito diga-se de passagem, pois até a troca de marchas ficou mais suave.

Só um detalhe que não pode ser esquecido de jeito nehum... se optar por usar óleo mineral ao invés do sintético, não esqueça de trocar também o filtro de óleo para evitar contaminação do sistema.

E o mais importante, a troca a cada 8000Km é válida para óleo sintético, já com óleo mineral este intervalo cai para 2000/2500Km.

É isso, espero que as informações de auxiliem.

Abraço

Zzo
Família
VIRU'S

"...Mais vale um c* na mão do que dois no asfalto..."
funbarra
Mensagens: 3
Registrado em: 21 Nov 2008, 05:06
Contato:

20 Jan 2010, 22:54

Oi pessoal,
Tenho uma 883 custom 08, e tem 2500 milhas (4000 Km)
Quando fui na autorizada da HD dar uma checada/trocar o oleo quando ela ainda estava com 1000 milhas, me disseram que não precisava trocar.
Dei umas checada esses dias no óleo e ainda acho está o ok.
Final das contas com essa milhagem e tempo de uso da moto devo trocar o óleo de qualquer maneira ou posso deixar pra trocar nos 5000 milhas?

agradeço muito quem poder me ajudar desde já.
Avatar do usuário
MrPaulista
Mensagens: 27
Registrado em: 30 Jun 2009, 20:13
Contato:

25 Jan 2010, 23:22

Olá a todos!

Alguém pode me ajudar? É minha primeira moto e não manjo nada de manutenção. Só sei um pouco de carro. rsrsrs

Seguinte, comprei a moto usada e ela tinha acabado de sair da revisão de 1 ano com apenas 800 kms rodados. Agora já andei mais 3000, então está perto dos 3800 e queria saber se tá na hora de levar pra troca de óleo e outras manutenções.

No manual diz que a próxima revisão se dará com 8000kms, mas gostaria de saber o que tenho que fazer até chegar lá.

Obrigado!
Russo
Mensagens: 1191
Registrado em: 19 Mar 2008, 23:12
Localização: Curitiba
Contato:

26 Jan 2010, 09:02

MrPaulista escreveu:Olá a todos!

Alguém pode me ajudar? É minha primeira moto e não manjo nada de manutenção. Só sei um pouco de carro. rsrsrs

Seguinte, comprei a moto usada e ela tinha acabado de sair da revisão de 1 ano com apenas 800 kms rodados. Agora já andei mais 3000, então está perto dos 3800 e queria saber se tá na hora de levar pra troca de óleo e outras manutenções.

No manual diz que a próxima revisão se dará com 8000kms, mas gostaria de saber o que tenho que fazer até chegar lá.

Obrigado!
Ae Kamerad Paulistówisky:

Esses manuais de propriotários não levam em consideração a "mijolina" nacional que colocamos nos tanques, eheheheh...

Por causa dela eu costumo trocar o óleo, tanto de carro quanto de motoka com a metade da quilometragem.

A única vez que inventei de seguir o "manuel", me ferrei... tiveram que abrir o motor do carro, na concessionária, pois o óleo virou "maionese" preta dentro do motor.
" A smooth sea never made a skilled mariner "
Avatar do usuário
MrPaulista
Mensagens: 27
Registrado em: 30 Jun 2009, 20:13
Contato:

26 Jan 2010, 12:16

entendi Russo!

Brigadão... então logo logo troco o óleo da minha!
adrianoking
Mensagens: 5
Registrado em: 24 Jan 2010, 09:35

27 Jan 2010, 12:20

Resumindo para as 883, aqui em sampa se troca assim, a cada 4000km óleo Motul 3000 20w/50 e a cada 8000km deve trocar o óleo da primária.

Ha Braço
Responder