HD: Vamos esclarecer as coisas

Motos: Harley-Davidson Sportster 883, Harley-Davidson Road King, etc.

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Harley-Davidson

Avatar do usuário
M Valentim
Mensagens: 263
Registrado em: 14 Dez 2008, 19:19
Localização: Nova Santa Rita
Contato:

07 Jul 2016, 13:01

A Sportster não é “moto de entrada”.

A Fat Boy não é “a verdadeira Harley.”

A Road King não é “moto de tio”.

A Dyna não é “a Big Twin de entrada”.

Esqueça o que você lê nas revistas ou ouve de quem compra moto pra se exibir na porta do bar. Cada modelo da Harley tem uma legião de fãs, e muitas pessoas escolhem determinados modelos por preferência, e não porque era aquele que cabia no bolso. Aliás, tá pra nascer gente mais apaixonada do que dono de Sportster, uma das motos com mais customizações legais que se vê por aí.

Quando você troca uma Sporster por uma Fat Boy, ou uma FX por uma Road King, você não fez um upgrade. Upgrade presssupõe o aperfeiçoamento de um item que você já possuía, ou a troca por um melhor. Você simplesmente trocou uma Harley por outra Harley.

É o velho padrão côxa: o cara compra uma Fat Boy, vomita que aquela é a única Harley de verdade, depois de um tempo está andando de Electra e, quando percebe que não tem nada mais caro na linha H-D, compra a BMW topo de linha ou uma moto exótica qualquer.

Retirado de: http://olddogcycles.com/
“The Eagle Soars Alone”
"Classic Rider Walk Alone"

Avatar do usuário
Ovelha Negra
Mensagens: 251
Registrado em: 13 Jun 2013, 19:16
Localização: Porto Alegre
Contato:

07 Jul 2016, 15:00

Caro Valentim,

este ano tive uma ocorrência com um desses tipo chamados "Harleiros", mas da classe "pulidinhos",

daquele tipo que pode comprar uma das mais caras, colocar uma roupinha de grupo e desfilar, do tipo "Pavão Misterioso", mas com um detalhe pra lá de especial...não sabe pilotar e sim ficar polindo os cromados.

No evento da cidade de Butiá deste ano, o conhecido "Carbomoto", fui convidado pelo Ademir para ir até lá de novo, pois já fomos em outros anos e é um bom evento para se ir e rever amigos.

Paramos no Posto antes de chegar ao centro da cidade em um posto de gasolina onde estava o pessoal da recepção do evento, paramos no posto para ver e falar com o pessoal e tomarmos um café.

Estacionamos e fui falar com o pessoal, depois de uns 15 minutos, os guris queriam ir para o centro da cidade ao evento e eu disse esperem eu tomar um cafezinho.

Depois de pagar o café, saio da loja e fico falando com o pessoal na entrada do posto.

Aí acontece o fenômeno: o tal pseudo piloto entra com sua coisinha brilhante e limpa e não consegue dirigir sua coisinha e onde acham que o possante estaciona.

Para ao bater em minha moto, que foi ao solo e teve poucos danos, mas suficientes para destruir a felicidade de ver amigos e ficar chateado pois estava inalgurando meu tanque de 18 litros.

Os danos foram aparentemente poucos, menos na dignidade do tal piloto que ainda usa a bandeira de um certo motogrupo e ou motoclube.

Conheço muitos participantes de grupo que andam de Harley, que pilotam Harley, que viajam de Harley, e manjam muito de andar de Harley. Tenho muito orgulho de que alguns deles me consideram amigos e aceitam minha companhia em seus passeios e eventos, não só de radicais harleros...

Meu maior dano na moto é o painel da moto que quebrou a carcaça e não estou conseguindo a mesma. Terei que comprar outro painel pois quando chove tenho problemas elétricos. Mas tenho andado com ele com um plástico.

Depois da batida em minha moto não mais irei a eventos de motos em meu estado a não ser passeios e reuniões com amigos e os meus passeios solo dos quais gosto muito.

Pessoalmente não gosto de Harley, gosto do espírito mas estão transformando esse espírito em coisas do tipo só harley vale algo e coisas do gênero que muitos fabricantes estão adotando. Costumeiramente fazem isso com as divisões populares do tipo dividir e conquistar. Política, religião esportes..etc.

Só quero amigos para andar de moto, não me interessa seus bolsos ou suas vidas e sim sua companhia para a estrada. Para minha sorte tenho alguns que valem muito a pena e me sinto orgulhoso de que eles me considerem amigos, desde os tempos em que viajava com miha ML.

Sei que não esclareci mas é um fato que precisam saber, quando atualizar meu site colocarei lá as fotos do fato e das duas motos no chão...uma delas com o dito polidor em cima.

Ovelha
PS - não quero que ele me pague o prejuízo, e sim que não desfile para o mesmo lado onde ando de moto.

Avatar do usuário
eduardo BNU
Mensagens: 82
Registrado em: 09 Abr 2012, 14:45
Localização: Blumenau
Contato:

07 Jul 2016, 17:06

Putz, que azar Ovelha, foi acertar logo sua moto!

Vc tem razão, ultimamente tenho visto cada vez mais pessoas comprando Harleys (ou motos de alta cilindrada em geral) como primeira moto.
O cara nunca subiu numa moto na vida e já quer sair pilotando direto um monstro de 350~400Kg.
Aí acaba acontecendo essas coisas.

Mas é aquela coisa, o cara tá na crise da meia idade, hehe, com uma grana sobrando, e pensa: vou realizar meu sonho, comprar uma Harley, icone da liberdade, etc,etc...

O lado bom disso é o mercado de motos semi novas, sempre abastecido por motos com baixissima kilometragem, e preços atraentes, daqueles que descobriram que a moto não é só a parte boa que eles viram nos filmes. É pesada, esquenta, vibra, doi as costas, pega chuva, frio, calor, quando cai machuca! hehehe

Mas é isso, espero que consigas resolver logo os problemas da motoca.
H D - Heritage Classic 2008

Avatar do usuário
FIlIPy65
Mensagens: 208
Registrado em: 15 Set 2012, 18:42
Localização: João Pessoa

07 Jul 2016, 20:24

Convenhamos caro Ovelha, você teve azar. Mas abandonar os eventos é muito radical, tem gente de todo jeito em todo canto. Isso deve ficar só como mais uma história pra lembrar e contar pros amigos. Se a garota lhe levou de volta pra casa tá tudo certo, é arrumar e partir pra outra.

Sobre as Harleys...
acredito que sempre terá aqueles que vão atrás de uma para ter, possuir, desfilar, etc, afinal são as imponentes motos de vários filmes, revistas, etc.
Se eles são felizes assim que sejam, mas se essas são as razões para a aquisição não irão longe e logo passarão pra frente fomentando um atrativo mercado de semi-novas, como o Eduardo comentou.

zelote
Mensagens: 5
Registrado em: 23 Nov 2015, 17:27
Localização: São Paulo

13 Jul 2016, 18:42

Concordo plenamente com tudo que foi dito!

Ando há mais 35 anos (estou com 55).

Tive a Yamahinha 75 cc, Honda Turuna, DT 180, RD 250 (viuvinha), Falcon, DR 800, Shadow 600, Boulevard M800, e até o Burgman 650............Todas compradas com a força do meu trabalho e com muito esforço.

Hoje estou com uma HD XL 1200 e as outras que tive nada devem a ela!

Cada uma teve e tem suas vantagens e possibilidades de curtição.

De fato há muitos Harleyros que se acham!

Eu entrei nessa (HD) não por opção, mas por negócio.

Continuo com o mesmo espírito da época em que comecei (ano de 1978).

Todos que andam em duas rodas com um motor embaixo são iguais a mim e fico p. quando em passeios (bondes) não são respeitados os limites das menores cilindradas.

Concluindo, se me permitem: os iludidos estão por toda parte!

Abraço a todos.

bjorn_atg
Mensagens: 4
Registrado em: 25 Jul 2016, 02:08
Localização: Nova Iguaçu
Contato:

11 Set 2016, 10:53

Vocês disseram tudo ...
Tenho 65 anos e ando desde os 15 , portanto um certo tempo nas duas rodas . No começo escondido do pai e principalmente da mãe ou era uma surra na certa , e com a boa é confiável vara de marmelo , além do tradicional banho de sal grosso , cara como doía. Depois notei que se saísse correndo e subisse na primeira árvore, nenhum dos dois me pegava , cheguei a dormir em cima da caixa dagua. Passei frio a noite toda , morri de fome mas naquela noite não apanhei , tudo para poder andar de moto . Primeiro emprego , primeiro financiamento , e é claro meu primeiro transporte , minha primeira moto . Quase me colocam fora de casa . Bem fui crescendo e os dois sempre implicando com as minhas motos , depois vieram as quase sogras e a história se repetia . Hoje com 65 anos , 35 de casado , a sogra continua implicando , mas o que conta é que a patroa adora a garupa e agora podem reclamar a vontade , afinal de contas em alguma parte da história chegaria a minha vez de mandar ....

Tenho atualmente uma HD xl 1200 ca .
Comprei porque a bandit já estava ficando alta e a velhinha tinha dificuldades em subir , ela está com 63 . Gostei demais do modelo e pelo fato de não ter aquele monte de penduricalhos que costumam colocar . Nada contra , até acho bonito , mas na dos outros , não na minha . Inclusive acho válido muitas coisas na estrada , mas prefiro minha moto quase nua , sei que me entendem .

Como toda hd , aquele monte de ofertas via email , passeios , cursos etc e tal .
Legal , válido, interessante , mas quase opressor pela quantidade .
Fui fazer um passeio . Alguns bons amigos mas , parece vestibular para a NASA e um monte de gente querendo mais desfilar do que simplesmente andar de moto . Implicaram ( no bom sentido com meu capacete , com meu casaco que não tinha adesivos , na moto sem isso sem aquilo , no sapato , porque a bota tal daria xyz ao quadrado de mais isso mais aquilo na segurança, e mil perguntas disso é daquilo ) .... aí minha velhinha me pergunta , nos viemos aqui para desfilar alta costura com alta cilindrada ou simplesmente aproveitar o dia e andar de moto ? Imagine você se ainda tivéssemos aquela velha 450 ... ( honda DOHC 450 ... nada a ver com a produzida no Brasil anos atrás) .... agente simplesmente não chegaríamos nem perto deles .

Passear na estrada , aproveitar o dia com quem você gosta e depois guardar mais um dia de prazer na memória, acho que esse é o espírito.

Gosto muito dos MCs mas ainda prefiro andar sozinho com minha velhinha que há 35 anos faz parte do meu grupo " nois sozinho " . Por isso entendo perfeitamente quem prefere ser um lobo solitário, mas que de vez em quando visita a sua alcatéia.

Um abraço a todos .

piccoli
Mensagens: 59
Registrado em: 20 Ago 2008, 13:45
Localização: Porto Alegre
Contato:

16 Set 2016, 10:22

Bjorn,
eu lembro da DOHC 450 importada. Um colega de aula tinha uma. Que moto bonita aquela.
Eu conhecei essa 450 porque sou só um pouquinho mais novo que você. :D
Rapazes, eu sou do tempo de Suzuki TS 185, GT 380, Honda CB 200, 350, Yamaha TX 500, 650, etc. :D
Tópico bem interessante este. Gostei do comentário sobre 883 não ser moto de entrada. Fiquei feliz, a 883 R é justamente a moto da Harley que mais me chama a atenção.
Mesmo que eu fosse multimilionário eu compraria uma Iron, com banco, pedais e encostinho para levar a dona da casa. E só.

bjorn_atg
Mensagens: 4
Registrado em: 25 Jul 2016, 02:08
Localização: Nova Iguaçu
Contato:

16 Set 2016, 11:02

Alô seu Piccoli

Então somos da mesma época. Eu nunca na vida pensei em ter uma HD , justamente porque tinha coisa demais e era grande demais , mas jamais deixei de admirar só não queria uma . Parece mentira...? ... minha velhinha adora olhar vitrina de joalheria , acha bonito , mas não tem uma única jóia, exceto a aliança. Bem , eu conheci esse modelos de que você fala , e tive o prazer de dar uma volta em duas jóias, na Suzuki Rotary , a única moto no mundo que teve motor rotativo e na magnífica Suzuki gt 550 , tricilindrica , dois tempos .

Voltando a HD , certa vez caminhando , vi na calçada uma moto muito interessante , diferente , dois cilindros em V , encorpada , simpática. Dei a volta e me espantei de ver que era a hd 883 . Foi amor a primeira vista e separação imediata , um platonismo decepcionante pois a carteira como sempre vazia . Achei linda a moto e fiquei com ela na cabeça. Quando lançaram a 48 cai de 4 literalmente . Fui na loja e conheci a xl 1200 ca .... aí não teve geito , ainda mais com a patroa no meu ouvido ... compra ... compra ... compra ... é daí comprei .

Acredito que as estórias e histórias motociclista as sejam parecidas , e que cada um traga na memória e no coração suas memórias, para mim o motociclismo.... independente de marca e modelo ... é algo que transcende o entendimento , cujo maior sinônimo é mesmo a liberdade pura e simples , coisas como easy rider e fugindo do inferno , dentre outros .

Eu troquei a bandit pela hd por causa da altura , já estou velhinho , e já estou me preocupando na troca para quando não conseguir mais me equilibrar na xl 1200 , que virá a ser um triciclo ( tem uns modelos bem bonitos da hd , usando a plataforma da sua moto mesmo ) e aí voltarei a ser criança novamente quando andava de velocipede , sendo que este será motorizado . Deixar de andar de moto ... ? ... jamais , nem que tenha que colocar rodinhas no lado como se fazia antigamente nas bicicletas.

Um abraço a todos ...

Avatar do usuário
RenanSP
Mensagens: 1063
Registrado em: 15 Jun 2011, 18:32
Localização: São Paulo
Contato:

07 Abr 2017, 17:50

bjorn_atg escreveu:
16 Set 2016, 11:02
Alô seu Piccoli

Voltando a HD , certa vez caminhando , vi na calçada uma moto muito interessante , diferente , dois cilindros em V , encorpada , simpática. Dei a volta e me espantei de ver que era a hd 883 . Foi amor a primeira vista e separação imediata , um platonismo decepcionante pois a carteira como sempre vazia . Achei linda a moto e fiquei com ela na cabeça.
Aconteceu justamente a mesma coisa comigo. E olha que eu era um ferrenho "detonador" da 883 (metia o pau sem sequer ter andado na moto).

Até eu sentar em uma, numa loja de motos do bairro "a toa". Foi paixão na hora. Que só consegui resolver depois de 3 anos.

E gente ruim infelizmente tem em todos segmentos, o Ovelha realmente deu azar, uma pena, o vento é igual para todos.
"I wish not the doctrine of ignoble ease, but the doctrine of the strenuous life."

weyler
Mensagens: 9
Registrado em: 20 Jul 2016, 13:31
Localização: Americana
Contato:

16 Ago 2017, 18:10

Tenho muitos amigos nessa pegada, do 'vou virar harleiro'. Acho muito legal a iniciativa, mas quando o cara me fala que nunca andou de moto e que a primeira vai ser uma vrod, eu só aconselho a fazer o seguro antes.
O problema da Harley é o apelo. Eu acho que a marca é sensacional, o trabalho de marketing feito em cima do estilo de vida, assim como as empresas tabagistas. Mas eles conseguiram fazer algo incrivel, que é fazer com que todas as customs sejam consideradas 'Harleys' pra quem nao conhece hahaha.

Então quando a pessoa quer começar a andar de moto, quer uma 'harley' e acha um absurdo voce aconselhar a começar menor para aprender. Querendo ou não, peça de reposição da harley não é barato.

Mas o pessoal não quer andar de moto, e sim conquistar o direito de falar 'eu tenho uma Háaaaaarley' e andar com boné e camiseta HD, e provavelmente quando comprar só vai até o posto abastecer e voltar pra casa.

Tenho muito respeito pela marca HD e pelos proprietários, mas pra mim nada é do que uma 'marca', assim como coca-cola e pepsi.

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante