FY250 - Comandos Avançados feitos em casa.

Projetos de customização e acessórios

Moderadores: Colaboradores, Administradores, Moderadores

BetoCB
Mensagens: 706
Registrado em: 22 Nov 2009, 19:55
Localização: São Paulo

06 Ago 2017, 19:35

Já ouviram aquele ditado?
"enxergam as pingas que bebo mas não veem os tombos que levo"
Estou aprendendo pintura automotiva e o nome "pintura" lembra bem o ditado acima.
Colocar tinta no revolver e apertar o gatilho é facil, mas tem a fase do lixamento, fase do empapelamento, fase de dar fundo, fase de corrigir imperfeições se for o caso usando massa plastica, fase de lixamento apos massa, fase da pintura em si, fase do lixamento final com lixa super hiper fina para polimento, fase de aplicar verniz e finalmente fase de polimento.
Quem curte o "faça voce mesmo" pode desmontar as partes e levar a um profissional de pintura que saira muito mais barato em tempo e dinheiro.
Quer saber se há vida após a morte? Mexa na minha moto.

SemControle
Mensagens: 731
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

07 Ago 2017, 10:18

passei todas as etapas.....
o Diego viu pelo zap a situação q estava uma das peças, ralados super fundo, outra eu comi muito na lixa 80 pura pra deixar mais raso.....
essa super fundo os ralados preenchi com massa após lixar a peça toda, depois da massa lixei e vi q de tao fundo a massa não tinha dado conta, vamos a segunda mao de massa kkkkkk, ai sim cobriu em definitivo, então vamos lixando cada vez com lixas mais finas, 220,400,600,1200, ai a tal seladora de plástico...essa odiei, faço planos de substitui-la pelo primer de uso geral....e por fim o preto fosco.....
tudo em spray, em relação a uma peça comprada 0kms na autorizada, diria 80~90% em relação ao q era a peça c ralados 200% melhor.....

me identifiquei mais com toda a caminhada até a hora da pintura mesmo....
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14

Avatar do usuário
DiegoLBC1
Mensagens: 38
Registrado em: 16 Jan 2017, 16:12
Localização: Campinas
Contato:

08 Ago 2017, 09:31

BetoCB escreveu:
06 Ago 2017, 19:35
Quem curte o "faça voce mesmo" pode desmontar as partes e levar a um profissional de pintura que saira muito mais barato em tempo e dinheiro.
Olha, não leve a mal, mas discordo...

A minha já tirei o tanque pra arrumar a bóia do combustivel, desmontei todas as carenagens pra dar uma polida (ainda não vou pintar, só queria melhorar a estética), troquei setas, lanterna, farol, já encomendei velocimetro novo, e futuramente colocarei coletor 2x1 com bura de CG. Duas unicas vezes que algum mecanico botou a mão nela foi pra trocar o rolamento traseiro (não tenho ferramentas adequadas) e troca do óleo. De resto, quem faz a manutenção corretiva e preventiva, limpeza, polimento e etc sou eu mesmo.

Só levarei minha moto no funileiro se acaso precisar MESMO apresentar a NF da pintura no Detran ( no caso farei a troca de cor no documento). Se for válido apresentar apenas a NF dos produtos utilizados e eu mesmo puder pintar minha moto, eu mesmo vou pintar. Tenho compressor, pistola, e entendo todas as etapas, mandar um "profissional" fazer só vai me economizar tempo, pois material e mão de obra sairá o dobro.

Estando desempregado, dinheiro não tenho, e tempo tenho de sobra. Se for depender dos funileiros de fundo de quintal que existem no meu bairro ficarei sem a moto por meses, e ainda corro o risco do trabalho ser mal feito. Pra mandar num funileiro "DOS BONS" não tenho condiçoes. Então, faço eu mesmo...

O SemControle queria uma solução simples e prática, como ele mesmo disse em outro post, a motinha seria a "cobaia". Mesmo com pouca (ou nenhuma) experiencia com pintura, ele fez todo o procedimento de preparação da peça, pintou, e ficou feliz com o resultado. Deu certo? Gostou do resultado? Tá valendo.

SemControle
Mensagens: 731
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

08 Ago 2017, 10:02

poxa, gostei muito, mesmo sendo a primeira experiência e na base do spray, tenho q dizer q do meu entendimento ficou ótimo, preciso upar as fotos aqui pro pessoal ver q não to tão ruim, pra quem nunca tinha manuseado nem uma lata de spray......

ontem passei na loja aqui perto de casa, e já me animei com o compressor pra alugar, mas durou pouco a alegria, alugam o compressor e somente isso, sem a pistola de pintura, então de q me resolve o compressor se não for completo, volto a ideia de um compressor pequeno mesmo, pq gostei muito tanto de fazer, como do resultado final, so detestei mesmo o trabalhar com a seladora, essa etapa achei horrível, preciso conseguir substituir a seladora pelo primer, até pra zerar totalmente qq imperfeição nos plásticos, pq no sol e olhando bem mesmo, ainda tem algumas leves imperfeições na superfície da peça, mas serio, por ser o primeiro trabalho, me dou nota 10
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14

Avatar do usuário
DiegoLBC1
Mensagens: 38
Registrado em: 16 Jan 2017, 16:12
Localização: Campinas
Contato:

08 Ago 2017, 11:34

SemControle escreveu:
08 Ago 2017, 10:02
poxa, gostei muito, mesmo sendo a primeira experiência e na base do spray, tenho q dizer q do meu entendimento ficou ótimo, preciso upar as fotos aqui pro pessoal ver q não to tão ruim, pra quem nunca tinha manuseado nem uma lata de spray......
AVISO: TEXTO LONGO ABAIXO HAHAHAHAHA

É bem por aeh o caminho. Meus instrumentos musicais nunca levei em luthier, sempre resolvi os problemas em casa, varios amigos meus já me procuraram pra fazer a manutenção dos equipos deles tbm. Mas certa vez um lojista do RS, amigo meu, dono da loja onde comprei minha guitarra e o amplificador da minha noiva, me mandou mensagem "desesperado", dizendo que vendeu uma guitarra para um cliente que, coinscidentemente, tbm bora na mesma cidade que eu, alegando que o braço da guitarra estava com o verniz manchado, com aparencia de guitarra semi-nova (sendo que era Zero Km).

Pra mandar pra um luthier de Sampa custaria mais de 300 pilas, e demoraria pra ficar pronto, e ele vendo os trampos que faço nos meus equipamentos através de fotos que compartilhei no Facebook decidiu recorrer a mim pra resolver. Eu podia ter aproveitado o desespero dele pra tirar uma grana extra, mas cobrei apenas os 50 mangos do material + 50 da minha mão de obra. Depois de fazer o serviço ainda fiz uma regulagem geral da altura das cordas pra deixar a tocabilidade mais confortável pro cliente.

O dono da guitarra é muito meticuloso, pra não dizer "chato". Quando ele veio buscar a guitarra 3 dias depois passou horas olhando a guitarra procurando defeitos, depois tocou a guitarra por um tempo analisando o conforto da nova regulagem. Enfim, eke elogiou meu trabalho, disse que ficou até melhor que o original do fabricante, e me deu 50 mangos "à parte" pelo meu empenho (por conta propria trabalhei durante o fim de semana pra poder cumprir o prazo de entrega). Dei garantia do trampo, falei pra ele que se desse qualquer problema era só me procurar, que eu refaria o serviço sem custos.

Resultado? Semanas depois surgiu uma oportunidade do cliente pegar uma guitarra melhor, deu a guitarra reformada como parte de pagamento (em torno de 1.5Mil) e pegou uma Fender Americana de 4.5Mil. Na mesma semana que a guitarra reformada chegou de volta à loja do RS, ela foi vendida pelo mesmo valor de Zero Km

Não quero ficar me gabando, mas tudo o que aprendi (a maior parte) foi na tentativa e erro com meus proprios equipamentos, já trabalhei em marcenaria mas não tinha conhecimento suficiente e nem pratica na utilização de pistola + compressor, não imaginava conseguir chegar em um resultado de acabamento "padrão Fender" que o cliente queria, sempre fiz os trampos "pra mim", e trampos mais simples pra amigos, essa guitarra foi o primeiro trampo que fiz "profissionalmente" em um nivel mais complexo.

Apenas para ilustrar, segue abaixo fotos de uma reforma que fiz em um contrabaixo que ganhei de um amigo meu. Esse contrabaixo estava pra ser descartado, mas esse amigo meu achou que eu daria conta de reforma-lo. Como eu já estava querendo comprar um contrabaixo ele resolveu me dar esse. E foi justamente após eu ter postado essas fotos no facebook que o lojista me deu a empreitada de reformar a guitarra do cliente dele.

https://www.flickr.com/photos/diegocost ... 3040297826

SemControle
Mensagens: 731
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

08 Ago 2017, 14:11

eu cresci vendo meu pai fazer de tudo, a casa onde vivo ele q fez, onde vivia antes ele q fez, onde vivo ele construiu pra colocar armários embutidos sendo a estrutura em alvenaria, e chamou marceneiro, o cara passou o orçamento e a forma q faria, no resumo teria q vender a casa pra pagar, meu pai meteu o louco e comprou algum material e se virou, os armários tem bem uns 20 anos pra mais e estão perfeitos, formica intacta e assim vai....
piso, parede, hidráulica, elétrica, acho q vem dai gostar de elétrica/eletrônica, sempre curiava ele fazendo, e meu lado autodidata ficava aguçado.......

ficou ótimo o contra baixo, esses trampos de restaurar são show, adoro ver na tv as restaurações de carros, aqueles velhos, mas velhos mesmo, q os caras pegam fotos pra saber como eram, e trazer a vida novamente......
na moto não quero chegar nesse ponto de restaurar um monte de plástico ao ponto de novo, como disse é a moto pra bater o dia a dia, parar na rua, e com o movimento os caras esfregam coisas, rala, e assim vai.....então nem posso exigir um trampo super caro, e perfeito, pra algo q sei q não vai ficar tanto tempo.....
ao menos tirar aquele aspecto de toda ralada, como se eu não soubesse andar e vivesse no chão....isso consegui nas duas peças q fiz, uma terceira terei q trocar (as abas, orelhas onde vao os parafusos estão quebradas das constantes quedas), mas tenho essa peça em casa, logo q peguei a moto, estava c o guidão desalinhado, e essa scooter tem a mesa inferior e so, na parte de cima parece muito com bike, o guidão vai na mesa inferior direto, comprei um guidão pensando ser empeno das quedas, mas qnd ia trocar vi q tinha um parafuso q dava um movimento separado as duas peças e não um estriado fixo, regulei e ficou alinhada, conversei com o cara e q vendeu e devolvi, ele me deu uma carenagem do farol com pequenos ralados, e essa peça suporte das setas dianteiras, peguei do farol pq a minha estava punk, se upar a foto verão, e peguei suporte da seta pq sabia das fixações quebradas, o suporte das setas é brilhante original e tem ralados leves tmb, farei fosca, pq quero a moto 100% fosca, não me agrada o esquema da lead de dois tons....
o para lama dianteiro ainda terei q fazer algo pq tem uma quebra, não de fora a fora na peça, mas um quebradinho, farei teste com aquele tal veda choque.....se for bom e resistir, recuperarei o bauleto bult da mirage.....

esse espirito fuçador tenho desde cedo de ficar olhando sempre q alguém ia fazer alguma coisa, tentando entender.....so a pintura q nunca tive quem olhar pra aprender kkkkk mas me virei na coragem, pelo menos ficou bem melhor, se tivesse estragado, jogava fora e colocava a outra peça c menos avarias q já tenho em casa....pelo menos essa posso recuperar a pintura e vende-la como zero ainda, se p veda choque for porreta assim, recupero meu suporte de seta mesmo, e recupero a pintura do q tenho e vendo tmb como nova....
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14

SemControle
Mensagens: 731
Registrado em: 15 Mai 2015, 13:45
Localização: Santo André

10 Ago 2017, 04:37

pra quem desacredita, vamos ver se as ibagens rolam agora......
como ela era no dia em q peguei
Imagem
o detalhe do suporte do farol, isso o farol em si já bem lixado pra tirar os ralados q o acompanhavam....
Imagem
após a reforma do suporte do farol e escudo, a lateral da seta esta apenas bem lixada pra nivelar os ralados, terei q recuperar as travas e orelhas de fixação da peça q estão quebradas
Imagem
Mirage preta 250cc 12/13
Lead preta 108cc 14/14

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante