Vulcan 900: Diário de uma Custom

Moto: Kawasaki Vulcan

Moderadores: Administradores, Moderadores, Colaboradores Kasinski, Colaboradores Kawasaki

Responder
Avatar do usuário
Caldato
Mensagens: 4
Registrado em: 14 Ago 2017, 19:44
Localização: Pato Branco-PR

14 Ago 2017, 22:05

Fala turma, sou novo no forum e no mundo custom, logo não tenho muita experiência sobre. Essa vulcan 900 me encantou e estou pensando em adquirir uma, porem por essa moto ter parado de ser comercializada no Brasil tenho medo de nao conseguir peças de reposição e nao achar demanda na hr de vender a mesma, sobre essas duvidas qual é o ponto de vista de vocês? Um forte abraço

Avatar do usuário
rklein
Mensagens: 440
Registrado em: 22 Dez 2013, 07:14
Localização: São Paulo
Contato:

15 Ago 2017, 07:37

Caldato escreveu:
14 Ago 2017, 22:05
Fala turma, sou novo no forum e no mundo custom, logo não tenho muita experiência sobre. Essa vulcan 900 me encantou e estou pensando em adquirir uma, porem por essa moto ter parado de ser comercializada no Brasil tenho medo de nao conseguir peças de reposição e nao achar demanda na hr de vender a mesma, sobre essas duvidas qual é o ponto de vista de vocês? Um forte abraço
Mas vamos comprar que Custom? Os japoneses fizeram um favor para os norte americanos e entregaram o mercado brasileiro para eles. Acabei de entrar no site da Yamaha, Honda e Suzuki e não encontrei nada, a Kawasaki não vende mais Vulcans 900, a Honda não comercializa mais a Shadow, a Yamaha não vende mais a Midnight Star, a Suzuki também não vende mais as Boulevards m800...

Restaram apenas as Harleys e Indians. . O problema é que essas gringas são caras, requerem muita manutenção caríssima, não são para usar no dia a dia, são apenas para dias de festa.
Imagem
Imagem

tor2
Mensagens: 78
Registrado em: 21 Jun 2016, 14:12
Localização: Londrina
Contato:

15 Ago 2017, 08:11

Caldato escreveu:
14 Ago 2017, 22:05
Fala turma, sou novo no forum e no mundo custom, logo não tenho muita experiência sobre. Essa vulcan 900 me encantou e estou pensando em adquirir uma, porem por essa moto ter parado de ser comercializada no Brasil tenho medo de nao conseguir peças de reposição e nao achar demanda na hr de vender a mesma, sobre essas duvidas qual é o ponto de vista de vocês? Um forte abraço

A maioria das Customs deixou de ser comercializada.

Com isso, todas ganham em "demanda na hora de vender".
Muitas dessas custom são de Marcas MUITO sérias (kawazaki, Suzuki, Honda, Yamaha) e continuam sendo produzidas mundo afora, achar peças será possível (talvez não a pronta entrega na concessionária de sua cidade) por MUITOS anos ainda.

A Opção a essas motos fora de linha, são as Harley e Indians, e a opinião do Rklein tá aí.

Outra opção é partir prá outro estilo... mas aí é outra conversa completamente, né?

Eu uso uma Intruder 250, que parou de ser produzida em 2001. Até hoje é possível recorrer à concessionária para peças (embora não tenha concretizado nenhuma compra lá), e no ML acha de tudo.

Boa busca!!

Avatar do usuário
Caldato
Mensagens: 4
Registrado em: 14 Ago 2017, 19:44
Localização: Pato Branco-PR

15 Ago 2017, 20:00

Muito obrigado pelo esclarecimento, realmente é um crime essas motos não serem mais comercializadas no Brasil. Meu orçamento planejado não alcança valores de hd, um pouco por medo de começar com uma moto de alto valor e valor de manutenção, meu foco se direciona para vulcan 900 classic lt, espero que essa seja uma boa escolha. Se souberem de alguma com procedência a venda na minha região avisem :mrgreen:

Avatar do usuário
rklein
Mensagens: 440
Registrado em: 22 Dez 2013, 07:14
Localização: São Paulo
Contato:

12 Set 2017, 09:28

Agora que me dei conta que eu estava com a Vulcan parada desde 24 de julho, 1 mês e meio, desde que ela "quebrou" o cabo de embreagem. Viajei de férias, e só ontem fui resolver o problema.

Tentei eu mesmo trocar o cabo, mas não consegui, tem que mexer numas porcas que ficam entre o escapamento, chassi e motor, eu até consegui encaixar a chave de boca nas porcas, mas não tinha como girar ela pela falta de espaço.

Resolvi levar para quem entende da coisa. Liguei para uma oficina particular, muito famosa aqui em SP, me disseram que se eu levasse ontem, me devolveria hoje. Achei muito tempo, arrisquei ligar para a autorizada Kawasaki One na Av. Bandeirantes , achando que iam pedir 1 semana, qual não foi minha surpresa, me disseram que trocariam na hora, que eu poderia aguardar a troca e voltar com a moto, e realmente a troca não durou 30 minutos. Então esta regra de que autorizada faz serviço demorado não é uma regra.

Foi a primeira vez que fui lá, Suzana Vieira já foi lá para a revisão, mas foi levada por um amigo meu. Foi aquela que desconfiei que arranharam a roda dianteira, mas depois que conheci a loja e oficina, até que deixei de achar que foi lá mesmo, pois tanto a loja como a oficina são amplas, muito organizada e limpa, até pode ter sido um acidente lá, mas achei o pessoal atencioso e cuidadoso. Pode não ter sido lá...

O mecânico me informou que não foi o cabo que partiu, e sim uma pequena presilha. Como não tinham essa presilha em estoque, fizeram o pedido da mesma e ficaram de me ligar para retornar para a troca. O mecânico deu "um jeito" de contornar e me garantiu que eu poderia rodar com a moto até a tal presilha chegar. Fica aqui um elogio para o mecânico Bispo pelo atendimento rápido, atencioso e eficiente. Gostei também do atendimento do gerente, que tem um nome oriental complicado e não consigo escrever.

Foi a primeira vez que Suzana Vieira foi guinchada para uma oficina, e olha que ela já tem 3 anos e 7 meses. Já a cachaceira da Vera Fischer, se amarra em se exibir pela cidade em cima de um guincho, talvez ela pense que é carnaval e ela, destaque num carro alegórico da Sapucaí.

E parabéns para a Porto Seguro, unica seguradora que pensou em nossas motos e equipou todos seus guinchos com o seu exclusivo "carrinho" que puxa a moto para a plataforma do guincho com o cuidado e a segurança necessários. Se falar que o atendente do guincho me ofereceu água e balas no trajeto, é o Uber dos Guinchos.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
rklein
Mensagens: 440
Registrado em: 22 Dez 2013, 07:14
Localização: São Paulo
Contato:

14 Set 2017, 20:59

As imagens que postei no diário não funcionam mais. O Photobucket sequestrou elas, assim como as de todo mundo que armazenou imagens lá por anos e anos.

Primeiro era gratuito, depois apareceu plano pago baratinho e com algumas vantagens, o preço era baixo, e eu paguei, mas agora, para que os links postados em sites funcionem, não basta mais o plano pago de antes, tem que pagar 400 dólares por ano, e se quiser baixar as imagens para seu computador, as instruções que eles divulgam, não funcionam :shock:

O mundo inteiro armazenou fotos lá, e tudo agora não funciona mais e ninguem tem mais acesso às suas imagens, a não ser que pague o valor do sequestro :mrgreen:

Antes eu postava no Imageshack, que também aplicou um golpe e ferrou meio mundo. Mas agora já tem um novinho em folha (Postimages), que jura, nunca fará uma coisa feias dessas :mrgreen:

Seguem reportagens sobre este golpe "a la" WannaCry:

Photobucket é acusado de forçar pagamento para usar imagens em outros sites.

https://www.tecmundo.com.br/internet/11 ... -sites.htm

Photobucket passou a cobrar pelo serviço e bilhões de fotos sumiram da web

https://forum.vivo.com.br/threads/24908 ... bsYLsiGOHs

A melhor é a desse camarada, que desabafa com o golpe, o camarada está com raiva, mas tem humor :mrgreen: :

Photobucket e o sequestro dos dados: O mundo é dos malandros

https://www.tecmundo.com.br/internet/11 ... -sites.htm
Imagem
Imagem

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante